Escritor Michael Azerrad vem à SIM SP lançar sua bíblia indie e mudar sua vida

>>

azerrad2

* As notícias boas são várias. Primeiro que logo mais, dia 5 de dezembro, começa a SIM São Paulo, a Semana Internacional de Música de SP que, cada vez maior, praticamente fecha o ano da movimentação independente brasileira, que só cresce tanto quanto à feira. Vai até o dia 9, com vasta programação cultural de dia e à noite, incluindo shows espalhados pela cidade, botando a música indie na vitrine.

Depois que, no paralelo, será lançado no Brasil o importantíssimo livro “Our Band Could Be Your Life”, obra indie considerada uma das bíblias do gênero e que aqui vai ter o título traduzido ao pé da letra: “Nossa Banda Poderia Ser Sua Vida”. De autoria do jornalista musical Michael Azerrad, o livro recorta os dez anos que mudaram a vida de pessoas com bandas do cenário underground, por assim dizer, que foi de 1981 a 1991, do pós-punk até quando saiu o “Nevermind”, do Nirvana, e o mundo musical então explodiu em uma revolução de costumes vistas com olhos estupefatos pelo mainstream.

Então, alinhavando tudo, a SIM vai promover em duas etapas uma mesa de Q&A com Michael Azerrad, em entrevista feita por Raquel Francese (da paulistana Powerline Records) e por Dago Donato (DJ, agitador da cena independente e um dos donos do clube indie BREVE, da Pompeia).

O rolê acontecerá primeiro para credenciados da SIM no dia 6/12 às 13h30 na Sala Paulo Emílio Salles Gomes (CCSP), e no dia seguinte, 7, aberto ao público, no Jardim Sul, também no Centro Cultural SP.

Para abrilhantar o rolê, os Q&A com Azerrad terão ainda a participação especialíssima de Steve Shelley, que foi baterista do mitológico Sonic Youth, uma das bandas mais importantes dessa era iluminada em “Our Band Could Be Your Life”.

Vai ser um papo e tanto sobre um livro e tanto. No chamado “aquilo deu nisso”, reproduzo abaixo a sinopse de “Nossa Banda Poderia Ser Sua Vida”, catatau de 680 páginas que está sendo lançado aqui pela Powerline Music & Books, importantíssimo para entender a cena independente de lá e de cá e seus alcances e possibilidades.

O original, “Our Band Could Be Your Life”, foi lançado nos EUA em 2001. É de Azerrad também o marcante “Come As You Are: The Story of Nirvana”, publicado em 1993, alguns meses antes do suicídio de Kurt Cobain.

Eis a sinopse de “Our Band Could Be Your Life” / “Nossa Banda Poderia Ser Sua Vida”:

bandcould

“No dia 24 de setembro de 1991, um álbum chamado Nevermind, de uma banda chamada Nirvana, foi lançado. Em questão de semanas, virou disco de ouro; pouco depois, derrubou Michael Jackson do primeiro lugar da parada de álbuns da Billboard, e levou a jornalista musical Gina Arnold a proclamar: ‘Nós vencemos’. Mas quem era esse ‘nós’ de quem ela estava falando? E por que eram tão diferentes ‘deles’?” Assim começa o livro Nossa Banda Poderia Ser Sua Vida, de Michael Azerrad, que descreve de forma minuciosa e despojada a trajetória de 13 bandas independentes que trabalharam o terreno fértil no qual mais tarde floresceria a cena alternativa comercial. Um livro essescial para fãs de música de todos os estilos e que acaba de ganhar versão brasileira. Bandas biografadas: Mission Of Burma, The Minutemen, Black Flag, Husker Du, Minor Threat, The Replacements, Butthole Surfers, Sonic Youth, Big Black, Fugazi, Mudhoney, Beat Happening e Dinosaur Jr.”

>>