Em agora:

Popload Live: hoje, 17h, no Stories da @poploadmusic, conversa com a cantora e guitarrista Sara Não Tem Nome

>>

* Sara Não Tem Nome é o nome de hoje no quadrado de baixo da Popload Live, que acontece logo mais, 17h, na conta do instagram da @poploadmusic.

A cantora, compositora e guitarrista mineira, 26 anos, um dos promissores nomes da CENA brasileira desde que lançou seu primeiro álbum, “Ômega III”, isso há mais de quatro anos, tem um retorno inesperado agora no meio da pandemia com uma música nova exatamente sobre ela, a pandemia. Ou as consequências humanas da.

Nessas, sai a delicadeza da niilista Sara Braga (que tem nome!), que oscilava entre a MPB mineirinha e o indie folk, e entra um pessimismo pós-punk da época da cultura “no future” dos anos 80.

Isso tudo, do (não-)nome ao novo single e as mudanças das letras do cotidiano irônico para cotidiano quase desesperançoso que vamos falar logo mais na live, tudo temperado, claro, por duas canções de Sara.

Bate lá na @poploadmusic às 5.

2 - PHOTO-2020-04-28-13-04-06

A live da Popload foi criada para proporcionar, em tempos de clausura, papo e performance com pessoas legais da nossa música. Inclusive… tocando música.

Já rolou por aqui conversa e som com Flavio FingerFingerrr, André Aldo, Eduardo Apeles, Vivian Kuczynski, Lucas Fresno, Rita Papisa Oliva e Ale Sater, do Terno Rei, Bianca e Rodrigo do Leela, Lucas da Glue Trip, Fefel do Boogarins, Duda Brack, Clarice Falcão, Gabriela Deptuski, do My Magical Glowing Lens, Jay Horsth, do Young Lights, Salma & Macloys, do Carne Doce, a trinca Naíra, Érica e Caro, do sexteto Mulamba, e João Erbetta, do Los Pirata, e o Popoto, da banda Raça. Tudo regado a som ao vivo, adaptado, rearranjado, diferente, tecnicamente perdoadíssimo.

Já teve até DJ set, do ótimo Willian Mexicano, na semana passada, com a digníssima diva pop Pabllo Vittar participando animada. Já teve conversa sobre a história da CENA brasileira com um dos personagens principais dela desde sempre, o agitador Fabrício Nobre. Já teve papo de jornalismo musical com Pedro Antunes, editor da “Rolling Stone”, porém mais conhecido como o inventor do programa “Tem um Gato na Minha Vitrola”.

A ideia da live é que ela, diária, de segunda a sexta no período de quarentena, não necessariamente tenha um horário padrão para rolar, mas até que tem acontecido bastante às 17h. A gente avisa aqui e nas redes o horário certo do dia. Ou, melhor, reforça o aviso quando NÃO for às 5 da tarde.

Então, hoje, às 17h, daqui a pouquinho, no Stories do @poploadmusic, receberemos o Bruno Natal, entre muuuuuitas coisas, a voz do Resumido, o podcast.

E lembrando que as Lives passaram a ficar disponíveis no igtv da conta do Popload Music, para outras revisitações ou mesmo para ver pela primeira vez. É isso.

>>

CENA – A quarentena não fez bem a Sara Não Tem Nome. Ou fez! Ouça a marcante “Agora”

1 - cenatopo19

* “Será que o Mercado vai lavar suas mãos invisíveis?”

A cantora e guitarrista mineira Sara Não Tem Nome, que na verdade tem e é Sara Braga mas a coisa não tem simples assim, está de volta. A letra inicial de seu mais novo single, “Agora”, inédita que sai ~agora~ muito tempo depois de seu primeiro álbum, “Ômega III” (2015), e do single “Geografia” (2016), tudo muito fofo, tudo muito bonito, vem impregnada de pandemia, descontrole ambiental, coisas atuais ruins.

O “Mercado” citado da letra tem maiúsculas minhas, como a entidade cruel que regula economia e comportamentos da população sob a prisma do dinheiro.

Se a gente vive uma espécie de volta do pós-punk inglês dark e sem futuro, Sara Não Tem Nome é a nossa Joy Division às avessas. Foi da popice dançante mineira ao nosso “no future” particular e mineiro. E, em trajetória mais às avessas ainda, vai aos Sex Pistols no fim e proclama que “o futuro é agora”. Mas de seu jeitinho. “Não há mais tempo/ Não dá pra esperar/ A hora é agora.”

sara1

Viagens sonoras à parte, a niilista Sara faz uma indie-MPB não para iniciantes. Sempre fez. Mistura Brasilzão, mineirices e dream pop. Vamos descobrir o que mais ainda neste ano, quando sairá “A Situação”, seu segundo disco e da qual “Agora” faz parte.

Esta intensa “Agora” foi produzida e gravada pela mineira em sua casa, no autodemoninado estúdio “Quarto Intergaláctico”. O vídeo dela, em produção, chega agora em maio. A arte da capa, acima, foi criada por Victor Galvão, que também mixou a música. Tudo em casa.

***

* A foto de Sara na chamada da home da Popload para este post é de Leo Longo.

>>