CENA – Na involuntária “batalha das lives”, Emicida faz história e fica oito horas no ar

1 - cenatopo19

* Todas as coisas consideradas, ontem teve um momento histórico do rap nacional, tipo quando os Racionais MCs lançaram o “Sobrevivendo no Inferno”, pela emergência desta situação toda. Neste domingo movimentado, o rapper emicida fez uma live de OITO HORAS de duração no Youtube. A ação foi trend topic no Twitter por sete horas, em dia que peso pesados da música nacional como Anitta, Zeca Pagodinho, Roberto Carlos, Daniel e Ivete Sangalo também fizeram live.

Captura de Tela 2020-05-11 às 4.40.18 PM

A #EmicidaLiveEmCasa rendeu, em arrecadação, cerca de R$ 1 milhão, para ser doado ao programa Mães da Favela, atuação nacional da Central Única das Favelas. Na live, Emicida cantou mais de 100 músicas autorais e ainda teve um freestyle de 15 minutos em cima da música “Mãe” (Dia das Mães, né?), rimando em cima do feed do Twitter de galera mandando o nome das progenitoras.

O rapper esteve acompanhado apenas do DJ Nyack e o brother Thiago Jamelão no reforço vocal. Tudo, repetindo, por oito horas de pé. Sem sentar em nenhum momento. Começou às 4 da tarde e varou a madruagada.

Contou várias histórias de sua trajetória e, como não podia deixar de ser, o representante da voz das ruas ainda mandou alguns recados políticos. “Eleja um assassino, espere um genocídio.”

Confere aí, Emicida fazendo história. A casa é nóiz.

>>