Em Blog:

CENA – Com mãozinha de Darwin Deez e o (pi)taco de Mark Foster, Akeem reconecta a cena gaúcha ao indie lo-fi com seu primeiro disco

>>

popload_cena_pq

2 - Akeem Music - Gabriel Granja (1)

* Alá o indie gaúcho atacando de novo. Figura conhecida da cena local porto-alegrense, o músico Akeem lança hoje, com exclusividade pelo Popload, seu primeiro disco, “The Real Meaning of Revolution, Only Astronomers Know”, usando a alcunha Akeem Music, que engloba sua banda. Com master do ídolo das antigas, Darwin Deez, o álbum ainda conta com a participação do guitarrista fera Erick Endres e de integrantes da Bidê ou Balde, Cartolas e Wannabe Jalva.

Akeem ficou conhecido algo recentemente com o lançamento dos singles “Could You Please?” e “Cyber Love”, que, além de marcarem o início do projeto solo do músico, ainda serviram para anunciar uma turnê com oito shows pela Califórnia. Após se aventurar fora do país e dar rolê com Mark Foster na balada (lembra do Foster The People?) ele apresenta o retorno do bom e velho indie aos lançamentos independentes brasileiros.

3 - 18401875_1682449975397618_5503020860083811062_o

Akeem, à esq., com um People (do Foster, ao centro), em sinuca na Califórnia

Com “The Real Meaning of Revolution, Only Astronomers Know”, Akeem chama um dos principais representantes da velha escola, o norteamericano Darwin Deez, para conectar as referências nostálgicas do indie com referências mais atuais, como Whitney, Unknown Mortal Orchestra e Mac Demarco. Fugindo da moda psicodélica e indo para um lado mais lo-fi dançante, daquele jeito indie pista que já se ouviu bastante por todo Brasil.

O disco aponta para uma boa estreia do gaúcho Akeem que, em anos de atividade com as suas bandas Tabascos e The First Limbo, foi uma figura importante para as noites indie de Porto Alegre e que, agora, em 2017, dá um novo passo em sua carreira. Esse passo coloca o músico à frente de um movimento que aos poucos ressurge na capital e que, há muito tempo, estava esperando por um representante de qualidade.

Meio indie das antigas, mas fã dos novos sons, ele aparece para levar o novo som independente do RS para fora do estado (do país já foi, haha). Seus disco completo, esse bem interessante “The Real Meaning of Revolution, Only Astronomers Know”, pode ser ouvido logo abaixo:

* “Could You Please”, deste álbum de estreia de Akeem, já toca bem na Popload Radio, que pode ser ouvida por apps de iPhone, de Android ou aqui.

>>

Courtney Barnett, Kurt Vile e o mar de Malibu: rolou uma das sessions mais espetaculares do ano

>>

171017_kurtvile2

O mundo indie está bastante feliz nesta semana graças, especialmente, a “Lotta Sea Lice”, primeiro disco colaborativo da dupla Courtney Barnett e Kurt Vile, lançado semana passada, e desde já um dos melhores de 2017.

A fofura australiana e o virtuoso guitarrista americano se juntaram em 9 canções gravadas em estúdios, parte delas inéditas, outras em reedições para canções como “Untogether” (Belly) e “Fear Is Like A Forest” (Jen Cloher), esta última cantora e compositora australiana, atual companheira da Courtney. O título do projeto faz referência à banda de suporte do duo, The Sea Lice.

Daí que a bíblia indie Pitchfork resolveu juntar o duo para uma session espetacular em uma montanha em Malibu, com o mar ao fundo, e todo aquele climinha bucólico de um fim de tarde de verão.

A apresentação foi mostrada ao vivo, ontem, na página deles no Facebook, e pode ser vista abaixo.

>>

Jimmy Kimmel invade o Brooklyn e é recebido pelo LCD Soundsystem ao som de “Tonite”

>>

171017_lcd2

Pela terceira vez em sua história, o programa do Jimmy Kimmel firmará residência de uma semana no Brooklyn, mais precisamente na linda Brooklyn Academy of Music. O primeiro episódio da série rolou na noite de ontem e teve nada menos que os “locais” LCD Soundsystem dando as boas vindas.

A trupe incrível de James Murphy mostrou ao vivo a ótima “Tonite”, talvez melhor faixa do último disco deles, o recém lançado “American Dream”, primeiro #1 deles na Billboard.

Nunca é demais lembrar que o LCD Soundsystem vai mostrar esta e outras canções espetaculares no Brasil, no início do ano que vem, já que eles serão uma das principais atrações do Lollapalooza 2018, que acontece entre os dias 23 e 25 de março, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

>>

Popload Festival anuncia seu lineup gastronômico! Maní, Casa do Porco, Braz Ellettrica e Dona Onça são algumas das “atrações”

>>

Mozzarela 2

Hummmm… Pizza do Bráz Ellettrica, mais uma atração do Popload Festival

O Popload Festival, você sabe, acontece bem no feriado do dia 15 de novembro, no Memorial da América Latina. Aquela coisa: shows incríveis do Phoenix e da PJ Harvey, bagunça do Neon Indian, apresentação linda do Daughter e os brasileiros bombadíssimos Ventre e Carne Doce em palcão. Fora outras coisinhas que vão rolar…

Já que você vai estar em casa mesmo, ou, então, vindo de longe para curtir festa em São Paulo, temos duas notícias que irão te convencer a chegar cedo ao Memorial, para o festival.

