Parquet Courts também na TV, mostrando uma quase-faixa (!) do disco novo. E uma maravilha antiga como bônus

>>

* Outro que apareceu em programa de TV americano, desta vez num vespertino, o que torna o troço mais “bonito”, foi a “excitante banda de indie rock” Parquet Courts. As aspas aí são da apresentadora Ellen DeGeneres, que recebeu os meninos do Brooklyn para uma performance ao vivo do novo single, “Watching Strangers Smile”, MAIS OU MENOS uma faixa do discazadalhaço “Sympathy for Life”, lançado no finalzinho de 2021, a tempo de entrar em listas de melhores do ano de veículos decentes. Explicamos:

“Watching Strangers Smile” era para ser faixa de “Sympathy for Life” mas estava inacabada na hora de o disco começar a ser fabricado e foi só entrar em edição do vinil japonês, como bônus. Nos EUA e Inglaterra, meteram a música como lado B do hit “Black Widow Spider”, para justificar o lançamento tardio, mas a edição japonesa bota a música, pelo menos no streaming geral, no lugar em que ela merecia estar.

A canção é bem importante, significativa, para o Parquet Courts. “Ela foi gravada durante as sessões de ‘Sympathy for Life’, mas ficou inacabada. Eu gravei os vocais por conta própria para não enlouquecer naquele primeiro verão de confinamento. Peço desculpas aos meus vizinhos pela longa tarde que passei gritando esses vocais no meu quarto”, explica o vocalista e guitarrista A.Savage.

Outra das bandas que “we love”, nos moldes do grupo do post anterior a este, o Parquet Courts ainda conseguiu cometer a maravilhosidade de tocar na Ellen, como um conteúdo extra apenas para a conta digital do programa, a música “Stoned and Starving”, talvez seu grande primeiro hit, de seu segundo hit lá de 2012.

Desculpe-nos os superlativos algo exagerados porém não imerecidos, mas a maravilhosa “Stoned & Starving”, assim de repente, num começo do ano agitado como o deste 2022, é de lavar nossa alma indie.

Repare na condução da música depois do minuto 5. Rola até um rap roqueiro do Savage cantor. Depois e antes, a barulheira de respeito que a gente adora.

Vixe!

>>