A dancinha do Sam perto da gente. Future Islands toca no Brasil em maio

>>

* Opaaaaaaaaaa!

sam3

A deliciosa banda indie americana Future Islands, comandada pelo desengonçado-cool fofo-cavernoso Sam Herring, toca no Brasil em maio deste ano. Um show em São Paulo é certo. Não temos notícias ainda de mais shows pelo Brasil.

O anúncio da primeira vinda da banda de Baltimore ao país deve sair nos próximos dias. É certo que o grupo de Sam toca, pelo menos, no dia 5/5 em Bogotá, Colômbia, no dia 7 em Lima, no Peru, e no dia 12 em Santiago, no Chile. Brasil deve estar no entre-datas de Peru e Chile.

Sam Herring é um dos figuras mais pitorescos da música independente atual, para muito além das canções boas do Future Islands. Visual mais para gerente de banco do que para rock star, dancinha absurda de desencontrada, uma voz que oscila entre o romântico fofura para abraçar e o romântico descontrolado de dar medo, Herring é um espetáculo magnético para ser visto ao vivo.

sam1

O Future Islands lançou no ano passado seu quinto álbum, “The Far Field”, três anos após estourar mesmo no “grande público indie” com o quarto disco, o grande “Singles”. Um reconhecimento “tardio”, de certa forma, assim como o War on Drugs, para citar como exemplo. O disco de estreia do Future Islands é “Wave Like Home”, de 2008, quase dez anos atrás.

Veeem, Sam!!

>>

  • wans

    Capaz de cair no mesmo dia 11 que Erasure toca no Espaço das Américas.