Popnotas – Foo Fighters viajandão no novo vídeo. Flying Lotus dando poderes musicais ao guerreiro Yasuke. Artistas vs. streamings, episódio 2400. E o single novo da Angel Olsen

>>

– Repare no dia de hoje. Aqui no Brasil a gente lê 20/04, mas, nos Estados Unidos, por exemplo, se lê 4/20. Ou seja, aquela senha que maconheiros entendem muito bem. E daí que neste dia de celebração, digamos, o Foo Fighters aproveita para lançar um vódeo chapadíssimo da balada mais psicodélica do álbum “Medicine at Midnight”, lançado em fevereiro: a música “Chasing Birds”. Temos por aqui animação caprichada e lotada de referências a antigos vídeos da banda para fãs mais atentos perceberam – reparamos por aqui em “Everlong” – no caso, a mão gigante do Dave e o Pat Smear tirando seu disfarce de si mesmo -, a sala vermelha do vídeo de “Monkey Wrench”, o jato vermelho em “The Pretender”.

“Yasuke” é um anime que vai ser veiculado na Netflix a partir do final de abril. A animação é baseada na história real de um guerreiro de ascendência africana chamado Yasuke. A trilha sonora do desenho ganhou nada mais nada menos que duas inéditas do DJ e produtor bamba Flying Lotus – uma com participação do grande baixista Thundercat e outro com os toques produtivos de Niki Randa.

– Artistas na Inglaterra se reuniram para pedir que o governo atue para acertar o modelo de pagamento dos serviços de streaming. A carta aberta que conta com mais de 150 artistas incluí nomes como Paul McCartney, Stevie Nicks, Kate Bush e Damon Albarn – assinaram um documento instando o governo a corrigir o modelo de streaming. A reunião de artistas nesta carta é uma conquista da campanha #BrokenRecord, que luta para demonstrar a distorção atual do modelo de negócios, que premia os serviços de streamings, as gravadoras e praticamente abandona os produtores e os artistas, defendem.

Angel Olsen soltou um novo single: “Alive and Dying (Waving, Smiling)”. A música é parte do box “Song of the Lark and other far Memories”, que a cantora e multiinstrumentista lança no dia 7 de maio. O box é a reunião dos discos gêmeos “All Mirrors” e “Whole New Mess” – respectivamente um é o “original” e outro conta com releituras e inéditas. “Alive and Dying (Waving, Smiling)” é uma versão de “Waving, Smiling”, uma das inéditas do álbum “Whole New Mess”, de 2020, porém com um arranjo de cordas de Jherek Bischoff, que dá uma aura completamente nova para a música, que antes era um lamento ao violão.

>>