CENA – JP constrói surrealismo amarelo e mineiro para o single “Chorei Dendê”. Envolvendo a irmã e jujubas

1 - cenatopo19

* Canção que já frequentou o top 10 do TOP 50 da CENA, “Chorei Dendê” é o indie mineiro JP indo à Bahia encontrar o amor. O amor musical por outros ritmos, o amor em cantar em português, o amor-amor mesmo.

“Chorei Dendê”, o single-axê, é o primeiro da ainda curta vida musical de JP cantando em português. Em 2016 ele lançou o bem bom disco de estréia, rock barulhentinho de garagem, cantando em inglês. A nova música fará parte de um EP, ainda a ser lançado. Talvez EP. Talvez novo álbum. Ou só o primeiro de uma série de singles. Questões musicais atuais.

Captura de Tela 2020-08-21 às 9.53.51 AM

“Chorei Dendê”, o vídeo, é uma deliciosa, bem-humorada e amarela produção caseira de tempos de confinamento. Traz JP contracenando com a irmã, Júlia Vasconcelos, que não só atua com o músico como assina essa produção e também o roteiro, a direção de arte e todo o conceito do vídeo.

A coisa do amarelo é uma pira antiga de JP e revela um ambiente, digamos, de surrealismo mineiro. Segundo o músico, e com o reforço imaginativo de uma mulher de 24 anos em 2020, é uma “representação da criatividade e da juventude, que no vídeo assume o protagonismo, criando um espaço onde as personagens vivem situações misteriosas e inexplicáveis durante uma viagem de… Jujubas”.

Sobre a irmã, @ju_vasc, JP construiu um manifesto com este “Chorei Dendê” videoclíptico: “Eu vi esse bebê nascer e virar gente grande e se formar em publicidade e sofrer com o tanto que é difícil ser uma mina novinha cheia de ideia massa vendo a energia dela sendo ignorada por gente mais velha e ‘mais experiente'”.

Julia fala: “Este não é um vídeo sobre isolamento social, mas é claro que este período que a gente está vivendo afeta tudo que a gente produz, né? A direção de arte vem dessa sensação de mesmice e até sufocamento mesmo, tudo igual, nada muda. Mas eu quis fazer colorido e divertido, leve, gostoso de assistir e cantar junto. A gente se colocou em cena e ali tem várias coisas significativas pra gente enquanto irmãos, afinal de contas a gente cresceu brincando juntos, né? E não paramos até hoje, os brinquedos só mudaram de cara”.

Curta e cante junto o vídeo amarelo de JP, gravado na casa dos irmãos, em Belo Horizonte.

>>