Save a prayer: Eagles of Death Metal homenageia memória de vítimas de ataque em Paris após dois anos

>>

Fotos: Getty

Fotos: Getty

O 13 de novembro vai ser para sempre uma data especial e marcante para a França. Foi nesta data, em 2015, que a cidade de Paris vivenciou um dos maiores atentados terroristas de sua história, quando 130 pessoas foram mortas em seis ataques simultâneos, o pior deles na casa de shows Bataclan, durante show do Eagles of Death Metal, que registrou 89 vítimas fatais.

Para celebrar a memória dos que se foram, sobreviventes ao ataque realizaram ontem um evento em homenagem às vítimas na sede da prefeitura do 11º distrito da cidade.

O cantor Jesse Hughes e o guitarrista Dave Catching compareceram à cerimônia e cantaram “I Love You All The Time” e “Save a Prayer”, cover do Duran Duran, que acabou se tornando símbolo de todo o terror, uma vez que a canção foi a última tocada pelo grupo antes do ataque se iniciar na casa de shows.

“Estou feliz por ver todos vocês. A única razão por ainda estarmos de pé é porque todos continuam amando o rock’n’roll”, disse Hughes, antes de entregar flores brancas para os presentes. Entre os homenageados está Nick Alexander, que fazia parte do staff da banda, e foi morto durante o ataques.

A apresentação intimista pode ser conferida abaixo.