Em alex trimble:

Two Door Cinema Club retoma seu espírito adolescente, mas segue amadurecendo

>>

Grupo da Irlanda do Norte que fez certo barulho no indie com seu disco de estreia – “Tourist History” – em 2010, o Two Door Cinema Club, que passou pelo Brasil no início do ano, tem novo lançamento programado para setembro. Dia 30, a banda lança o EP “Changing of the Seasons”, primeiro registro deles na nova gravadora, a tradicional Parlophone, braço da Warner.

Os norte-irlandeses despontaram para o mundo em 2010 com um disco de estreia recheado de “hits adolescentes”. Ano passado, lançaram “Beacon”, álbum que recebeu boas críticas na linha “a banda amadureceu seu som”. O assunto foi inclusive abordado pela Popload em entrevista exclusiva com Alex Trimble, vocalista da banda, no início do ano, época em que eles se preparavam para visitar o país e o Lollapalooza. Na ocasião, Trimble traçou um paralelo entre os dois primeiros discos do TDCC. “Nosso segundo álbum não é tão ‘rápido’ nas músicas quanto o da nossa estreia. Ele é mais trabalhado, tem emoções nas letras e no som. O primeiro disco eu escrevi as músicas ainda adolescente. Conseguimos mudar nosso ritmo, domesticar um pouco nossa ansiedade e a pressa de dizer e mostrar coisas com um disco mais coeso e calmo, sem mudar nossa característica. Essas coisas que a gente viu ao redor do mundo, as pessoas que conhecemos, ajudaram a de fazer de ‘Beacon’ um disco bonito”, disse o Trimble.

Agora, essa “Changing of the Seasons”, faixa que dá título ao EP, aparece como um mix bom dos dois primeiros álbuns. Tem sua vibe juvenil, mas é uma vibe madura, sabe? A faixa ganhou premiere no programa de Zane Lowe na Radio One, ontem, e tem produção assinada pelo bombado DJ francês Madeon, um dos produtores de “ARTPOP”, disco novo da Lady Gaga. Coisa séria.

* O TDCC, presença constante em grandes festivais no mundo, anunciou para 13 de dezembro seu maior show “solo” da carreira até agora. A banda tem apresentação marcada para a O2 Arena de Londres e o papo é que o show vai virar DVD.

Popload entrevista: Alex Trimble, do Two Door Cinema Club

>>

* Nome interessante do interessante line up do Lollapalooza, o mega festival que vai tomar de assalto o Jockey Club de São Paulo neste final de semana, o grupo irlandês Two Door Cinema Club promete um show cheio de energia no próximo sábado, 30. Bombando a turnê de divulgação de seu segundo álbum lançado ano passado, “Beacon”, o TDCC faz sua segunda visita ao país. A Popload entrevistou Alex Trimble, guitarrista e vocalista da banda britânica, que direto da Suíça falou um pouco sobre a primeira visita do grupo ao Brasil dois anos atrás e a vontade de ser o David Bowie no próximo disco. A matéria com o Trimble saiu editada hoje na Ilustrada, da “Folha de S. Paulo”, e é reproduzida abaixo na íntegra.

Para quem até uns quatro anos atrás nunca tinha saído do condado de Down, na Irlanda do Norte, a banda indie rock britânica Two Door Cinema Club já rodou bastante o mundo com sua música, desde que um EP, em 2009, causou uma certa comoção na internet e preparou a cena para o primeiro álbum, o festejado “Tourist History”, virar um dos discos mais comentados de 2010 .

Rodaram tanto o planeta lotando shows na Inglaterra, França, Japão, Austrália e EUA que agora nesta semana caem aqui no país, em São Paulo, para um show no Lollapalooza. E, veja, esta será a segunda visita já que o TDCC fará ao Brasil.
“Fizemos um show totalmente louco no Rio de Janeiro, com uma energia absurda, em 2011. E tocamos pertinho de São Paulo num festival que eu não lembro o nome”, diz Alex Trimble, guitarrista e vocalista da banda britânica, em entrevista à Popload de Zurique, na Suíça, no final de fevereiro, quando o grupo reiniciou uma nova etapa de turnê em 2013, ano no qual já percorreram Austrália, Singapura, Reino Unido e vários países da Europa.

“Desde que lançamos o primeiro disco nós tocamos em todos os lugares, mas na verdade não vimos quase nada deles por causa da correria de shows e viagens no dia seguinte”, conta Trimble.
A correria é tão grande que o “pertinho de São Paulo” a que Trimble se referiu é a praia de Atlântida, cidade litorânea a pouco mais de uma hora distante de Porto Alegre, no Sul. O Two Door Cinema Club veio ao país para tocar no Meca Festival 2011.

“Vimos pouco do Brasil da primeira vez, como sempre. Nosso percurso normal consiste no caminho aeroporto-hotel-show-hotel-aeroporto. Espero que desta vez pelo menos dê para sair na rua para uma caminhada, uma vez que não somos mais iniciantes assustados com tudo e temos agora um controle maior da nossa música e do nosso show.”

