Paul McCartney total: o disco novo, a apresentação na TV, o show surpresa em Nova York. E o Brasil

>>

100918_paul2

76 anos e o fato de ter tocado na banda mais famosa de todos os tempos não fazem do senhor Paul McCartney um cara preguiçoso na música hoje em dia, com a vida mais que ganha e um título de “Sir” da realeza britânica para o tornar um “imortal” entre nós mortais. O cara lança ainda discos bons e sai correndo para TVs e rádios para divulgar, faz shows e ações e sessions e dá entrevistas, como se tivesse no primeiro disco e tivesse 19 anos. Parece que com a mesma felicidade e gás de um iniciante.

Exemplos disso foram dados nos últimos dias, graças ao lançamento de “Egypt Station”, no feriado (nosso) de 7 de setembro. Vamos por partes. Primeiro, Paul esteve na condição de entrevistado e atração musical do programa de Jimmy Fallon, onde cantou a boa “Come On to Me”.

https://youtu.be/OBc7FwDrM_g

* Na sexta, dia do lançamento do disco, Paul invadiu a Grand Central Terminal, principal estação de trem de Nova York, e fez um show de quase duas horas com canções do novo álbum e ainda algumas clássicas de sua carreira solo e dos Beatles. A apresentação, conferida de perto até pela Meryl Streep, foi transmitida ao vivo no YouTube.

* Nesta segunda-feira, Paul liberou o vídeo para outro single, “Fuh You”.

* E no disco novo tem a música em homenagem ao…

* “Egypt Station” é o disco #17 da carreira solo de Paul, o primeiro de inéditas deste “NEW”, que saiu em 2013. A produção é assinada por Greg Kurstin, que recentemente trabalhou com nomes como Foo Fighters, Adele e Liam Gallagher.

>>