Morte de Alan Vega já rende homenagens. Do Win Butler, MGMT…

>>

O mundo pop está reagindo em forma de música à morte do cultuado Alan Vega, líder do grande Suicide. Alan morreu aos 78 anos, “enquanto dormia”, no último sábado.

O seu Suicide foi supercultuado pela galera punk e a galera eletrônica exatamente porque misturava as duas coisas. Foram punk antes do punk, foram eletrônicos antes do eletrônico. Alan Vega era uma espécie de Deus para várias tribos indies.

Uma vez vi um show deles em Londres no festival do John Peel em que o Jesus and Mary Chain ia tocar. Fazia um tempão que o Suicide não tocava na Inglaterra. Lembro de ter feito uma entrevista com o Jim Reid e dele dizendo que estava muito nervoso “porque o pessoal do Suicide disse que iria ver o show deles depois”.

Duas das primeiras homenagens vieram de gente conhecida. O duo psicodélico MGMT fez sua releitura para “Goodbye Darling”, faixa do disco “Saturn Strip”, lançado em 1983.

Win Butler, líder do Arcade Fire, postou em sua conta pessoal uma regravação de “Dream Baby Dream”, canção que costumava cantar ao vivo com sua famosa banda.

MGMT – Goodbye Darling

Win Butler – Dream Baby Dream

>>

  • http://marcuspessoa.flavors.me/ Marcus Pessoa

    A faixa do Win Butler não é Dream Baby Dream e sim Keep Your Dreams, faixa bônus do primeiro disco do Suicide.

    E não é uma cover. É a gravação original, cantada pelo Alan Vega.

  • Diego

    Dream Baby Dream teve uma cover feita pela Savages.

  • http://marcuspessoa.flavors.me/ Marcus Pessoa

    Sim, bem bonita aliás, talvez a melhor cover de todas. Tem no Spotify.