O Two Door Cinema Club vem ao Brasil com a turnê de seu segundo álbum, “Beacon”, lançado em agosto do ano passado, um mês antes de a banda ter sido escolhida para tocar nas cerimônias de abertura da Olimpíada de Londres. O segundo disco colheu muitas críticas favoráveis na linha “a banda amadureceu bem”, embora não tenha vindo carregado de hits instantâneos como o primeiro.
“Nosso segundo álbum não é tão ‘rápido’ nas músicas quanto o da nossa estreia. Ele é mais trabalhado, tem emoções nas letras e no som. O primeiro disco eu escrevi as músicas ainda adolescente. Conseguimos mudar nosso ritmo, domesticar um pouco nossa ansiedade e a pressa de dizer e mostrar coisas com um disco mais coeso e calmo, sem mudar nossa característica. Essas coisas que a gente viu ao redor do mundo, as pessoas que conhecemos, ajudaram a de fazer de ‘Beacon’ um disco bonito”, revela o líder da banda norte-irlandesa, que tem 23 anos hoje.

“Nosso terceiro álbum vai estar ainda melhor. Vou tentar ser o David Bowie”, brinca Trimble, o irlandês que está na Suíça falando com brasileiro e tem o mundo para percorrer novamente neste ano ainda, como a banda Forrest Gump da música independente, antes de o terceiro disco sair.

O Two Door Cinema Club toca no Jockey Club de São Paulo no sábado, dia 30, o segundo dia da programação do Lollapalooza Brasil. Na noite anterior a banda repete no Rio de Janeiro o show que fez no Circo Voador, dois anos atrás.

Two Door Cinema Club não pode falar

>>

* De novo comparecendo à Popload em pouco tempo, a banda irlandesa Two Door Cinema Club tocou neste final de semana em Londres, no incrível Brixton Academy, lugar histórico da música britânica que quase fechou certa vez para dar lugar a uma igreja da Universal brasileira. Enfim.

Aliás, a banda do ruivinho Alex Trimble (também guitarrista, à esq. na foto), uma das melhores coleções de hits e de performances dos últimos anos no Reino Unido, foi o assunto no final de semana. O grupo ia se apresentar ao vivo numa igreja de 200 anos na Irlanda, em transmissão ao vivo na internet, dentro do famoso programa de TV “irish” chamado “Other Voices”, mas teve que cancelar por causa da faringite sofrida pelo vocalista Trimble. Esse show era bastante esperado, ainda que virtualmente.

Este final de semana marcou o final da turnê inglesa Two Door Cinema Club, que bombou de público e crítica por lá e serviu para mostrar ao vivo as músicas do segundo álbum, “Beacon”, lançado em setembro. Bombou tanto que já marcaram mais datas para abril, além de aparições nos grandes festivais do verão, no meio do ano.

O 2DCC, outro modo de grafar o nome deles, é atração obrigatória no Lollapalooza Brasil, em no final de março em São Paulo. A banda toca no lindo segundo dia do festival do Jockey, que vai na programação ter ainda Queens of the Stone Age, Black Keys, Franz Ferdinand e Tomahawk, no sábado 30/3.

Enquanto a voz durou, Trimble comandou assim o Two Door Cinema Club no Brixton Academy, no final de semana em Londres.

* Adoro vídeos de galera, em shows, feitos na muvuca. Este aqui é luminar para ver o que acontece quando você está num lugar como Londres, com uma banda hot “local”, num templo indie como o Brixton Academy, e se atreve a levantar o braço no tumulto para tentar filmar algo de pertinho do palco. O som, pelo menos, está cristalino, haha. Inclusive o “fiapo de voz” de Trimble, com problemas de faringite. A música se chamar “I Can Talk” só deixa a coisa mais divertida.

>>

Two Door Cinema Club bombando: Alex Trimble canta no Conan sobre seus problemas de sono

>>

Um dos ótimos nomes do Lollapalooza Brasil 2013, o grupo irlandês Two Door Cinema Club vai fechar 2012 como o melhor ano de sua crescente carreira. Comemorando a ótima aceitação de “Beacon”, segundo disco de estúdio deles, lançado mês passado, o TDCC vai concluir neste próximo final de semana uma exitosa turnê na América do Norte, iniciada há cerca de um mês. Isso porque a banda do ruivo Alex Trimble já havia saído do verão europeu como um dos principais nomes dos festivais desse ano. Um dos melhores shows do Reading, por exemplo.

Com mais três shows na agenda pelos Estados Unidos, o grupo visitou o talk show do bamba Conan O’Brien na noite de ontem e mandou a ótima “Sleep Alone”. A canção foi inspirada nos problemas de sono que o Trimble tem, especialmente quando está em turnê. Ele custa a dormir. Quando dorme, tem pesadelos insanos. Então, dormir é um problema para ele quando ele está acordado ou quando está dormindo mesmo.

* O TDCC tem shows agendados até maio do ano que vem. Antes de retornar ao Brasil para o show do Lolla, o grupo ainda vai passar por Europa, Japão, Austrália (2012), voltar para a Europa (início de 2013), vem aqui (março) e volta de novo para a Europa (abril e maio). Ufa.

Novo disco do Two Door Cinema Club, agora sim, está "liberado"

>>

Pipocou na internet, dia desses, o novo álbum do Two Door Cinema Club. “Beacon” será lançado dia 3 de setembro lá fora (Brasil logo depois) e agora pode ser ouvido de maneira “legal” na web, já que o grupo liberou sua audição em stream.

Recentemente, a Popload destacou a boa “Sleep Alone”, inspirada nos problemas de sono que o vocalista Alem Trimble tem, especialmente quando está em turnê. Ele custa a dormir. Quando dorme, tem pesadelos insanos. Então, dormir é um problema para ele quando ele está acordado ou quando está dormindo mesmo.

Ainda estou ouvindo melhor o “Beacon”. Ouça você também.