Em alan vega:

O último adeus de Alan Vega: ex-líder do Suicide terá um disco póstumo em julho

>>

Já está quase se completando o primeiro ano da morte do grande Alan Vega, ex-líder do Suicide, que nos deixou em julho do ano passado “enquanto dormia”. O seu Suicide foi supercultuado pela galera punk e a galera eletrônica exatamente porque misturava as duas coisas. Foram punk antes do punk, foram eletrônicos antes do eletrônico. Alan Vega era uma espécie de Deus para várias tribos indies.

Eis que agora surge um disco póstumo do cantor, que será o seu primeiro em 10 anos. De acordo com informações da revista Rolling Stone, “IT” terá 9 faixas e foi compilado e produzido pela sua esposa e frequente colaboradora Liz Lamere. O álbum chega ao mercado dia 14 de julho.

Com a confirmação do disco, foi divulgado o primeiro single, “DTM”, uma espécie de início de despedida de uma das vozes mais marcantes do rock alternativo nas últimas décadas, e que pode ser ouvido abaixo.

IT – tracklist
01. DTM
02. Duke’s God Bar
03. Vision
04. IT
05. Screamin Jesus
06. Motorcycle Explodes
07. Prayer
08. Prophecy
09. Stars

>>

Dream Baby Dream. Pearl Jam e Bruce Springsteen também prestam homenagens ao Alan Vega

>>

080115pearl

Bruce Springsteen e o Pearl Jam são os mais novos integrantes do time de artistas que prestaram homenagens ao grande Alan Vega, ex-líder do Suicide, que morreu final de semana passado.

Depois de Win Butler, Devon Welsh e MGMT, Bruce e o Pearl Jam tocaram em seus shows a clássica “Dream Baby Dream”. O registro do Pearl Jam foi feito na cidade de Pemberton, Canadá. Já Bruce fez o tributo em seu show na Dinamarca, na última quarta-feira. No entanto, a canção sempre foi constante nos shows de Springsteen, que até vídeo oficial dela lançou há dois anos.

Alan Vega morreu aos 77 anos enquanto dormia em sua residência.

>>

Mais uma homenagem ao Alan Vega. É do Devon Welsh e foi feita em… 2011

>>

110516_devon2

Seguem as manifestações artísticas com pesar pela morte de Alan Vega, o gênio criador do Suicide. O mais novo integrante da turma que tem prestado suas homenagens ao cantor morto no último sábado é o talentoso e dark Devon Welsh, que até pouco tempo atrás estava na ativa com seu Majical Cloudz, hoje tomando novos rumos na carreira.

Devon publicou uma música que tem Alan Vega até no título: “Me and Alan Vega”. Contrariando o óbvio, a canção não é de agora, mas sim de 2011. Devon explicou que publicá-la agora seria um pequeno tributo. “Suicide sempre foi muito inspirador e influente para mim desde quando ouvi a primeira canção deles. Fiz esta canção em 2011, mas nunca havia divulgado. Então sinto que agora é um pequeno tributo”.

A canção, doída que só, tem versos do tipo “Me and Alan Vega were moving through your mind / I was born in 1988 those days were fine / Now the year is 2011 boy we’re having a time / Fill your cup with diet soda think of Suicide”.

O som pode ser ouvido e baixado em seguida.

ME AND ALAN VEGA – LETRA
Me and Alan Vega were moving through your mind
I was born in 1988 those days were fine
Now the year is 2011 boy we’re having a time
Fill your cup with diet soda think of Suicide

Here we are young and undressed
Water-filled eyes are unwept
Take a small sip of my breath, younger, sober
Count how many times I’ve touched you
Does it really even help us?
Do I even make you feel less empty, hungry?

If I died and was born again would you be my bride?
Would we meet as total strangers locked in hopeless lives?
Now the year is 2011 boy we’re having a time
Feast your eyes on devastation
Think of victimless crime

Here we are young and sun-tanned
Paranoid eyes, unknown lands
Take a small sip of what they offer to you
Count how many times you’ve loved one
Was it real or was it just fun?
Are these really faces you love, empty, hollow?

Me and Alan Vega were moving through your mind
I was born in 1988 those days were fine
Now the year is 2011 boy we’re having a time
Fill your cup with diet soda think of Suicide

>>

Morte de Alan Vega já rende homenagens. Do Win Butler, MGMT…

>>

O mundo pop está reagindo em forma de música à morte do cultuado Alan Vega, líder do grande Suicide. Alan morreu aos 78 anos, “enquanto dormia”, no último sábado.

O seu Suicide foi supercultuado pela galera punk e a galera eletrônica exatamente porque misturava as duas coisas. Foram punk antes do punk, foram eletrônicos antes do eletrônico. Alan Vega era uma espécie de Deus para várias tribos indies.

Uma vez vi um show deles em Londres no festival do John Peel em que o Jesus and Mary Chain ia tocar. Fazia um tempão que o Suicide não tocava na Inglaterra. Lembro de ter feito uma entrevista com o Jim Reid e dele dizendo que estava muito nervoso “porque o pessoal do Suicide disse que iria ver o show deles depois”.

Duas das primeiras homenagens vieram de gente conhecida. O duo psicodélico MGMT fez sua releitura para “Goodbye Darling”, faixa do disco “Saturn Strip”, lançado em 1983.

Win Butler, líder do Arcade Fire, postou em sua conta pessoal uma regravação de “Dream Baby Dream”, canção que costumava cantar ao vivo com sua famosa banda.

MGMT – Goodbye Darling

Win Butler – Dream Baby Dream

>>