Em anderson .paak:

Atração do Lollapalooza e com show solo no Cine Joia, Anderson .Paak prepara primeiro disco com sua banda The Free Nationals

>>

080218_paak

Há quase dois anos, a Popload escreveu pela primeira vez sobre Anderson .Paak. Àquela altura, ele era o cara mais concorrido do sempre concorrido South by Southwest, o festival fodão de música, cultura e tecnologia que faz de Austin o centro do mundo por alguns dias, durante o mês de março.

Naquela edição, .Paak estava dividindo programação com gente tipo a Michele Obama e o Iggy Pop. Só. Fez em uma semana algo perto de 20 apresentações no evento e, a partir dali, viu sua carreira bombar.

.Paak é uma espécie de Kendrick Lamar meets Frank Ocean, com vocal sutil, mas que ao mesmo tempo consegue aplicar sua voz em canções um tanto mais tensas e eufóricas. Pisa fácil nos territórios do R&B, soul e hip hop. Seu disco “Malibu” foi bastante aclamado, e, agora, ele parece querer dar um passo à frente e se prepara para lançar dois álbuns em 2018, um deles com sua incrível banda de suporte, The Free Nationals, composta pelos músicos Jose Rios, Ron Tnava Avant, Kelsey Gonzales e Callum Connor.

A revelação foi feita pela própria banda em recente entrevista para a rádio australiana Triple J. Eles contaram que o disco deve sair antes do verão e que terá participações de nomes como Mac Miller, Kali Uchis e Daniel Caesar. O grupo Unknown Mortal Orchestra também deve pintar.

Por agora, a gente deixa um registro ao vivo de um show do grupo justamente na Austrália, no sempre bom Laneway Festival, com a música “Am I Wrong”. Paak estará no Brasil em março para um show no Lollapalooza e outro solo, dia 20 de março, no Cine Joia.

>>

São Paulo ganha outra Lolla Party beleza: Anderson .Paak no Cine Joia

>>

* O hypado rapper pop americano Anderson .Paak, que já me convidou para festas de aniversário uma vez num elevador na Noruega (ok, isso é uma outra história), é uma das boas atrações do bom Lollapalooza Brasil 2018, que acontece agora no finalzinho de março. “Agora”, né?

Mas, melhor ainda, é que o prolífico e multifunções californiano vai fazer uma apresentação solo no deliciooooooooso Cine Joia, em São Paulo, antes de o festival acontecer. .Paak faz performance em uma Lolla Party no dia 20 de março na Liberdade. O Lollão, em si, ocorre nos dias 23, 24 e 25/3.

Anderson .Paak se apresenta com sua banda, a Free Nationals, em show que mostra ainda a tour de seu álbum de 2016, o bambambam “Malibu”. Os hits “Am I Wrong” e “Come Down” com certeza estarão presentes.

Os ingressos dessa Lolla Party já estão disponíveis pela internet, nos pontos de venda espalhados pelo Brasil e na bilheteria oficial do Citibank Hall.

LollaParties_PostFB_700x700-1

Anderson .Paak se junta a outros shows solo, em Lolla Parties, cuja programação paulistana total fica assim.

20/3 – Anderson .Paak & The Free Nationals – Cine Joia
21/3 – Liam Gallagher – Audio
21/3 – The Neighbourhood – Cine Joia
22/3 – Royal Blood – Cine Joia
22/3 – Zara Larsson e Oh Wonder – Audio

>>

Somebody told me!!! Lollapalooza Brasil confirma tudo: Killers, Pearl Jam, LCD Soundsystem, Metronomy, The National, Chance the Rapper vêm a SP no ano que vem

>>

LCD Soundsystem

* Achamos aqui a melhor escalação de sua história brasileira. E é mesmo tudo aquilo que a gente dizia.

A grife de festivais Lollapalooza divulgou hoje o line-up de sua edição 2018, a sua sétima no país. Conforme a Popload já havia adiantado em furo latino-americano (hehe), no ano que vem o festival do Autódromo de Interlagos vai acontecer em três dias de março: 23, 24 e 25, incluindo uma sexta-feira, que deve ser inaugurada com shows do veterano Red Hot Chili Peppers e do maravilhoso “too old to be new, too new to be classic” LCD Soundsystem, de James Murphy.

