O show da “maior banda de rock da história”, com mais de mil músicos tocando Nirvana e Bowie para 15 mil pessoas

>>

010816_rockin1000_2

Antes de entrarmos no assunto atual, cabe recapitular e voltar para julho de 2015. Você deve lembrar bem (ou não) de uma considerável turma de músicos malucos que fez um belíssimo flash mob em Cesena, cidade pequena da Itália, que reuniu 1000 músicos para tocarem juntos uma canção do Foo Fighters, “Learn To Fly”, com a intenção de chamar a atenção do Dave Grohl a ponto do grupo norte-americano fazer um improvável show na cidade. Como Grohl é o maior parça ever, ele logicamente curtiu a ação e levou o Foo Fighters para Cesena ainda ano passado, para retribuir o carinho dos músicos/fãs.

Acontece que aquela homenagem, que virou notícia mundo afora, rendeu um projeto maior. Semana passada, 1.200 músicos (incluindo muitas crianças), capitaneados pelo baterista Lorenzo Setti, fizeram um show inteiro no estádio municipal de Cesena, acompanhado por 15 mil pessoas, em evento intitulado “Rockin’1000 That’s Live”.

No setlist reedições de clássicos do rock como “Bittersweet Symphony” (The Verve), “Seven Nation Army” (The White Stripes), “Smells Like Teen Spirit” (Nirvana), “Rebel Rebel” (David Bowie) e People have the Power (Patti Smith). No total, foram 17 canções tocadas. A que fechou o show, claro, foi “Learn To Fly”, “single” que revelou a big band para o mundo.

Abaixo alguns registros da apresentação, incluindo a profissional “Rebel Rebel”, divulgada hoje.

>>