(Preparando) A volta do WHITE STRIPES

>>

* Esta saiu na “Folha”, hoje, assinada por este blogueiro. Diz que…

“Se é que a famosa dupla americana White Stripes vai mesmo voltar em 2012, como corre pelo bastidor da música independente, o Brasil faz daqui, agora em janeiro, o seu chamado. O selo carioca Lab 344 vai editar neste mês os quatro importantes primeiros álbuns do casal punk-blues formado pelo talentosíssimo guitarrista Jack White e sua “irmãzinha ex-mulher” Meg White, baterista de dotes simplistas (digamos) e estilo único.
O “pacote White Stripes” que chega às lojas nos próximos dias faz parte de uma série chamada “Lab.Rocks”, que vai incluir ainda, com edições programadas até março, discos e DVDs de bandas como Pixies, The Cult e Libertines.

Se lançamentos em CDs estão com os dias contados, a Lab 344, resgatando pérolas indies e atenta também aos discos novos que importam, anda fazendo bem sua parte no tempo que ainda resta ao formato.
Os lançamentos whitestripianos contam por si só a história do novo rock, movimento que deu uma sacudida no indie na virada para o ano 2000, quando bandas como Strokes e o próprio White Stripes tomaram a cena de assalto exibindo sanguinho novo.
Os discos a sair com a estampa Lab.Rocks vão do indiezinho “The White Stripes” (1999) até o multimilionário e “para as massas” álbum “Elephant” (de 2003), passando por “De Stijl” (2000) e “White Blood Cells” (2001), todos obrigatórios para quem quer entender o que aconteceu com o rock na década passada.

O disco “Elephant”, que mudou de vez a vida do White Stripes e sinalizou que a música independente não era (de novo) uma coisa de gueto, carrega a famosa canção “Seven Nation Army”, que foi adotada inclusive pela eletrônica em incontáveis remixes e até hoje tem seu marcante início cantado em arquibancadas de estádio no munto todo.
Esse álbum em particular botou mesmo o White Stripe nas estrelas. “Elephant” ganhou o Grammy de “melhor álbum da música alternativa”, enquanto “Seven Nation Army” faturou a “melhor música de rock”. Por causa do disco, Jack White foi cravado no número 17 do ranking da revista americana “Rolling Stone” dos 100 maiores guitarristas de todos os tempos.
Nesse pacote “White Stripes” abrasileirado, “Elephant” é hors-concours. Os outros três são “apenas” álbuns muito bons.”

** Previsão de preço para os discos: R$ 24,90, cada.

>>