Outros nomes presentes da lista, para empolgar, são The Killers, Metronomy, Chance the Rapper, Liam Gallagher, The National, Spoon, Pearl Jam, Mac DeMarco, Lana del Rey, Anderson .Paak, Wiz Khalifa, Royal Blood entre outros. Esquisito um pouco, mas o grande e veteraníssimo David Byrne, que um dia liderou o mítico Talking Heads, vai se apresentar em Interlagos. Outros nomes da lista, alguns adiantados por aqui, são Imagine Dragons, Tyler the Creator,

CENA – O Terno, Liniker e os Caramelows, Mano Brown, Rincon Sapiência, Tagore, Ventre, Francisco El Hombre, Mallu Magalhães, Plutão Já Foi Planeta, Ego Kill Talent e Tiê são alguns dos brazucas no Lolla-BR.

Veja a lista completa abaixo. Vamos falar muuuuuito de Lolla até março acabar.

Captura de Tela 2017-09-27 às 10.04.56 AM

Os ingressos já estão sendo vendidos em seu segundo lote, o Lolla Pass (válido para os três dias do Festival). Custa R$ 750 (meia-entrada). Está no site do Lolla, na bilheteria oficial e em pontos de venda exclusivos.

.

Opa, opa. Chili Peppers abrem o Lolla Brasil na sexta, em março. Anderson .Paak e Wiz Khalifa estão no festival. Escalação total sai nesta quarta

>>

050216_wiz_slider

* Na próxima quarta, 27, na parte da manhã, passado o agito louco do Rock in Rio, o próximo festival gigante, este paulistano, divulga sua escalação oficial. O Lollapalooza Brasil, que acontece no fim do mês de março no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, agora em três dias de evento, vai liberar talvez a melhor de suas escalações, pelo que a gente já sabe.

Não é certo que o festival anuncia já quem toca qual dia, mas a Popload ouviu que o primeiro headliner, o da sexta-feira, será o veterano grupo americano Red Hot Chili Peppers, que fecha a sexta-feira do evento. A maravilhosa banda indie-dance LCD Soundsystem deve tocar também no primeiro dia do Lolla-BR.

Entre os nomes já divulgados pela Popload e que estarão tocando em São Paulo no Lolla, ano que vem, além dos citados acima, estão Killers, Pearl Jam, Liam Gallagher, Lana Del Rey, Metronomy, Mac DeMarco, The National, Years & Years, Chance the Rapper, entre outros. E pode botar mais dois nomes espertos nessa conta.

O rapper Wiz Khalifa engrossa a já volumosa lista de shows interessantes do evento. Lembro que o show mais quente eu vi na minha vida de shows quentes foi um dele, num Coachella, há uns anos. A performance até estava bem divertida, mas o “quente” no caso se refere ao sol que eu peguei na cabeça para ver o mano de Pittsburgh cantar petardos como “Black & Yellow”. A apresentação dele foi tipo 14h, sol rachando a tipo 100º com sensação térmica de 200º, no deserto da Califórnia. E eu jurando para mim mesmo “Só uma música, só mais uma” antes de sair correndo para uma tenda com sombra em um show qualquer. O cara manda bem.

Quem também tocará no Autódromo de Interlagos é Anderson .Paak. O polivalente músico é uma espécie de tesouro do indie americano, que tem crescido em doses absurdas desde seu disco “Malibu”, que saiu em 2016, e rendeu ao cantor nada menos que 15 shows no South by Southwest do ano passado. Considerado um tipo de cruzamento etéreo entre o Kendrick Lamar e o Frank Ocean, ele é adorado por gente da linhagem de Dr. Dre, graças ao seu som que transita pelo soul, R&B e até hip hop.

O Lollapalooza Brasil acontece nos dias 23, 24 e 25 de março, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo.

160816_paak2

>>

Melhores de 2016: os vários Top 10 de discos internacionais da POPLOAD

>>

melhores2016_internacional

* A turma da Popload, em sua pluralidade, solta agora sua lista de melhores do ano. E, como seeeeeeeeempre, é aquela coisa: falando sobre a minha lista particular myself própria, já estou arrependido um pouco. Deixei muita coisa de fora. Outras eu começo a me tocar que existiram e foram importantes assim que eu dei o “enter”. Outras ainda que simplesmente mudei de ideia. Sou daqueles capaz de pegar o primeiro lugar e botar em oitavo. E o segundo tirar da lista. Mas aí a nóia é minha. E o que está aqui foi o que saiu.

Achamos que hoje em dia é delicado falar “Melhores Discos”. Na verdade são “Discos Preferidos”. Ou “Discos Que Contêm Mais Músicas Legais”. Nesse “novo” jeito de ouvir um álbum dos últimos tempos, o conceito de “Melhores Discos” ficou diferente.

