CENA – 12 músicas como se elas fossem uma só (de um jeito bom): ouça “Praia Vermelha”, novo disco da banda mineira Pequeno Céu

>>

cena170417_pequenoceu_slider

Grupo de som deliciosamente delicado e livre, e destaque na cada vez mais prolífica CENA mineira, o Pequeno Céu lança nesta segunda-feira, orgulhosamente aqui na Popload, seu novo disco, “Praia Vermelha”.

O álbum é nada mais que, segundo os informes que vêm da banda, uma coleção de momentos estéreos e profusões caóticas que projetam o desafio maior empreendido pela proposta de transformar as 12 faixas do disco em uma única música com pouco mais de uma hora e dez minutos de duração. Sabe assim?

Formado por Bernardo Bauer (baixo), Ciro Trevisan (bateria), Matheus Rocha (guitarra e metalofone), Manuel Horta (guitarra) e Renato Moura (percussão), o Pequeno Céu recebeu neste novo projeto o apoio de músicos como Toninho Horta, Guilherme Peluci, Lucas Freitas e Henrique Staino.

170417_pequenoceu2

O envolvimento da banda com “Praia Vermelha” foi por volta de dois anos, entre composição e gravação, e exemplo a liberdade criativa do grupo, que tem como característica mesclar em sua sonoridade diversas referências musicais, especialmente o math rock misturado com MPB.

Gravado e mixado no estúdio Motor por Ygor Rajão e masterizado por Fernando Sanches no estúdio El Rocha, “Praia Vermelha” tem 12 faixas e pode ser ouvido abaixo, em primeira mão, no CENA. Logo mais o álbum estará em diversas plataformas de streaming por aí, com distribuição do selo Quente, marca em constante ascensão no circuito alternativo mineiro, que inclui trabalhos vinculados a nomes como Câmera, Oceania, Young Lights, e a eventos como a edição local do No Ar Coquetel Molotov, realizada ano passado, e projetos como o Música Quente, que leva para Belo Horizonte shows de bandas do circuito indie nacional especialmente lançando novos discos.

>>