Popnotas CENA – Tudo o que a Isabel Lenza vê e canta. Bonifrate solta o último single. Ana Frango Elétrico e o vídeo de cinema. E a session incrível do Carabobina

>>

– A cantora paulistana Isabel Lenza lançou o segundo single de seu segundo álbum. A música se chama “Tudo o Que Você Não Vê” e vai estar em “Véspera”, o disco cheio, que sai em agosto, mais precisamente no dia 19. Tal qual o primeiro single, o belo “Imenso Verão”, este novo tem Lenza nos vocais e tocando violão, acompanhada de Leonardo Marques no baixo e pilotando outras sonoridades. “Véspera” foi todo gravado, produzido, mixado e masterizado por Leonardo Marques no estúdio Ilha do Corvo, em Belo Horizonte. Outro acerto de seu disco novo, “Tudo o Que Você Não Vê”, segundo Isabel Lenza, é a força feminina que rege o universo. “Ela está ao redor, por dentro e entre. Atravessa as dimensões e os tempos. De toada envolvente, sussurra ao pé do ouvido todo o seu poder e alcance. A base musical do refrão nasceu em uma fogueira rodeada por mulheres, depois de um dia em que todas nós vivenciamos um plantio de ervas medicinais em sistema agroflorestal, que recupera o solo. Cura e pulso de vida foram, então, o berço da música”, explicou.

– Outro que voltou em franca produção é o conhecido músico carioca Bonifrate, um dos fundadores da mais que conhecida banda indie Supercordas, que parou suas atividades. Mas temos Bonifrate solando em singles, até que chegará seu próximo disco, “Corisco”, que será lançado agora em julho digitalmente e em vinil pelo selo americano OAR, lar dos representantes da CENA Boogarins, Carabobina e Wry. Depois de “Rei Lagarto” e “Casiopeia”, dois dos mais interessantes singles, Bonifrate revela agora outro, “Cara de Pano”, o último antes de o álbum novo chegar. Se este single novo com cara de jovem guarda é bom? Óbvio! Vem acompanhado por um vídeo lyric bilíngue em que Bonifrate atua com, adivinha, uma cara de pano.

* Ainda pelos lados cariocas, CENA atual absurda, temos o vídeo novo de Ana Frango Elétrico para “Promessas e Provisões”, ainda música de seu excelente primeiro disco, o algo internacional “Little Electric Chicken Heart”, lançado há quase dois anos. A música, que tem Tim Bernardes tocando órgão e fazendo um “uuuuuuuus” ao fundo, tem aquele cheiro gostoso de vanguarda paulistana anos 80, mania interessantíssima da esperta cena indie do Rio de hoje. O negócio deste vídeo de agora da música de 2019 é que ele tem direção artsy, montagem e fotografia de Paula Gaitán, artista plástica, fotógrafa e cineasta colombiana, viúva de Glauber Rocha e mãe da cantora Ava Rocha. Ana Frango não é fraca.

– Depois de lançar o ótimo disco de estreia homônimo em novembro do ano passado, finalmente o duo Carabobina (foto na home) dá literalmente as caras com uma apresentação ao vivo, ainda que online. A dupla, formada pelo casal Raphael Vaz e Alejandra Luciani, ele o Fefel do Boogarins, ela engenheira de som venezuelana, gravou um vídeo de meia hora de seu som deliciosamente torto, ora eletrônico, ora psicodélico, ora electropsicodélico, com Alejandra cantando muitas, Raphael cantando algumas, tudo gravado na Fauhaus, espaço de imersão artística de SP, proprio para bandas de barulhinhos bons como o Carabobina. A session ainda guarda uma música inédita no final. Sente a brisa.

>>