CENA – De olho em São Paulo, australiano cria projeto que leva Teto Preto, Badsista e Cashu a “festival escuro” na Tasmânia

>>

1 - cenatopo19060619_tetopreto2

* Saber que as DJs Badsista e Cashu e a jam-session-que-virou-banda Teto Preto farão shows fora do país não é exatamente novidade. Estamos falando de artistas da CENA que dialogam muito bem com o globalizada música independente no exterior, em seus vários estilos. Por que destacar a participação delas no curiosíssimo festival australiano Dark Mofo, que acontece ao longo de boa parte de junho em diversos locais da insólita Tasmânia e conta com apresentações de nomes como Nicolás Jaar, FKA twigs e Sharon Van Etten? É que essa participação faz parte do projeto VIA SÃO PAULO, uma ideia de um produtor australiano que não acaba após as apresentações dentro do Dark Mofo (estamos falando de quatro noites esgotadas).

Com direção artística de Pepper Keen, o VIA SÃO PAULO busca ser uma plataforma que reúne arte, música e performance de olho na mistura de culturas, aberto para encontrar a criatividade que vem de qualquer canto do mundo e seu impacto cultural, social e político. No momento, seu olhar é para a cidade de São Paulo.

Um olhar esse que veio de suas pesquisas após algumas visitas ao país, em especial em meio a conturbados momentos como o das eleições para presidentes e dos assassinatos de Marielle Franco e Matheusa Passarelli no Rio de Janeiro. Essa turbulência político-social levou a curiosidade de Keen para o campo artístico brasileiro, que representa a resistência ao movimentos de opressão aos direitos humanos e os direitos LGBTQ. Levar Badsista, Cashu e Teto Preto para quatro apresentações na Austrália é o começo de um diálogo maior nesse sentido.

060619_badcashu

A ideia é que o VIA SÃO PAULO siga sua linha de comunicação entre o Brasil e a Austrália com mais shows e uma série de podcasts em breve. Vale ficar de olho nos próximos passos do projeto.

MAIS SOBRE O FESTIVAL – O Dark Mofo é a versão de inverno de um festival ainda maior, o Mona Foma, a sigla para Museum of Old and New Art: Festival of Music and Art, cujo nome foi encurtado para Mofo. E é realizado no inverno, quando na pitoresca região da Tasmânia à luz do dia é mais breve e o lugar fica bastante escuro cedo. É quando são reunidas diversas atrações musicais, instalações de artes iluminadas e até uma anual atividade de mil pessoas nadando nuas no rio Derwent, à noite, é organizada.

Mais informações sobre o Dark Mofo, que é realizado nos dias 14 e 15 e depois 21 e 22 de junho, podem ser encontradas aqui.

>>