CENA – Gustavo Bertoni deixa Giovanna Moraes entrar em seu indie-arte, em belo single conjunto

1 - cenatopo19

* A “loneliness” e “solitude” do músico Gustavo Bertoni ficou mesmo em 2020, aparentemente. Dando continuidade a uma série de parcerias musicais que teve início desde que lançou seu terceiro álbum solo, o lindão “The Fine Line between Loneliness and Solitude”, no ano passado, Gustavo tem buscado não estar tão sozinho. Seu próprio mais recente disco já trazia um encontro vocal seu com a bela cantora Yma. Na virada para este 2021, soltou um novo single em dueto, desta vez com o Apeles, para “Ricochet”.

Agora, a convocada da vez é a multiinstrumentista e cantora de voz única Giovanna Moraes. A música, a incrível “Como Queria Te Deixar Entrar”, lançada na última sexta, é outra das espertas colaborações em que Gustavo divide esforços musicais, não apenas chama para um “featuring” colaborativo.

Cópia de IMG_6045

No caso de “Como Queria Te Deixar Entrar”, então, o protagonismo dos dois é explícito e complementar, indo além das vozes únicas que, cada um com a sua, a dupla formada aqui para esta canção especial tem.

Giovanna Moraes fez a letra para Gustavo Bertoni exercitar seu português, nada comum em seu trabalho solo, mas bastante utilizada em seu plano A, a banda Scalene, outra praia, outras famas.

“Como Queria Te Deixar Entrar” tem muitas camadas, não só vocais, na parte cantada mesmo ou nos seus “aaaaas” e “eeeeees” inebriantes. A cadência gostosa de seus 3:33 minutos começa dramática, mas assume uma levada parecida com a que o Arctic Monkeys deu a sua “Arabella”. E nessa a música decola. Decola para encantar, seja qual clima ela vá propor depois. Tem até uma daquelas nuances gingadas, típico da ensolarada cena carioca dos anos 80.

A beleza dessa parceria entre Gustavo Bertoni & Giovanna Moraes está mesmo nessa proposta de climas diversos, de duas das principais vozes da música independente brasileira, mas que sabem bem o que quer na melodia.

Nada é por acaso, jogado, para preencher espaço. Nas quebradas, nas invertidas, em Giovanna dobrando a voz na partezinha em inglês, na volta com o vocalize de Gustavo, nos vários refrões que “Como Queria Te Deixar Entrar” tem.

A canção entrega isso tudo em seu nome, na mão oposta. É só deixar “Como Queria Te Deixar Entrar” entrar.

>>