Phoebe Bridgers encara o teste do segundo disco com “Punisher”, que também pode ser candidato a melhor álbum do ano. Hein?

>>

Phoebe.Bridges

Estrela ascendente do pop, que anda com uma galera do indie, a fofa Phoebe Bridgers se candidata oficialmente na disputa do melhor disco do ano. Se cuida, Fiona Apple.

A loirinha de Los Angeles soltou nesta sexta-feira o aguardado “Punisher”, seu segundo disco de estúdio, que tem uma lista extensa de colaboradores, sendo eles: Conor Oberst, Lucy Dacus, Julien Baker, Christian Lee Hutson, Nick Zinner do Yeah Yeah Yeahs, Blake Mills e Nathaniel Walcott, do Bright Eyes.

“Punisher” chega super bem recomendado e apresentado pelos fortes singles “Kyoto” e “Garden Song”. A missão da norte-americana é manter o alto nível de seu disco de estreia, o badalado “Stranger in the Alps”, lançado em 2017.

Conseguiu?

>>