Lorde anuncia detalhes do seu novo álbum, que sai em agosto. E a turnê mundial que nem se atreve a pensar em Brasil…

>>

* Depois de chacoalhar nossa ceninha pop com o som “Solar Power”, a capa da bunda, o vídeo na praia secreta e a “movimentada” música nova da cantora neozelandesa Lorde em sua primeira canção inédita desde 2017, temos agora mais detalhes de “Solar Power”, o álbum, marcado para sair no dia 20 de agosto.

O terceiro disco da ex-headliner do Popload Festival só vai sair digital, porque Lorde não quer poluir o meio ambiente com materiais de vinil e plástico para fazer material físico. O sucessor de “Melodrama” vai ter 12 músicas em sua versão normal e duas a mais para quem comprar a versão deluxe.

“Solar Power” terá o formato de uma Music Box sustentável e amiguinha da natureza, com uns cards escritos, fotos e um cartão para download vendido em loja de disco.

“The Path”, “Solar Power”, “California”, “Stoned at the Nail Salon”, “Fallen Fruit”, “Secrets from a Girl (Who’s Seen It All)”, “The Man with the Axe”, “Dominoes”, “Big Star”, “Leader of a New Regime”, “Mood Ring” e “Oceanic Feeling” são as músicas que formam o álbum. “”Helen of Troy” e “Hold No Grudge” são os bônus do disco luxuoso.

Junto com o álbum, veio também o anúncio de massiva turnê mundial, de 2022. Por mundial, entenda Oceania, EUA, Inglaterra e Europa (sem UK), nesta ordem. Começa na Nova Zelândia em fevereiro.

“Solar Power”, a música, de tipão “Freedom” do George Michael, menos popesca última fase e mais voltada ao minimalismo indie, digamos, da fase neozelandesa de Lorde, foi lançada com bastante estardalhaço no último dia 11. Mas agora, com infos do disco e turnê, a volta de Lorde está mais bem decretada.

lorde

>>