Popnotas – Kanye West vai tocar o disco novo em estádio de Chicago. Sem pedir vacina ou teste. Porches manda 16 “baby” seguidas no novo single. E o Metallica lembra show em São Paulo de 1993

>>

– Dia 8 de outubro sai o esperado álbum novo do Porches, projeto do maluquete-indie Aaron Maine. Esperado pelo menos por nós aqui, que temos o Porches como uma das nossas bandas prediletas. O disco novo vai se chamar “All Day Gentle Hold!”. E hoje ele soltou mais um novo single com vídeo do álbum, a música “Lately”, em que no refrão ele repete a palavra “baby” 16 vezes. Uma combinação maluca de Pavement com Lemonheads se faz necessária no que “Lately” tem de mais lo-fi com o jeitão desmiolado de Aaron. Para nós, está ótimo.

– Num dos seis DVDs ao vivo de uma das versões de luxo da caixa comemorativa dos 30 anos do famooooooso álbum homônimo do supergrupo Metallica, mais conhecido como “The Black Album”, a ser lançado em setembro, se encontra esta pérola aí de baixo, lançada hoje. Um vídeo da banda tocando o hit “Wherever I May Roam” em 1993 em São Paulo, no velho estádio Palestra Itália, que deu lugar à moderna arena do Palmeiras (<3). Foi tirada de show do dia 2 de maio daquele ano. Essa "Wherever I May Roam" em particular vai fazer parte do DVD ""Wherever We May Roam", que vai juntar um monte de vídeos de faixas do disco aniversariante do Metallica tocadas ao vivo em diversas partes do mundo. A parte que nos cabe está aqui:

– Como se já não fosse polêmico por si só, o rapper, herr, polêmico Kanye West vai fazer uma “listening party” para fãs no estádio Soldier Field, em Chicago vendendo ingressos, aos moldes do que ele fez recentemente em Los Angeles, na Califórnia, para botar ouvidos em teste na audição de seu próximo disco, “Donda”, que ele avisa que não está totalmente pronto ainda. Está entendendo? Mas agora é que vem a polêmica mesmo: para os 38 mil pagantes que quiser ir lá no Soldier Field apenas ouvir o disco, dentro do cálculo que fazem, não vai ser pedido prova de vacinação nem atestado negativo para a covid-19. Kanye West, a gente sabe, tem uns posicionamentos políticos esquisitos, mas desta vez ele está respaldado por autoridades de Chicago, que afirmam que esta é praticamente metade da ocupação máxima do estádio, então “tudo bem”. Falam que desde o meio de junho Chicago está mostrando que a situação é controlada, mesmo que eles não afrouxam nos protocolos em todos os lugares de eventos na cidade. E que todo mundo, por lá, coopera com máscaras, higienização e distanciamentos. Há poucas semanas, Chicago abrigou o gigantesco Lollapalooza, festival que levou mais de 100 mil pessoas por dia ao Grant Park, sem máscara e distanciamento nenhum, por quatro dias de evento. Mas com exigência de vacina e teste de 72 horas, senão não entrava. O “resultado sanitário” foi bem bom, dentro do quadro: apenas 203 pessoas apresentaram contaminação para a covid nos dias seguintes ao Lolla. Vamos acompanhar.

>>