Whatever! Eis então as listas dos Melhores Discos de 2016 para quem, cada um a seu modo, faz a Popload. É tudo tão diverso, que não dá para pinçar qual seria o “Disco de 2016”. Para dar uma ideia do que é a Popload hoje e do que foi o ano em lançamentos de álbuns.

No caso desta, a lista dos discos internacionais. Amanhã, com galera selecionada, sai a lista dos nacionais.

* Top 10 – Lúcio Ribeiro

Captura de Tela 2016-12-22 às 8.09.48 PM

1. Slaves – “Take Control”
2. Underworld – “Barbara Barbara, We Face a Shining Future”
3. Parquet Courts – “Human Performance”
4. Frank Ocean – “Blonde”
5. Metronomy – “Summer 08”
6. Skepta – “Konnichiwa”
7. Fat White Family – “Songs for Our Mother”
8. Radiohead – “A Moon Shaped Pool”
9. Chance the Rapper – “Coloring Book”
10. Iggy Pop – “Post Pop Depression”

**

* Top 10 – Alisson Guimarães

Captura de Tela 2016-12-22 às 8.17.18 PM

1. Iggy Pop – “Post Pop Depression”
2. Thee Oh Sees – “A Weird Exits”
3. Underworld – “Barbara Barbara, We Face a Shining Future”
4. Solange – “A Seat at the Table”
5. DIIV – “Is the Is Are”
6. A Tribe Called Quest – “We Got It from Here… Thank You 4 Your Service”
7. Neil Young – “Peace Trail”
8. The Avalanches – “Wildflower”
9. David Bowie – “Blackstar”
10. Parquet Courts – “Human Performance”

**

* Top 10 – Ana Carolina Monteiro

Captura de Tela 2016-12-22 às 8.22.00 PM

1. Michael Kiwanuka – “Love & Hate”
2. Whitney – “Light upon the Lake”
3. Leonard Cohen – “You Want It Darker”
4. Wilco – “Schmilco”
5. Parquet Courts – “Human Performance”
6. Radiohead – “A Moon Shaped Pool”
7. David Bowie – “Blackstar”
8. Car Seat Headrest – “Teens of Denial”
9. Savages – “Adore Life”
10. Warpaint – “Heads Up”

**

* Top 10 – Tallita Alves

Captura de Tela 2016-12-22 às 8.25.14 PM

1. David Bowie – “Black Star”
2. Blood Orange – “Freetown Sound”
3. Moderat – “III”
4. Solange – “A Seat at the Table”
5. Rihanna – “Anti”
6. Soft Hair – “Soft Hair”
7. Frank Ocean – “Blonde”
8. Whitney – “Light upon the Lake”
9. Lady Gaga – “Joanne”
10. Kaytranada – “99.9%”

**

* Top 10 – Alexandre Gliv Zampieri

gliv

1. Metallica – “Hardwired… To Self Destruct”
2. Korn – “The Serenity of Suffering”
3. Rob Zombie – “The Electric Warlock Acid Witch Satanic Orgy Celebration Dispenser”
4. Asylums – “Killer Brain Waves”
5. Biffy Clyro – “Ellipsis”
6. Alexisonfire – “Live at Copps”
7. Slaves – “Take Control”
8. Blossoms – “Blossoms”
9. Weezer – “Weezer (The White Album)”
10. Catfish and the Bottlemen – “The Ride”

**

* Top 10 – Isadora Almeida

isa

1. Koi Child – “Koi Child”
2. Anderson .Paak – “Malibu”
3. Whitney – “Light upon the Lake”
4. Sunflower Bean – “Human Ceremony”
5. Roosevelt – “Roosevelt”
6. The Last Shadow Puppets – “Everything That You’ve Come to Expect”
7. Skepta – “Konnichiwa”
8. Billie Marten – “Writing of Blues and Yellows”
9. Catfish and the Bottlemen – “The Ride”
10. The 1975 – “I Like It When You Sleep, For You Are So Beautiful Yet So Unaware of It”

**

* Top 10 – Fernando Scoczynski Filho

Captura de Tela 2016-12-22 às 8.25.14 PM

1. David Bowie – “Blackstar”
2. Radiohead – “A Moon Shaped Pool”
3. Savages – “Adore Life”
4. The Kills – “Ash & Ice”
5. Autolux – “Pussy’s Dead”
6. Iggy Pop – “Post Pop Depression”
7. Garbage – “Strange Little Birds”
8. Deftones – “Gore”
9. The Dillinger Escape Plan – “Dissociation”
10. The Black Queen – “Fever Daydream”

PLAYLIST MELHORES DE 2016