Em alabama shakes:

Saiu a lista das Lolla Parties. Eagles of Death Metal faz show no Cine Joia. Snoop ataca de DJ

>>

270116_cwk

* Conforme adiantamos há dois postinhos, o Lollapalooza Brasil soltou nesta manhã a lista dos sideshows que vão fazer as Lolla Parties deste ano, as performances intimistas, em clubes. Direto e reto, a lista é assim:

* MARINA & THE DIAMONDS, dia 11 de março, no Audio Club
* SNOOP DOGG DJ, Snoopadelic, dia 13 de março, no Audio Club
* ALABAMA SHAKES e COLD WAR KIDS (foto acima), dia 14 de março, no Audio Club
* EAGLES OF DEATH METAL + Vintage Trouble, dia 15 de março, no Cine Joia

* Ingressos para todas as Lolla Parties estarão disponíveis a partir de hoje (27/01), ao meio-dia, na bilheteria oficial no Citibank Hall São Paulo (Av. das Nações Unidas, 17.955), pela internet e pontos de vendas espalhados pelo país.

Rio de Janeiro e Curitiba são outras cidades que terão shows solos do Lollapalooza paulistano.

* OF MONSTERS AND MEN e THE JOY FORMIDABLE dividem o palco do Circo Voador, no dia 13 de março. Infos do Circo, aqui.
* FLORENCE & THE MACHINE e MUMFORD & SONS tocam no Metropolitan, Rio, no dia 14 de março. Info e ingressos aqui.
* ALABAMA SHAKES assume o Circo Voador em show solo no dia 15 de março.
* Twenty One Pilots e Walk The Moon se apresentam no Sacadura 154, no dia 16 de março, no Sacadura 154. Ingressos aqui.

* O veterano grupo de hardcore punk BAD RELIGION se apresenta em CURITIBA no dia 15 de março, no Spazio Van. Info de ingressos aqui.

Corra, Lolla. Corra!

>>

Lolla Brasil solta lista de sideshows hoje em SP. Rio e uma “terceira cidade” recebem apresentações

>>

alabama shakes

Começa a esquentar o papo sobre os famosos sideshows do Lollapalooza. No caso, as bacanas Lolla Parties, pratica trazida da matriz de Chicago, quando o festival bota algumas de suas atrações para tocar em clubinhos menores e dar um gás nas cenas locais. É, no evento brasileiro, uma espécie de presente para os fãs que não são tão adeptos asim à ideia grandiosa de festival, que costuma levar tipo milhares de pessoas ao Autódromo de Interlagos.
((Fala-se nos bastidores que este vai ser o Lolla Brasil mais lotado de todos. Ouvi números na casa dos 80 mil/dia, já.))

O Lollapalooza deve divulgar logo mais que as Lolla Parties vão acontecer em São Paulo, Rio de Janeiro e uma terceira cidade. É possivel que a princípio apenas São Paulo tenha seus “shows extras” anunciados.

O que quase dá para cravar é que, em São Paulo, devem fazer seus shows solo as bandas Alabama Shakes (foto), Eagles of Death Metal e o guitarrista dos Strokes, Albert Hammond Jr, se nada mudou nos últimos dias. Atrações maiores, Florence & the Machine e Snoop Dogg, possivelmente, se apresentarão no Rio de Janeiro e/ou na “terceira cidade”. Mais bandas estão na lista das Lolla Parties.

A qualquer momento voltaremos com mais informações para “ajustar” este post.

>>

E o 2016 começa no ritmo delicioso do Alabama Shakes

>>

060115_alabamashakes_slider

Uma das bandas mais legais da música alternativa nos últimos tempos, o delicioso Alabama Shakes, liderado pela voz talentosa de Brittany Howard, foi uma das atrações do primeiro episódio do tradicional Austin City Limits, programa que vai ao ar há décadas na TV americana, mostrando performances de artistas tocando ao vivo, num esquema pocket-show mesmo.

O Alabama Shakes apareceu no programa para mostrar seu último disco, “Sound & Color”, lançado ano passado. A banda norte-americana é uma das atrações do Lollapalooza Brasil, em março, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

A banda Vintage Trouble foi a outra atração do Austin City Limits. As duas apresentações podem ser conferidas abaixo.

Setlist – Alabama Shakes
Future People
Dunes
This Feeling
Gimme All Your Love
Don’t Wanna Fight
Over My Head

>>

Alabama Shakes faz performance linda no Colbert

>>

291015_alabama2

Brittany Howard, talvez a menina que mais brinca de cantar na música hoje, levou seu Alabama Shakes ao programa do Stephen Colbert para mostrar uma nova música de sua banda.

A performance foi para a melancólica “Joe”, som que saiu em versões especiais do disco “Sound & Colour”, lançado no primeiro semestre.

O Alabama Shakes, vale lembrar, é uma das atrações do Lollapalooza Brasil ano que vem. O grupo toca no fim de semana dos dias 12 e 13 de março no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, ao lado de outras atrações como Tame Impala, Noel Gallagher, Eminem e Florence and the Machine.

>>

Lollapalooza BR anuncia amanhã o lindo Cold War Kids e mais umas 20 outras bandas gringas

>>

* Depois de meses de diz-que-diz, o Lollapalooza brasileiro vai revelar finalmente amanhã, de forma oficial, seu caminhão de atrações internacionais, que aportará em São Paulo em março do ano que vem para ocupar dois dias de Interlagos.

Corrija-me se eu estiver errado, mas talvez essa vai ser, “no bojo” de um festival, assim no equilíbrio do line-up, a melhor escalação do Lollapalooza desde sua chegada ao Brasil, em 2012. Talvez tão legal quanto o segundo deles, que, também, tinha três dias de duração e portanto trouxe muito mais atrações.

Tame Fucking Impala, Noel Fucking Gallagher, Snoop Dogg, Eminem, Die Antwoord, Alabama Shakes, Albert Hammond Jr, Mumford & Sons, Of Monsters and Men, Joy Formidable e o Jack Ü (Diplo + Skrillex) são nomes certos da lista do “nosso” quinto Lollapalooza.

Um outro nome que a Popload adianta agora é o da incrível banda COLD WAR KIDS, da Califórnia.

Cold-War-Kids1

A cultuada banda da Praia Grande, só que de Los Angeles, dona de uma performance que é um mantra indie-gospel absurdo ao vivo, vem pela primeira vez ao país trazendo na mala o show do seu elogiado quinto disco, “Hold My Home”, lançado no final do ano passado.

Mas hits como “Hang Me Up to Dry” com certeza irão ecoaaaaaaar no vale da Fórmula 1.

O Lollapalooza Brasil divulga, repetindo, o grosso de sua escalação internacional amanhã. Os ingressos do festival já estão a venda (http://www.lollapaloozabr.com/), há um tempinho. O Lolla BR acontece nos dias 12 e 13 de março, no Autódromo de Interlagos, em SP. A parte internacional não deve ultrapassar 20 nomes, na lista de amanhã. O pelotão brasileiro deve chegar perto desse número, no festival de março.

>>