Em 1991:

POPLOAD TV – Programa Gliv Rocks mostra os discos que abalaram o ano mágico de 1991 na música

>>

* Há 30 anos, a música passaria por uma transformação profunda que tem consequências indeléveis até hoje no tipo de som que a gente escuta. Falar desse ano mágico de 1991, sob a ótica dos principais discos lançados naquela era, é o tema de mais uma parceria com o Gliv Rocks e a Popload TV, o canal do Youtube da Popload.

Não dá para tratar dos efeitos de 1991 na música sem passar umas quatro horas falando, mas Alê Zampieri, o apresentador e mr. Gliv, traçou um belo panorama através de 19 álbuns importantes de 91. E olha que ele já começa dizendo que ficaram “alguns bons discos de fora”. Eu diria que ficaram muitos, porque 1991 foi impressionante.

Não pense que 1991 se reúne “apenas” ao monumental e espetaculoso “Nevermind”, do Nirvana, que mudou tudo ao chacoalhar de surpresa a indústria. O Gliv Rocks elenca e explica o que os discos de REM, Guns N’Roses, EMF e Michael Jackson, para citar só esses, causaram na música neste ano bendito. A cada um a seu jeito e alcance, claro.

***

((E, claro, o programa gerou uma playlist de 19 músicas representativas dos 19 discos de 91, no Spotify)).
>>

Azealia Banks, o furacão, convida você para dançar

>>

* Popload em Los Angeles. De olho na Azealia Banks, como não…

Uma das atrações mais esperadas do Planeta Terra, festival que vai tomar o Jockey Club dia 20 de outubro, a hot Azealia Banks soltou um novo vídeo para “1991”, uma das melhores músicas de sua curta e exitosa carreira, que é carro chefe do EP de mesmo nome lançado em maio deste ano.

Azealia, nome forte desse novo rap que a cada dia que passa surpreende mais, aparece bem cool nesse novo vídeo, que mixa diversas imagens e coreografias. Bom para começar a semana no gás.

* 1991, não custa lembrar, foi o ano que o “punk broke”: Nirvana e todo o indie rock americano que virou a música pop de ponta-cabeça. Mas não deve ter sido isso que motivou Banks a fazer essa música, haha.

** Miss Banks é a grande capa atual da revista “Spin”, aqui nos EUA, enquanto a publicação não acaba… A capa é lindona e traz o título “Here Comes Azealia Banks”. A chamada para a reportagem é boa, também:

* A Popload está em Los Angeles a convite da Chilli Beans, patrocinadora do FYF (Fuck Yeah Festival), o maior festival pequeno do planeta, com 70 bandas, de M83 a Paul Banks, de Dinosaur Jr a Glass Candy.

>>

Lá vem bagunça. Azealia Banks lança EP, Popload entrega duas faixas e rapper é analisada por crianças

>>

* É lançado hoje nos EUA o EP “1991”, da rapper bagunceira Azealia Banks, do Harlem, NYC. O disquinho da rapper dance de 20 anos, que chega às lojas hoje em CD e vinil e já está virtualmente disponível no iTunes desde ontem, traz o single blockbuster “212”, essa deliciosa “1991”, já conhecida mas agora em versão “completa”, mais “Liquorice” e “Van Vogue”. Engraçado o disco da rapper se chamar “1991”, se você pensar além de que o ano é o de seu nascimento. 1991, a gente sabe, foi “the year that punk broke”.

Do EP, a Popload entrega “1991” e “Van Vogue”.

No último Coachella, tem Azealia mandando a letra em “1991”

E, também, a rapper tendo seu hit “212” analisado por criancinhas inglesas, em vídeo inspirado da “Vice” e do projeto Noisey. A moçadinha começa com um conselho para Azealia: “pratique mais para se tornar melhor”. Veja isso.

>>