Em ac/dc:

Depois do auê todo da volta, AC/DC dá um tiro na nossa escuridão em single novo

>>

* Uma volta do AC/DC com formação clássica só poderia resultar numa música clássica, bem AC/DC. A banda australiana mais famosa (não, não é o Tame Impala _ ainda), depois de um fuzuê nas redes sociais anunciando seu retorno à ativa, lança agora “Shot in the Dark”, um tiro no claríssimo mundo do hard rock que ajudou a formar, nos anos 70.

E, vamos falar, para um mundo pandêmico deprimente como este, um rock clássico até que cai bem.

Brian Johnson, Angus Young, Phil Rudd e Cliff Williams, reunidos, vão lançar “POWER UP”, álbum de número 17 que sai no próximo dia 13 de novembro, em vários formatos.

Em 2016, Brian Johnson teve um grave problema de audição e foi substituído por Axl Rose, do Guns N’Roses, uma das movimentações musicais mais bizarras deste século. Agora Johnson e seu marcante quepe estão de volta para tentar nos salvar do vírus.

>>

AC/DC volta a ficar online, posta vídeo raro de “Highway to Hell”, e alimenta rumores de uma nova turnê até com o Brian Johnson retornando. Dizem até que…

>>

060115_acdc

Vira e mexe aparecem boatos fortes a respeito do gigante AC/DC. Qualquer movimento da banda, oficial ou não, deixa a base de fãs do grupo ao redor do mundo ouriçada. A mais recente vem a partir das redes sociais dos australianos.

Há quase dois anos, o grupo não postava nada em seu Facebook, por exemplo. Até esta semana. Eles subiram um conteúdo que abre as comemorações pelos 40 anos de lançamento do clássico disco “Highway To Hell”. O vídeo publicado é de uma apresentação da faixa título em um programa de TV holandês, “Countdown”, em 1979, ainda com o ex-vocalista Bon Scott, que morreria meses depois.

A movimentação online do AC/DC vem em uma época em que são fortes os rumores acerca de um retorno da banda aos palcos com o vocalista Brian Johnson, que deixou o grupo em 2016 devido a problemas auditivos. À época, a banda chegou a cancelar shows porque o cantor poderia ficar surdo de vez se continuasse fazendo turnês. Pouco tempo depois, Axl Rose assumiu o microfone do AC/DC em shows pelo mundo e segurou bem a bronca.

Desde o ano passado, são muitos os rumores sobre, inclusive, a gravação de um disco que incluiria, além de Johnson, os músicos Phil Rudd e Cliff Williams. A rádio canadense V100 tem garantido que, em breve, shows serão anunciados.

***

* Bom, já que estamos no campo dos rumores, parece até que o AC/DC pode aparecer por aqui no primeiro semestre do ano que vem.

>>

Eita! Parece, Brian Johnson e Phil Rudd estão de volta ao AC/DC. Gravando um novo disco ainda por cima

>>

O seminal AC/DC parece estar com ótimas novidades para os fãs. Brian Johnson e o baterista Phil Rudd, parece, estão de volta ao grupo. A informação é do jornal The Georgia Straight.

A publicação conta que a banda australiana está em Vancouver gravando um novo disco no mesmo estúdio onde foram trabalhados os últimos três álbuns deles.

Johnson deixou o grupo após ter sido diagnosticado com um problema auditivo grave no início de 2016. À época, a banda chegou a cancelar shows porque o cantor poderia ficar surdo de vez se continuasse fazendo turnês. Pouco tempo depois, Axl Rose assumiu o microfone do grupo em shows pelo mundo.

O The Georgia Straight divulgou uma foto da dupla nos arredores do estúdio.

Foto: The Georgia Straight

Foto: The Georgia Straight

>>

Vai ter mais Axl Rose com AC/DC sim. E, se reclamar, vai ter disco de inéditas ainda por cima

>>

010616_axlacdc2

Fale o que você quiser, mas a intenção do AC/DC é continuar com Axl Rose no comando. O site Alternative Nation destacou que o biógrafo da banda australiana, Murray Engleheart, disse que Angus Young tem projetos audaciosos com o vocalista do Guns N’ Roses, incluindo gravações de material inédito.

“Especulem o que quiserem, mas vou dizer outra vez: o AC/DC vai continuar com Axl nos vocais, com novo álbum e turnê. O que era um grande desafio para Angus se tornou proporcionalmente um enorme triunfo para o cenário futuro”, disse Murray.

Axl excursionou com o AC/DC em 2016 e foi elogiado por boa parte dos fãs e da crítica. O último álbum do lendário grupo australiano é “Rock or Bust”, de 2014.

>>

Let there be rock! Foo Fighters presta homenagem a Malcolm Young no México

>>

201117_malcolm2

O Foo Fighters foi uma das diversas bandas que renderam homenagens a Malcolm Young, ex-guitarrista do AC/DC, que morreu no último sábado, aos 64 anos de idade. Malcolm sofria de demência e foi afastado do grupo australiano em 2014.

Durante show no México, Dave Grohl não perdeu a oportunidade de prestar seu tributo ao guitarrista, uma vez que o AC/DC é uma de suas bandas favoritas.

No palco, Dave disse que a apresentação daquela noite no Corona Festival era dedicada à Young. O Foo Fighters entrou em cena com uma foto do guitarrista no telão e logo na abertura mandou “Let There Be Rock”, som da banda australiana que Dave Grohl e seus companheiros tocam há anos.

“Thank you, Malcolm for the songs, and the feel, and the cool, and the years of losing control to rock and roll. I will do just that tonight, for you”, mandou o Grohl.

>>