Em Albert Hammond Jr:

Enquanto os Strokes marcam shows em festivais, Albert Hammond Jr. solta nova música em carreira solo

>>

250219_albert2

Enquanto os Strokes começam a marcar alguns shows aqui e ali, como nos festivais All Points East (Londres) e Governors Ball (Nova York), Albert Hammond Jr. continua tocando firme sua carreira solo prolífica (a mais bem-sucedida dos Strokes).

O guitarrista, que soltou ano passado o disco cheio “Francis Trouble”, já tem uma nova música na praça indie, intitulada “Fast Times”.

Albert não detalhou se a faixa fará parte de um projeto maior, mas destacou que o som segue uma nova linha do que ele já apresentou tanto nos Strokes como em sua própria carreira solo. “Quero que as pessoas vejam isso como uma coisa nova”, ressaltou em um comunicado.

A canção pode ser ouvida abaixo.

>>

Albert Strokes perdendo o jeitinho na TV americana

>>

240816_albert2

* Pode não ser lá uma grande garantia de nada, mas o guitarrista Albert Hammond Jr. é o mais bem-sucedido dos Strokes que se aventuraram em carreira solo para aliviar as tretas internas de uma das principais bandas do indie rock americano dos últimos tempos.

Dá para pescar uma ou duas músicas boas de cada um de seus três álbuns irregulares, como esta “Losing Touch”, que está presente no disco do ano passado, “Momentary Masters”, o melhor deles na minha opinião.

Ontem, Albert e banda que não os Strokes apareceram à noitão na TV americana (tarde da noite ou muuuito tarde dependendo do fuso nos EUA), dentro do número musical do programa “Late Late” do James Corden, para tocar a “Losing Touch”.

Foi assim:

* Albert, desta vez com os Strokes, está cotadíssimo para estrelar o Lollapalooza Brasil no ano que vem. O jornalista José Norberto Flesch, do jornal Destak, publicou que a banda será um dos headliners do festival.

>>

Albert Hammond Jr. faz show limpo e sem Strokes em Interlagos

>>
lolla_albert

Já se passaram dez anos do primeiro álbum solo de Albert Hammond Jr., o guitarrista estiloso dos Strokes, que fez muita gente pensar na época que o material era apenas um compilado de músicas que não entraram nos álbuns da, então, sua principal banda. Com o passar do tempo, Albert tem provado que sua intenção era mesmo firmar uma carreira solo, o que naturalmente o transformou no integrante mais dedicado da banda nova-iorquina.
Neste meio tempo, o guitarrista lançou três discos cheios e um EP, carregando consigo não apenas fãs dos Strokes – apesar das inúmeras camisas presentes em seu show – mas também uma turma esperta e curiosa pelo seu trabalho.
Em Interlagos, Albert preferiu não tocar canções dos Strokes e focou todo seu repertório em canções de sua fase solo, tipo “Back to the 101”, “Holiday” e “Losing Touch”.
Foi legal e um tanto diferente ver Albert fazendo um show “sóbrio”, correto e tranquilo, que reflete bem a fase que o cantor vive. “Sem drogas, só abraços”, foi a mensagem derradeira do músico.

150316_albert2Foto: I Hate Flash

*****

A OPINIÃO DA GALERA (no Twitter)

@alanakarine Sobre o Lolla ontem: Albert, cê não tarra de aniversário, mas cê tá parabéns hein!!

@MariMoon Uma curiosidade que eu achei aqui na internet sobre o Albert Hammond Jr.: ele já foi campeão de patinação! xD~ #Lolla

@KleberVSMonte Só vi alguns segundos do Albert Hammond Jr. Mas já é melhor que qualquer coisa recente dos Strokes.

@the_strooks Se eu fosse no lolla no show do albert eu so ia pagar 1/5 do preço do ingresso pq so o albert q veio

@fernandesnathan Se colocassem o Brian Molko do Placebo cantando no lugar do Albert Hammond Jr só iriam perceber quando fosse tarde demais..

@pablomiyazawa Albert Hammond Jr é a principal razão pela qual o Strokes ainda merece ser acompanhado. #Lollapalooza2016

@redioheid Ano passado o julian casablancas veio p lolla esse ano veio o albert se organizar direitinho nois trás o the strokes ano q vem

*** Lollapalooza Cobertura Popload: Lúcio Ribeiro, Alisson Guimarães, Ana Carolina Monteiro, Isadora Almeida, Alexandra Gliv Zampieri.

>>

Lolla Brasil solta lista de sideshows hoje em SP. Rio e uma “terceira cidade” recebem apresentações

>>

alabama shakes

Começa a esquentar o papo sobre os famosos sideshows do Lollapalooza. No caso, as bacanas Lolla Parties, pratica trazida da matriz de Chicago, quando o festival bota algumas de suas atrações para tocar em clubinhos menores e dar um gás nas cenas locais. É, no evento brasileiro, uma espécie de presente para os fãs que não são tão adeptos asim à ideia grandiosa de festival, que costuma levar tipo milhares de pessoas ao Autódromo de Interlagos.
((Fala-se nos bastidores que este vai ser o Lolla Brasil mais lotado de todos. Ouvi números na casa dos 80 mil/dia, já.))

O Lollapalooza deve divulgar logo mais que as Lolla Parties vão acontecer em São Paulo, Rio de Janeiro e uma terceira cidade. É possivel que a princípio apenas São Paulo tenha seus “shows extras” anunciados.

O que quase dá para cravar é que, em São Paulo, devem fazer seus shows solo as bandas Alabama Shakes (foto), Eagles of Death Metal e o guitarrista dos Strokes, Albert Hammond Jr, se nada mudou nos últimos dias. Atrações maiores, Florence & the Machine e Snoop Dogg, possivelmente, se apresentarão no Rio de Janeiro e/ou na “terceira cidade”. Mais bandas estão na lista das Lolla Parties.

A qualquer momento voltaremos com mais informações para “ajustar” este post.

>>

Mais uma session cool do Albert Hammond Jr. Agora em Seattle

>>

151215_alberthammondjr_slider

Enquanto o Strokes não volta para valer, o inquieto guitarrista Albert Hammond Jr. segue divulgando seu mais recente álbum, “Momentary Masters”, lançado no meio do ano.

Ele, atração confirmada dos Lollapalooza latinos, incluindo o nosso em São Paulo dias 12 e 13 de março, passou recentemente pela incrível KEXP, rádio indie de Seattle, para uma session que incluiu as canções Spooky Couch, Sideboob, Cooker Ship, Everyone Gets a Star e Razors Edge.

A íntegra pode ser vista abaixo.

>>