Em anderson .paak:

Mark Ronson convoca o talento de Anderson .Paak para trilha sonora de novo filme de animação

>>

mark-ronson

O super produtor Mark Ronson, acostumado a se envolver com grandes artistas, convocou o talentoso Anderson .Paak para a gravação de uma nova música.

“Then There Were Two” estará na trilha da animação “Spies in Disguise”, filme que tem participações de Will Smith e Tom Holland. Ronson é o responsável pela trilha sonora do projeto.

O ano tem sido de muito trabalho para .Paak e Mark. Enquanto Ronson lançou o disco “Late Night Feelings” em junho, enquanto Anderson soltou “Ventura” no mês de abril.

A nova “Then There Were Two” pode ser ouvida abaixo.

170316_andersonpaak2

>>

Rolê de galera cool: Flying Lotus mostra mais um single de seu novo disco, com participação luxuosa de Anderson .Paak

>>

080519_flyinglotus2

O distinto Flying Lotus continua no gás divulgando aos poucos o que está por vir em “Flamagra”, seu primeiro disco em quase cinco anos, que será lançado dia 24 de maio.

Depois de faixas como “Spontaneous”, que tem participação do Little Dragon, e também “Fire Is Coming”, narrativa protagonizada pelo gênio David Linch, Lotus nos oferece agora ótima “More”, que tem nada menos que o talentoso Anderson .Paak envolvido.

“Flamagra” terá no total 27 músicas e conta com uma penca de artistas convidados. Além dos já citados, também estão no disco nomes como Solange, Tierra Whack, Toro Y Moi, Thundercat, George Clinton e Shabazz Palaces

>>

Cool as f***, Anderson .Paak dá seu show particular na Ellen

>>

290419_paak2

Um dos sujeitos mais talentosos que se tem notícia no pop hoje, Anderson .Paak está em ritmo de divulgação de “Ventura”, seu ótimo disco novo, lançado no início deste mês.

O filho da Califórnia esteve por agora no programa da Ellen DeGeneres, onde mostrou o single “Make It Better”, um dos hits desse novo projeto. A versão de estúdio conta com a participação de Smokey Robinson.

Após apresentações elogiadas no Coachella, .Paak e sua banda the Free Nationals se prepara para embarcar em uma turnê mundial com o título “Best Teef in the Game Tour”, que inclui aberturas imperdíveis de nomes como Thundercat, Earl Sweatshirt e Mac DeMarco.

Anderson .Paak também é um dos convidados em “Flamagra”, novo álbum de Flying Lotus.

>>

Anderson .Paak começa hoje no Cine Joia a “algazarra Lollapalooza”

>>

080218_paak

Ok, o Liam cancelou sua participação na semana mais quente da música em São Paulo, mas ainda assim, com anúncio Popload Festival (cóf), shows isolados do Lollapalooza e o festival cheio em si, estes próximos dias vão ser sinistros, como dizem lá no Rio. No significado que a palavra tem no Rio.

Hoje à noite, na Liberdade, mais precisamente no Cine Joia, o Lollapalooza Brasil 2018 dá seu start, botando para tocar em uma de suas famosas Lolla Parties o rapper pop multifunções californiano Anderson .Paak.

Já foi dito aqui que .Paak é uma espécie de encontro de Kendrick Lamar com Frank Ocean, com vocal sutil, mas que ao mesmo tempo consegue aplicar sua voz em canções um tanto mais tensas e eufóricas. Pisa fácil nos territórios do R&B, soul e hip hop. Seu disco “Malibu”, seu disco anterior, foi bastante aclamado, e, agora, ele parece querer dar um passo à frente e se prepara para lançar dois álbuns em 2018, um deles com sua incrível banda de suporte, The Free Nationals, composta pelos músicos Jose Rios, Ron Tnava Avant, Kelsey Gonzales e Callum Connor, que está com ele no Brasil.

O show no Cine Joia tem início previsto para 21h30, com a casa abrindo às 20h. Ainda há ingressos.

>>

Atração do Lollapalooza e com show solo no Cine Joia, Anderson .Paak prepara primeiro disco com sua banda The Free Nationals

>>

080218_paak

Há quase dois anos, a Popload escreveu pela primeira vez sobre Anderson .Paak. Àquela altura, ele era o cara mais concorrido do sempre concorrido South by Southwest, o festival fodão de música, cultura e tecnologia que faz de Austin o centro do mundo por alguns dias, durante o mês de março.

Naquela edição, .Paak estava dividindo programação com gente tipo a Michele Obama e o Iggy Pop. Só. Fez em uma semana algo perto de 20 apresentações no evento e, a partir dali, viu sua carreira bombar.

.Paak é uma espécie de Kendrick Lamar meets Frank Ocean, com vocal sutil, mas que ao mesmo tempo consegue aplicar sua voz em canções um tanto mais tensas e eufóricas. Pisa fácil nos territórios do R&B, soul e hip hop. Seu disco “Malibu” foi bastante aclamado, e, agora, ele parece querer dar um passo à frente e se prepara para lançar dois álbuns em 2018, um deles com sua incrível banda de suporte, The Free Nationals, composta pelos músicos Jose Rios, Ron Tnava Avant, Kelsey Gonzales e Callum Connor.

A revelação foi feita pela própria banda em recente entrevista para a rádio australiana Triple J. Eles contaram que o disco deve sair antes do verão e que terá participações de nomes como Mac Miller, Kali Uchis e Daniel Caesar. O grupo Unknown Mortal Orchestra também deve pintar.

Por agora, a gente deixa um registro ao vivo de um show do grupo justamente na Austrália, no sempre bom Laneway Festival, com a música “Am I Wrong”. Paak estará no Brasil em março para um show no Lollapalooza e outro solo, dia 20 de março, no Cine Joia.

>>