Miley Cyrus cantando Cranberries e The Cure para salvar os pequenos clubes. Claro que o Dave Grohl tava nessa também

>>

Captura de Tela 2020-10-18 às 11.19.07 PM

* Aconteceu neste final de semana em muitas cidades dos EUA o festival virtual Save Our Stages, evento montado em três dias com a finalidade de socorrer pequenos e importantes clubes de várias partes da América em situação de quase fechar as portas. O #saveourstages utlizou alguns nomes grandes de gente que nem cabe mais nestes clubinhos, mas reconhecem sua importância na sustentação da base de qualquer cena musical.

Entre a movimentação do Save Our Stages Festival tivemos, por exemplo, show de Miley Cyrus no famoso Whisky a Go-Go, casa que fica no coração da Sunset Boulevard, em Los Angeles, e tem capacidade para 500 pessoas. Em sua apresentação, um costume seu dos últimos tempos, Cyrus mandou ver covers legais na linha “Zombie”, do grupo irlandês Cranberries, e “Boys Don’t Cry”, do Cure, entre outras canções. Tem vídeo aí embaixo de tudo isso.

Outro nomão que abraçou a causa dos clubes foi o Foo Fighters, de Dave Grohl, que gravou participação no famoso Troubadour, de ali pertinho do Whisky a Go-Go em LA, e também de lotação máxima de 500 pessoas. Grohl comandou a banda para um show todo ele acústico, que teve seis músicas, entre elas os clássicos “My Hero”, “These Days” e “Times Like These”, estas com títulos próprios para o momento pandemia.

O Save Our Stages Festival está todo ele no Youtube, onde foi transmitido ao vivo desde sexta até ontem à noite. Entre os concertos de destaque, para citar só alguns, teve o da loira Phoebe Bridgers também no Troubadour californiano, teve The Roots se apresentando no Apollo Theater (1500 pessoas), de Nova York; Black Pumas em performance no The Parish (450 pessoas), em Austin; e Major Lazer, fazendo bagunça trap-eletrônica no Gramps (350 pessoas), de Miami.

A gente separou uns vídeos do nobre #saveourstages, para sua apreciação.

>>