Em anderson foca:

CENA – Talvez o maior festival indie do mundo, o nordestino DoSol anuncia 100 bandas e 160 shows em 14 cidades de cinco estados

>>

cena

* Corrija meu título se eu estiver errado. Pode não ter a programação do americano South by Southwest ou atingir o gigantismo de outrora do brasiliense Porão do Rock, mas o negócio é que foi anunciado recentemente a nova edição do ousado (por tudo que o cerca) Festival DoSol, evento indie original de Natal, Rio Grande do Norte, que agora em 2016 completa 15 anos e que movimentará a cena nordestina em novembro acontecendo em 14 cidades de cinco estados.

Serão mais de 150 apresentações de bandas nacionais e internacionais no rolê bastante patrocinado e apoiado do DoSol, que chacoalhará entre os dias 11 e 27 de novembro a própria Natal, mais cidades da Paraíba, Sergipe, Pernambuco e Ceará.

Plutão Já Foi Planeta_Foto por Anderson Silva

“Este ano é facilmente a edição mais desafiadora que já fizemos para o Festival DoSol em toda a sua história. É um ano de muitas mudanças, com insegurança nas políticas públicas para a cultura. Navegar com um barco desse tamanho nessas águas requer muita firmeza, mas conseguimos reunir artistas maravilhosos numa mostra bastante diversa e teremos uma edição bastante contundente. É sempre uma batalha, mas estamos felizes de estar em pé mais um ano”, diz Anderson Foca, organizador do Festival.

“Queremos ampliar nossa área de atuação no Nordeste e consolidar o mês de novembro como um polo recebedor de música por toda a região. Todo mundo ganha: produtores locais, artistas e casas que recebem uma programação de qualidade e mais barata, subsidiada em parte pelo Festival DoSol e seus parceiros.”

O DoSol 2016 vai receber bandas e artistas como O Terno, Tulipa Ruis, Silva, Mombojó, Ventre, Maglore, entre muitos outros. Exemplos da armada internacional a visitar o Nordeste temos Gonzo, do Uruguai, Killimanjaro, de Portugal e The Kendolls, da Suécia. A vasta cena de Natal empresta ao DoSol nomes como Fetuttines, Luisa & os Alquimistas, Mahmed, Plutão Já Foi Planeta (foto acima) e Camarones Orquestra Guitarrística, a banda do chefe do festival.

Ah, também presente estará o Conjunto de Música Jovem Merda, do Espírito Santo.

Toda a programação e eventos do Festival DoSol 2016 estão informados nos seguintes links.

Cartaz Geral_Cidades e Bandas

O DoSol, cidade a cidade

* Natal, RN

* Paranamirim, RN

* Pium, RN

* Mossoró, RN

* Assu, RN

* Currais Novos, RN

* Caicó, RN

* Santa Cruz, RN

* Recife, PE

* João Pessoa, PB

* Campo Grande, PB
Programação em breve.

* Santa Rita, PB
Programação em breve.

* Aracaju, SE

* Fortaleza, CE

Caramba!!!!

*** A foto da banda Plutão Já Foi Planeta, deste post, é de Anderson Silva.

>>

Popload Session apresenta… Camarones Orquestra Guitarrística

>>

BN-01

O nome é pomposo e a agenda de shows mais ainda. Camarones Orquestra Guitarrística é um quarteto instrumental potiguar de surf-music alucinada com “uma baixista arretada” (e não sou eu quem está dizendo). É quase que um surf-punk-pra-dançar. Este aqui abaixo:

Camarones 2014

*foto por Rafael Passos

Para lançar seu quinto álbum, “RYTMUS ALUCYNANTIS”, o grupo programou uma extensa tour de divulgação com shows pelo Brasil, Inglaterra, Espanha e Portugal, começando neste mês e voltando para a terra natal (no caso, Natal) só em junho! Os festivais Liverpool Sound City e o grande Primavera Sound estão na lista. Mesmo com essa agenda, a banda fez uma pausa nos preparativos de viagem para uma session exclusiva para a Popload.

O novo trabalho foi todo pensado já com os shows em mente e em como as músicas funcionariam ao vivo. O nome do disco? Melhor deixar o guitarrista e tecladista Anderson Foca explicar: “Tivemos a ideia do nome que seria uma espécie de ataque de um mosquito que, em vez de deixar as pessoas doentes, faz com que elas dancem e se divirtam alucinadamente. O nome desse mosquito? Rytmus Alucynantis”.

Convidados ilustres do indie nacional participaram de algumas faixas: Augusto Oliveira (Molho Negro), Ynaiã Benthroldo (Boogarins), Esdras Nogueira (Móveis Coloniais de Acaju), Léo Martinez (Velociraptors), Kaká Monteiro (Fuzzy) e Léo Chermont (Strobo). A capa bem louca, que você vê abaixo e que também virou pôster de divulgação da turnê, é do ilustrador paulista Wildner Lima.

tour-camarones

>> Para a POPLOAD SESSION, Camarones vira CaRAMONES com “Rockway Beach” e toca também a autoral e nervosa “Apocalypso”:

Bom, vamos nessa. Senhoras e Senhores, com vocês… CAMARONES ORQUESTRA GUITARRÍSTICA!

>> Para baixar o disco, clique aqui.

*** A Popload Session é apresentada pela Heineken. Se beber, ouça música alto.