Em Alex Turner:

Arctic Monkeys entra hoje na onda dos shows antigos transmitidos. Mas em rádio

>>

* A queridinha banda inglesa Arctic Monkeys, do queridinho Alex Turner, finalmente vai aparecer no meio da quarentena. Não é live, não tem Youtube. Eles vão aparecer só em áudio. Hoje, a Radio X inglesa retransmite um famoso show do grupo de Sheffield em Londres, em maio de 2014, às 8 da noite no Reino Unido, 4 da tarde aqui no Brasil.

Esse show, do dia 24 de maio daquele ano (a Popload esteve lá), foi o segundo que a banda fez no parque do norte de Londres dentro da turnê mundial do excelente álbum “AM”, lançado no ano anterior. Na verdade foi um minifestival liderado pelos Monkeys, que botou ainda para tocar todos os brothers deles: Tame Impala, Miles Kane e Royal Blood.

Captura de Tela 2020-05-08 às 11.12.39 AM

Essa segunda das duas apresentações no Finsbury Park (a outra foi no dia anterior, 23/5) mesclou músicas do “AM” com um desfile de hits dos quatro álbuns anteriores da banda, mais uma música do Last Shadow Puppets, com a óbvia presença no palco do guitarrista Miles Kane.

O show, a ser reprisado hoje na X, foi isto:

‘Do I Wanna Know?’
‘Snap Out of It’
‘Arabella’
‘Brianstorm’
‘Don’t Sit Down ‘Cause I’ve Moved Your Chair’
‘Dancing Shoes’
‘Library Pictures’
‘Crying Lightning’
‘I Bet You Look Good on the Dancefloor’
‘She’s Thunderstorms’
‘No. 1 Party Anthem’
‘Why’d You Only Call Me When You’re High?’
‘Fireside’
‘Cornerstone’
‘Knee Socks’
‘Fluorescent Adolescent’
‘505’
‘Standing Next To Me’
‘One For The Road’
‘I Wanna Be Yours’
‘R U Mine?’

* A Radio X pode ser sintonizada a qualquer momento daqui do Brasil por seu site ou em dezenas de apps de rádios disponíveis.

>>

O Melhor do Twitter: edição “Haters Gonna Odiar Muito”

>>

****
O Twitter ama odiar muitas coisas. Nem tem a ver, desta vez, com o Coiso, porque isso não é exclusividade do Twitter, né? Estamos falando daquelas discussões que voltam a cada estação, tipo o pavor do Amigo Secreto da Firma ou o novo look do Alex Turner. Ou aquelas que surgem de quatro a quatro anos, tipo Copa, Olimpíadas e o Los Hermanos. A gente não arrisca nem tomar partido, porque o melhor mesmo é ver o debate rolar. Não parem nunca.
****

>>

Careca, cabeludo. O vídeo novo do Arctic Monkeys, que é velho, e confundiu a galera um pouquinho

>>

041018_am2

Há mais ou menos uns três meses, Alex Turner chocou (!) o mundo quando apareceu em público sem sua costumeira e vasta cabeleira. Careca, o muso indie dividiu opiniões sobre seu novo visual, mas ainda assim continua partindo corações por aí.

Daí que apareceu por agora uma apresentação do Arctic Monkeys no programa do James Corden tocando a linda “One Point Perspective”, daquele disco também polemiquinho, “Tranquility Base Hotel & Casino”. No vídeo, Turner está… cabeludo.

Depois de uma confusão inicial, fãs alertaram que a banda gravou a apresentação em maio, na época que apenas “She Looks Like Fun”. Pelo visto, Turner ainda não tem superpoderes para “crescer” o cabelo em tão pouco tempo. Ainda.

Nunca é demais lembrar que o Arctic Monkeys será uma das atrações do…

>>

Em session, Arctic Monkeys faz versão redondinha para “Four Out Of Five” e uma cover inesperada do Stephen Fretwell

>>

130918_arcticmonkeys2

O incrível Arctic Monkeys, banda liderada pelo careca Alex Turner, gravou uma session para a série Spotify Singles, da popular plataforma de streaming. As sessions consistem em duas canções, uma autoral e uma cover, tipo a Popload Session.

Das autorais, o grupo de Sheffield tocou uma versão bem redondinha de “Four Out Of Five”, um dos singles e das melhores faixas de “Tranquility Base Hotel & Casino”, o polêmico disco bom lançado por eles no primeiro semestre.

A boa surpresa ficou por conta da cover escolhida, “-“, do cantor e compositor inglês Stephen Fretwell. Ele, que está na ativa há desde o início da década passada, anda algo sumido nos últimos anos. Mas, entre seus trabalhos, está uma colaboração como músico de turnê do The Last Shadow Puppets, banda do Alex com o Miles Kane, tocando baixo.

Na noite desta quinta, o AM encerra uma série de quatro shows na gigante O2, em Londres.

>>

Mais Arctic Monkeys: agora a cover foi para o White Stripes, em Detroit. Para quem eles fariam a cover em São Paulo?

>>

* Titãs? Ultrage a Rigor? Estou brincaaaaaaaando!!!!!

Captura de Tela 2018-08-02 às 11.00.26 AM

* Na melhor linha U2/Arcade Fire de prestigiar nas turnês as bandas locais, o grupo inglês Arctic Monkeys, que toca no Lollapalooza Brasil em abril do ano que vem, segue homenageando bandas “da casa” em sua turnê americana. Em show recente em Nova York, fizeram uma cover dos Strokes, a gente deu aqui.

Ontem à noite, em Detroit, Alex Turner sacou um White Stripes nada básico para os habitantes da Motor City. Na real, talvez pare por aí. Strokes e White Stripes, da geração que “revolucionou” o novo rock nos 2000, são influências descaradas e deflagradas na formação do Arctic Monkeys. Mas vamos aguardar.

O caso é que ontem, então, em Detroit, no Masonic Temple Theatre, o carequinha Alex Turner chamou a cover de White Stripes logo no começo do show, não foi no bis, não. “Vamos mandar um pouco do ‘White Blood Cells’ para Detroit”, disse na quinta música do show do Arctic Monkeys, se referindo ao terceiro disco da banda de Jack White, lançado em 2001, quando Turner aprendia guitarra sozinho em seu quarto, para formar no ano seguinte o grupo que a gente conhece hoje.

A canção pinçada do maravilhoso “White Blood Cells” foi a peculiar “The Union Forever”, que nem single foi à época.

Bom, o resultado você vê abaixo. O Arctic Monkeys toca hoje no Lollapalooza Chicago, com transmissão ao vivo aqui na Popload. Em próximo post você vê os esquemas. Em abril, a gente encontra o grupo britânico em Interlagos. Tô errado, Alex?

>>