Em 1998:

E o Chet Faker galã na TV, batendo palminhas?

>>

Screen Shot 2015-04-23 at 18.23.11

* Calma, Chet, ainda vou me acostumar. Acho. Mas por enquanto continuo estranhando essa pegada crooner-líder de banda-cantor de microfone na ponta do palco do músico australiano Chet Faker, um dos fazedores de música a partir de botões mais legais dos últimos anos.

De todo modo, a força das grandes pequenas canções dele supera posturas quaisquer. E daí que não deixa de ser bonita essa performance do cara que copiou o nome do meu gato ao vivo para a TV americana.

Para o programa do Jimmy Kimmel, em vídeos divulgados hoje, Chet mostrou as pérolas “1998” e “Gold”, com baixo, bateria e guitarra atrás.

Chet Faker, atração do último Coachella, que arrastou um público Chico Buarque recentemente no Rio de Janeiro, usando as mãos para bater palminhas, você vê embaixo.

>>

O dia em que Chet Faker tocou em São Paulo

>>

* A agitada semana do evento Rubber Tracks, no Cine Joia, rendeu shows ótimos, tumulto na porta da casa, susto dentro dela e uma série de nove vídeos que a Converse lança hoje em seu canal de Youtube, para lembrar parte do evento que mobilizou São Paulo entre os dias 30 de julho e 3 de agosto. É uma música de um artista que tocou no Joia, com trechos do palco misturados a bastidores e galera.

Screen Shot 2014-09-16 at 14.27.08

Entre esses vídeos está um da rápida passagem do australiano Chet Faker, que fez um show curto porém intenso, tocando muitas das músicas de seu disco de estreia, o encantador “Built on Glass”.
A música, transformada em clipe pelos diretores brasileiros Gandja Monteiro e Gustavo Bockos, é a maravilhosa “1998”. O vídeo da mais artsy que efetivamente musical, mas dá para sentir o clima cool que foi a repentina e fugaz visita de Chet Faker, espremido no line-up do evento da Converse, abrindo para o rapper Busta Rhymes.

* A foto incrível de Chet Faker no Cine Joia, que ilustra a home da Popload, é, para variar, da galera do I Hate Flash.

* Altamente recomendável, também, é o do grupo canadense de indie metal Fucked Up mandando seu hit “The Other Shoe”, para finalizar o show. Se quiser ver, o link está aqui.

>>

I like the way you work it. Chet Faker ao vivo no Brooklyn

Screen Shot 2014-05-21 at 7.30.48

Semana passada, mais precisamente no sábado à noite, fui novamente ver o músico australiano Chet Faker girar botões precisos e impor sua voz amargurada de cantor de soul em Nova York. A apresentação de Faker foi no Music Hall of Williamsburg, no Brooklyn.
O produtor de Melbourne segue mostrando em duas mesas e um teclado o seu recém-lançado primeiro disco, o lindo “Built on Glass”, mais algumas músicas de seu EP anterior, entre elas a cover de “No Diggity” (Blackstreet), do ano passado, que deu visibilidade a Chet Faker.

Diferentemente do show improvisado em “gaiola” no club Output, na mesma semana, não havia bateria no palco e ninguém subiu para constituir uma banda de suporte a Chet Faker. Era ele e ele.

Screen Shot 2014-05-21 at 14.29.02

Você sabe quando o cara tem o público na mão quando uma casa lotada faz silêncio total nos momentos introspectivos e quase sem som de algumas passagens das músicas do produtor australiano. Os gritinhos de galera só se ouviam quando a poderosa e sentimental voz de Chet Faker preenchiam esses vazios sonoros.

Diferentemente do show passado, esse deu para fazer uns registros rápidos em vídeo.

* A Popload esteve em Nova York a convite da marca italiana de óculos Ray-Ban

**