CENA, parte 2: Inky, Sara Não Tem Nome, Ventre, tudo ao vivo

>>

cena

* …Continuando de onde paramos ontem.

ventre

* Festival, session, na praça, na casa, no topo do prédio, São Paulo, Goiânia, Rio de Janeiro, gaúchos, mineiros, paulistas, cariocas. Nos últimos dias, confira nosso recorte da movimentação da cena independente brasileira onde tinha uma tomada para ligar instrumentos. Parte 2.

* Inky – O quarteto indie-eletrônico paulistano lançou ontem uma session de duas músicas, gravada no estiloso estúdio da Red Bull, no centro de São Paulo. São performances ao vivo para as músicas “Parallax” e “Skinned Alive”, ambas de seu belo e recém-lançado álbum “Animania”. Veja essas duas belezuras.

* Sara Não Tem Nome – A cantora e guitarrista indie mineira tocou desta vez com sua banda completa (então um quarteto), no bacaníssimo festival Puxadinho da Praça, iniciativa que aconteceu no último domingo na Vila Madalena, na Fidalga, rua que acaba na praça Éder Sader, de onde um palco é “puxado” para abrigar atrações independentes. Sara tocou espremida no line-up pelos veteranos dos Mulheres Negras e pelo cantor Tata Aeroplano. E, de seu show, puxamos nós um vídeo dela tocando a nova “Geografia”, música pós disco de estreia, o fofo “Ômega III”. Tem um cara falando muuuuuuito no vídeo. Abstrai.

* Ventre – No último final de semana aconteceu em Goiânia, a terra das bandas goianas (!!!), mais uma edição do superestabelecido festival Vaca Amarela. Apenas a 15ª. Entre as mais de 60 atrações do evento, que aconteceu no tradicional Centro Cultural Martim Cererê, estavam bandas como os locais Carne Doce, Ultravespa e Hellbenders, o grande Ludovic daqui de SP e o trio Ventre, destaque atual da cena indie carioca, uma certa psicodelia from Rio, uma parada “stoner mais colorido”. Abaixo vemos um vídeo do Ventre produzido pela banda, com a versão original da música “Quente”, do álbum de estréia do grupo, homônimo, mais trechos da apresentação da banda no Vaca Amarela. Na abertura deste post, foto da baterista Larissa, em imagem de Bruna Aidar, do “Jornal Opção”.

>>