Manchester Orchestra encana no Weezer

060514_manchesterorchestra

Não é de hoje que a banda indie americana Manchester Orchestra é encanada no Weezer. É encanada na música pop no geral, na verdade. Daí seu nome, uma homenagem à “terra santa” inglesa de Smiths, Stone Roses, Oasis e centenas de outros grandes grupos.

O grupo de Atlanta, em tour nos EUA de divulgação de seu quarto disco, “Cope”, lançado há pouco mais de um mês, tocou anteontem no House of Blues, na Sunset Boulevard (Los Angeles), e atraiu uma galera californiana tanto a fim de ouvir as músicas do novo álbum como o pequeno hit “After the Scripture”, que não entrou em “Cope” mas sim na trilha sonora do filme “Dallas Buyers Club”, do ano passado. Eles não tocaram a do filme, haha.

060514_manc2

Mas em compensação, no bis, o Manchester Orchestra, que fez elogiado show no Lollapalooza Brasil de 2012, convidou ao palco o figura Matt Sharp. Sharp é ex-baixista do Weezer da primeira era, e quem fazia os famosos falsetes atrás dos vocais de River Cuomo, depois processou a banda, depois ficaram amigos de novo, depois brigaram de novo. Quando saiu do Weezer, fez o Rentals.

Com Sharp resgatado, o Manchester Orchestra tocou seu novo hit, “Top Noch”, e emendou duas covers do Weezer: “Say It Ain’t So” e “Tired of Sex”.

Tipo assim: