Prepare-se para ser devastado. Ouça “Process”, o aguardado disco de estreia do Sampha

>>

030217_sampha1

Está sendo lançado hoje, enfim, o aguardado disco de estreia do Sampha, um dos caras mais requisitados do mundo pop. Depois de dois EPs, o músico e compositor inglês chega para devastar nossos corações com o álbum cheio “Process” e mostrar porque o Kanye West e a Solange fizeram tanta questão de ter o cara em seus discos recentes.

Acho até que não é exagero recapitular o que falamos sobre o cara por aqui neste início de semana. Sampha é guiado por um piano clássico, batidas modernas e por uma voz à la James Blake, mas mais encorpada e menos frágil.

Sampha, mais por seus créditos como artista do que por lobby, é amigo da galera do XX, já apareceu há alguns anos em disco da Beyoncé, deu um toque de arte ao hip hop pop do grande Drake, é idolatrado pelo indie-eletrônico SBTRKT; Kanye West e Frank Ocean não param de citá-lo.

Seus dotes de novo prodígio da música britânica, mesmo aos 27 anos, apareceram ainda e também no último disco da Solange, considerado por muitos um dos grandes discos de 2016. Seu estilo é soul, mas ele passeia por vários gêneros sem perder o clima.

O mais novo número da revista extracool “New Yorker”, que acabou de sair, gastou três páginas com Sampha, para dizer, entre outras coisas, que “Process”, seu disco, apesar do nome, é um dos produtos mais bem acabados da música atual. O álbum sai pela Young Turks, gravadora do XX, FKA Twigs, Jamie XX, e pode ser ouvido, na íntegra, abaixo.

>>