Em alphabet:

Shame está de volta com explosiva música nova. E com uns sonhos esquisitos

>>

* Nosso “cantinho do post-punk britânico” está de volta. A incrível banda inglesa Shame anunciou há pouco sua volta à ativa com o incrível novo single “Alphabet”. É o primeiro som da banda desde o grande “Songs of Praise”, álbum de estreia deles, lançado em 2018.

“Alphabet”, total radiofônica e sem querer profetizar vai ser ótima quando tocada ao vivo ou numa pistinha para dar aquela ‘evacuada providêncial’ para pesar a mão no clube, vem com um vídeo bacana e… sério.

shame2

É sobre “alucinações hipnagógicas”. Sabe aquele momento entre a vigília e o sono, quando vc dá aquela dormidinha no sofá, e de repente você vê que está caindo ou aparece algo doido e acorda dando um chute ou um pulo? Então, mais ou menos sobre isso, esse momento. O resultado artístico do vídeo é bem bom.

O vocalista do Shamen, o inquieto Charlie Steen, explica “Alphabet”, pelo lado do vídeo. “No momento em que escrevi a música, eu estava tendo uma série de sonhos surreais em que um subconsciente maníaco estava me ferindo e infiltrando-se nas letras. Todas as imagens perturbadoras e angustiantes que enfrentei durante o sono assumiram sua própria forma no vídeo.”

Sobre a música, o que dizer? No gás, pesadinha, gritos necessários bem colocados, uma guitarra ritmada repetitiva e outra que entra rasgando, refrão tipicamente punk. Ou seja, sem erro.

A música está sendo considerada uma “nova era” para o Shame, talvez por durar quase três minutos, o que é considerado um avanço para a metralhadora punk costumeira do Shame. Acho que é isso. Tanto essa faixa quanto o novo disco vai ser produzido pelo fera James Ford, do Simian Mobile Disco, que já meteu muito a mão nas coisas do Arctic Monkeys, entre outros.

“Alphabet”, para seu deleite.

>>