** A primeira delas é que a produção irá distribuir bilhetes de metrô aos primeiros dois mil fãs que entrarem no evento. A estação Barra Funda é ao lado (colada, praticamente) e os shows começam cedo e acabam a tempo de você voltar de transporte público para casa, então se programe para não perder essa!

casa manioca para popload_sanduíche vegetariano3_roberto seba

Sanduíche vegetariano da Casa Manioca criado para o festival. Foto de Roberto Seba.

** A segunda notícia-dica imperdível é também para pegar você pelo estômago, literalmente. O festival terá uma Feirinha Gastronômica formada por uns dos melhores restaurantes de São Paulo e com curadoria da chef Helena Rizzo, do restaurante Maní, de reconhecimento internacional. Apenas. Neste lineup à parte, além do já citado MANÍ (que vem com receitas especiais criadas para a ocasião), participam Z-DELI, A CASA DO PORCO com DONA ONÇA, JIQUITAIA e BRÁZ ELLETTRICA, dos chefs renomados Julio Raw, Janaina Rueda e Jeferson Rueda, Marcelo Côrrea Bastos e Benny Novak, respectivamente. Só fera.

A Casa do Porco Bar Chef Jefferson Rueda Torresmo de panceta com Goiabada

Torresmo de panceta com goiabada d’A Casa do Porco Bar

Helena Rizzo explica a sua “escalação particular” para a quinta edição do festival: “Pensei em comidas que acho que têm tudo a ver com um festival de música, como pizza e hambúrguer, e as de que mais gosto na cidade. Além disso, são feitas por profissionais que conheço e que já têm experiência em feiras, fora de seus restaurantes. Sabemos que agilidade e prática contam muito na hora de atender a uma multidão!” No cardápio, entradas, sobremesas e pratos clássicos de cada um deles, como o torresmo de pancetta com goiabada (foto) e a coxinha de galinha caipira da Casa do Porco e da Dona Onça, o Classic Burger do Z-Deli, as pizzas “neonapolitanas” do Bráz Ellettrica (foto que abre o post) e o nhoque de banana com ragu de carne seca do Jiquitaia (foto na home), só para citar alguns.

O ideal é chegar cedo ao festival, garantir o seu bilhete de metrô na faixa e almoçar com os amigos! Estejam avisados!

Bar da Dona Ona Chef janaina Rueda Coxinha de Galinha Caipira

Coxinha de Galinha Caipira do Bar da Dona Onça

**Apresentado por Heineken, Popload Festival acontece no dia 15 de novembro no Memorial da América Latina, com shows de Phoenix, PJ Harvey, Daughter, Neon Indian, Carne Doce e Ventre. O Nubank é o cartão oficial do evento, que ainda tem apoio de Doritos e Tanqueray e Spotify como player oficial**

COMPRE SEU INGRESSO PARA O POPLOAD FESTIVAL AQUI!

>>

Levanta daí, Morrissey! Confira o vídeo novo para “Spent The Day In Bed” e um showzão recente na Alemanha

>>

171017_moz2

Olha só esse Moz, entidade santa (ou não) da música, causando em mais um vídeo, desta vez para o single “Spent The Day In Bed”, que está em seu novo álbum solo, “Low In High School”, com lançamento marcado para 17 de novembro.

No vídeo, Moz aparece sentado em uma cadeira de rodas no início, que é empurrada pelo jogador de futebol Joey Barton, aquele que treta com meio mundo e andou trocando alguns insultos públicos com o nosso Neymar.

Depois, Moz continua sentado em uma outra cadeira em um salão, cantando a música ao lado de sua banda. Em seguida, ele vai de novo para a cadeira de rodas, que passa a ser empurrada por uma galera. Daí, nosso cantor preferido não levanta de jeito nenhum. Deixa de preguiça, Moz!

O vídeo chega na semana em que o seminal “The Queen Is Dead”, dos Smiths, será relançado todo remasterizado e turbinado por gravações raras, em uma edição luxuosa.

Dia desses, Morrissey fez um show especial na Alemanha, transmitido por um canal de TV local, dando um aperitivo de parte do que veremos no Brasil no primeiro semestre do ano que vem.

SETLIST – BERLIM
1. Alma matters 00:01:02
2. I Wish You Lonely 00:05:48
3. Speedway 00:09:22
4. I’m Throwing My Arms Around Paris 00:13:59
5. Istanbul 00:16:49
6. Spent The Day in Bed 00:21:43
7. Home Is a Question Mark 00:25:55
8. My Love I’d Do Anything For You 00:31:16
9. World Peace is None of Your Business 00:36:16
10. The Bullfighter Dies 00:42:33
11. All Young People Must Fall In Love 00:44:50
12. When You Open Your Legs 00:49:01
13. Meat Is Murder 00:53:18
14. Back on the Chain Gang 01:00:31

>>