Em 110v:

CENA – No 110v e 220v, a rapper Bivolt lança dois singles que são três músicas! Deu para entender? A gente mostra…

1 - cenatopo19

* A rapper santista Bárbara Bivolt, que já é bem conhecida para os mais atentos na cena pelo singles ou participações especiais, como no disco solo do Edi Rock ou na faixa “Poetisas no Topo”, prepara seu primeiro álbum. Enquanto o disco não chega, ela apresenta dois singles que na verdade são três sons. Não entendeu? A gente explica.

Com produção do escolado produtor Nave (que já assinou trabalhos com Emicida, Karol Conká e Rodrigo Ogi), as faixas “110v” e “220v”, que brincam com o nome da artista, lógico, viram uma terceira faixa quando tocadas juntas. Lembra a experiência do Flaming Lips em “Zaireeka”? A pegada aqui não é tão radical quanto no disco quádruplo, mas é tão interessante quanto.

As faixas funcionam separadamente, sendo “110v” o lado soul e R&B de Bivolt, enquanto “220v” é seu lado 100% rap, batalha de rua. A foto ilustra isso.

2 - 2

Experiência da agência AKQA São Paulo, que já levou um Cannes pelo projeto “Bluesman” com Baco Exu do Blues, a ideia segue no vídeo da faixa dirigido por Aline Lata, que exibe um dia na vida de Bivolt respeitando as diferenças de voltagem – um mais intenso e outro mais relax.

Aproveita que nosso embed aqui facilita a experiência de dar o play simultâneo, ouça as faixas separadamente e depois em conjunto para o lance da viagem.

As faixas “110v” e “220v” fazem parte do primeiro álbum de Bivolt, que leva o seu nome e saiu hoje. A “terceira música”, as duas juntas, não está no disco.

>>