Em 6000 dias:

Boogarins – O vídeo novo na “NME”, as fotos do show de Londres + uma música, Boogarins + salmão defumado na Bélgica

>>

Screen Shot 2015-11-03 at 14.48.43

* Seguindo a “dominação mundial”, a banda goiana Boogarins segue mostrando na Europa os shows do seu recém-lançado segundo álbum, “Manual”. Hoje o quarteto de Benke e Dinho se apresenta em Copenhagen, na Dinamarca.

De quinta-feira para cá, muita coisa aconteceu na vida do jovem grupo de jovens protagonistas desta jovem psicodelia planetária. Na sexta, o dia propriamente oficial do lançamento do disco, eles ganharam o “Dia Boogarins” na Popload.

Na véspera, quinta, tocaram no importantíssimo para bandas novas Old Blue Last, no lado east de Londres. Temos fotos e vídeo do show com o clima do lugar, tudo abaixo. No domingo, entre os shows já feitos nesta recente turnê europeia, a banda tocou num clube em Liège, na Bélgica, cujo ingresso era vendido com um brunch, para os frequentadores do principal clube da cidade, o Reflektor, que ainda é um café e uma loja de discos. Temos imagens e o cardápio oferecido para comer vendo a psicodelia mutantiana do Boogarins.

Ontem, a revista inglesa em mutação “New Musical Express” publicou com exclusividade o ótimo novo vídeo da banda, para “6000 Dias”, uma das melhores músicas de “Manual”. O vídeo de “6000 Dias” é uma coleção de imagens tiradas da última tour americana do grupo de Goiás. A “NME” definiu bem o que é a música em si (em inglês, claro): “This track, like those that surround it on the album, is like stepping into a vivid dream: full of guitar lines that are woozy, hazy things, before growing in strength and building into a vibrant tangle that wraps itself around your ears”.

Bom, vamos lá. Temos então…

…O vídeo novo do Boogarins

…As fotos classe do show de Londres

1 - Boogs_London1

4 - Boogs_London4

Screen Shot 2015-11-03 at 15.06.41

6 - Boogs_London6

* Tanto as fotos acima quanto o vídeo abaixo são do fotógrafo LJ Campos, baseado em Londres.

…O vídeo para “Falsa Folha de Rosto”, do disco novo, ao vivo no Old Blue Last

…As fotos do brunch com Boogarins na Bélgica

Screen Shot 2015-11-03 at 15.11.41

Screen Shot 2015-11-03 at 15.13.06

Screen Shot 2015-11-03 at 15.14.57

Screen Shot 2015-11-03 at 15.15.21

>>

Mais Boogarins. Ouça a incrível “6000 Dias”, faixa do disco novo

>>

* Olha o Boogaris de novo, com som novo, do disco novo.

Boogarins 2015 @ Beatriz Perini

A banda goiana apresenta hoje o single “6000 Dias”, delícia cadenciada tipo Mutantes, tipo Lô Borges, por que não “Syd Barrett de Goiânia”? Mas, enfim, muito Boogarins. A música é faixa de “Manual”, disco que está para ser lançado oficialmente no mundo todo, agora no finalzinho de outubro. Inclusive no Brasil, veja você.

O Boogarins, turnê planetária pela frente, faz show especial no próximo dia 25 no Mirante 9 de julho. Sabe o que é um show no Mirante?

>>

Ao vivo: Boogarins em SP

>>

Screen Shot 2015-09-01 at 9.32.21

* A banda goiana Boogarins fez uma apresentação ao vivo no Centro Cultural São Paulo no começo de uma noite da semana passada. Até aí tudo no lugar. Um grupo de fora da cidade sem álbum lançado no Brasil num local charmoso porém pequenino, num horário (19h) que não é qualquer cidadão que pode ir prestigiar, principalmente se vive e/ou trabalha em SP. Já vi o Muse tocar assim em Chicago, o Arctic Monkeys se apresentar para menos gente em Austin, o Chemical Brothers meter seus baticuns nos ouvidos de Chicago para um público interessado nos shows que haveriam a seguir.

Não estou querendo dizer que daqui uns anos o Boogarins vai tocar em arenas, tipo o Muse em novembro por aqui. Mas uma banda sem disco lançado no país, sem tocar em rádio, sem passar vídeo na TV, lotar uma casa do tamanho que seja às 19h, com ingressos gratuitos (rá!) distribuídos e evaporados duas horas antes (ou seja, tinha que estar lá perto das 17h), com galera cantando em uníssimo não só uma, nem duas, nem três canções desse primeiro disco (bem, foi pelo menos quatro delas, que eu contei) nem lançado no país, é de fazer ainda admirar caras como eu, que vejo de dentro como a indústria de música funciona no Brasil pelo menos desde os anos 90. Ok, a internet…

O Boogarins lança seu segundo álbum no exterior no final de outubro, via o selo nova-iorquino “Other Music”. O nome do disco é “Manual”, sugestivo. Já tem turnês marcadas na Europa e nos EUA e além. “Manual” vai sair no Brasil inclusive, assim como enfim o álbum de estreia, “As Plantas Que Curam”, uma belezura lançada apenas em outro hemisfério, no ano passado, porque aqui ninguém quis.

Desse show no Centro Cultural de São Paulo, tiramos a faixa “6000 Dias”, talvez o segundo single a ser lançado do disco novo. Em terras em que single é “música de trabalho” e lançamento importante, para que uma banda atinja um público maior, diferente. Ah, como se viu no CCSP, o Boogarins nem precisa ser convencionalmente “trabalhado”.

>>