Johnny F***ing Marr e a luz que nunca se apaga

>>

180615_marr2

Já se encontra em rolê latino o virtuoso guitarrista (e cada vez mais vocalista) Johnny Marr, aquele que um dia ajudou a construir o inconfundível som do inconfundível The Smiths, e que hoje está na estrada em crescente carreira solo divulgando o bom disco “Playland”, do ano passado.

Marr, atração principal do Festival da Cultura Inglesa neste domingo (21), no Memorial da América Latina (de graça), começou sua excursão na América do Sul no Uruguai na segunda e tocou na noite de ontem em Buenos Aires, no famoso Niceto Club. Além de suas canções solo, Marr tem tocado em média seis ou sete canções dos Smiths em suas apresentações. Desde “Panic”, que aparece logo no começo do show, a “How Soon Is Now?”, que tem fechado suas apresentações. No meio, tem Electronic e cover do Depeche Mode também.

180615_marr1

Uma pequena amostra do que rolou em terras argentinas ontem pode ser vista abaixo, com o single solo “New Town Velocity” e a clássica e matadora “There’s a Light That Never Goes Out”, daquela banda. Antes do show em SP, Marr toca em Santiago nesta sexta-feira. Seu ex-parça Morrissey fará caminho parecido em 2016…

180615_marrsetlist

* Fotos de Antonela Malachite

>>