Popnotas: O niver australiano do Iggy. A teoria da evolução do The Knife em vinil. O look do MGMT. E as sessions do Osees

>>

– Parabéns, Iggy! Ok, ainda é cedo, mas para comemorar seu aniversário neste ano, dia 21 de abril, o veterano do punk Iggy Pop planeja um streaming de um dos seus garbosos shows do começo da turnê de 2019, na icônica Sydney Opera House. Na época, ele fez duas apresentações esgotadíssimas, e a segunda delas foi gravada e será disponibilizada em seu aniversário de 74 anos. O streaming será em diferentes horários, para agradar os fãs ao redor do mundo. Se você tiver interesse, pode encontrar os ingressos por aqui.
(Foto na home da Popload)

– A famosa e excêntrica ex-banda dinamarquesa The Knife vai ter lançado em vinil pela primeira vez o seu disco de 2010, o “Tomorrow, In a Year”. Sai dia 20 de agosto, como uma das ações de aniversário de 20 anos da banda dos irmãos Karin e Olof Dreijer. “Tomorrow, In a Year” é um trabalho insólito dentro da discografia do duo, uma vez que foi encomendado ao Knife por um grupo de dança que queria musicar uma comemoração aos 150 anos de “A Origem das Espécies”, obra literária de teoria científica de Charles Darwin. O disco é bem louco. Pensa!

TheKnife_TIAYvinyl_CoverArt_hires

– De novo o lindo Metronomy. A banda inglesa, estamos falando por aqui há alguns posts, vai lançar a edição comemorativa do maravilhoso “The English Riviera”, seu terceiro disco, que completa no mês que vem seus 10 anos de idade. O lançamento é dia 30 de abril. O álbum, remasterizado, vai vir om seis canções inéditas, que ficaram de fora da montagem final das músicas do disco. Como parte dessa merecida comemoração, ainda, temos que o duo nova-iorquino MGMT fez um remix de “The Look”, uma das mais marcantes músicas não só do “English Riviera” como da carreira do Metronomy. Se a gente gostou?

– A banda indie californiana que já teve várias formações e vários nomes, capitaneada por John Dwyer e que no momento atende por Osees, vai fazer agora, em 10 de abril, um streaming de suas “Levitation Sessions II”, que foi armada numa fábrica abandonada em Los Angeles. A performance foi gravada com câmera 360º e tudo. Eles prometem coisas inéditas e “surpresas” no setlist. O selo “Levitation” de apresentações do Osees nasceu no ano passado, quando a banda fez essa live, em setembro. Agora vem a segunda da série, paga, e que depois vai render um álbum duplo ao vivo. Para ver a “Levitation Sessions II, o ingresso, que pode ser achado aqui, custa nem 4 dólares.

>>