Fica, tem bolo! R.E.M. comemora 25 anos do “Automatic for the People” com relançamento turbinado

>>

rem

Depois de “Out Of Time”, o incrível e inesquecível R.E.M. repete a dose de relançamentos com “Automatic for the People”, disco essencial da carreira da banda norte-americana, que completa neste ano 25 anos.

A nova versão vem, primeiro, remasterizada em um processo de última geração chamado Dolby Atmos, que oferece uma audição “multi-dimensional”, informam o produtor original Scott Litt e o engenheiro de som Clif Norrellin.

Além disso, há um vasto catálogo de material bônus, que inclui 20 demos nunca ouvidas antes, além de um show na íntegra realizado no 40 Watt Club, em Athens, na Georgia, terra deles, em 19 de novembro de 1992. Tudo isso espalhado em versões com até 4 discos.

Sobre “Automatic For The People” e a reedição de aniversário, Michael Stipe disse recentemente que os principais assuntos do disco tratam de “mortalidade e morte”. “A mortalidade é um tema que os escritores optaram por trabalhar ao longo do tempo. Fala da fragilidade e da beleza da vida, e de viver a vida ao máximo no momento presente. É algo que acontece com muita rapidez e todos sabemos disso”. Mike Mills, ex-baixista da banda, acrescenta ainda: “Eu acho que é nosso disco mais coeso. É o mais forte do primeiro ao último minuto”.

>>