Em andre travassos:

Popload Live: hoje, 17h, no Stories da @poploadmusic, papo e música com André Travassos, do M O O N S

>>

* Nosso convidado deste feriado de 9 de julho em pleno 25 de maio é o habilidosíssimo André Travassos, importante nome da cena indie mineira, ex-vocalista do Câmera, participante do supergrupo Congo Congo, dono da banda M O O N S.

André conversa e toca músicas hoje, às 17h, na Popload Live, que pode ser acessada pela @poploadmusic, a conta deste conglomerado pop cultural de levada indie no Instagram.
A cena mineira, o encontro entre o indie, o folk e a sonoridade das montanhas, suas bandas e outras viagens. André Travassos conversa e toca logo mais, na @poploadmusic.

3 - PHOTO-2020-05-25-11-47-07

A live da Popload foi criada para proporcionar, em tempos de clausura, papo e performance com pessoas legais da nossa música. Inclusive… tocando música.

Já rolou por aqui conversa e som com Flavio FingerFingerrr, André Aldo, Eduardo Apeles, Vivian Kuczynski, Lucas Fresno, Rita Papisa Oliva e Ale Sater, do Terno Rei, Bianca e Rodrigo do Leela, Lucas da Glue Trip, Fefel do Boogarins, Duda Brack, Clarice Falcão, Gabriela Deptuski, do My Magical Glowing Lens, Jay Horsth, do Young Lights, Salma & Macloys, do Carne Doce, a trinca Naíra, Érica e Caro, do sexteto Mulamba, e João Erbetta, do Los Pirata, o Popoto, da banda Raça, a Sara Não Tem Nome e o produtor paulistano CESRV, o internacional Sessa, o cheio-de-histórias-incríveis Supla, a multimídia Lia Paris, o rapper afrojaponês-andróide Yannick Hara e a guitarrista e cantora Brvnks, o professor Frank Jorge, o brit-paulistano Charly Coombes, Tim Bernardes de O Terno, Mario Bross, do Wry, a diva Ava Rocha, o produtor mashapeiro Raphael Bertazzi e com o engenheiro de som e beatmaker Master San. Tudo regado a som ao vivo, adaptado, rearranjado, diferente, tecnicamente perdoadíssimo.

Já teve até DJ set, do ótimo Willian Mexicano, com a digníssima diva pop Pabllo Vittar participando animada. E a do Lúcio Morais, do Database. Do Trepanado, da Selvagem. Do Lúcio Caramori. Já teve conversa sobre a história da CENA brasileira com um dos personagens principais dela desde sempre, o agitador Fabrício Nobre. Já teve papo de jornalismo musical com Pedro Antunes, editor da “Rolling Stone”, também conhecido como o inventor do programa “Tem um Gato na Minha Vitrola”. Já conversamos com Bruno Natal, do podcast Resumido, e Thiago Ney, da newsletter MargeM, dois instrumentos ~modernos~ vitais para entender o mundo hoje.

A ideia da live é que ela, diária, de segunda a sexta no período de quarentena, não necessariamente tenha um horário padrão para rolar, mas até que tem acontecido bastante às 17h. A gente avisa aqui e nas redes o horário certo do dia.

Então, hoje, às 5 da tarde, no Stories do @poploadmusic, conversa e discotecagem com André Travassos, da banda mineira M O O N S.

E lembrando que as Lives passaram a ficar disponíveis no igtv da conta do Popload Music, para outras revisitações ou mesmo para ver pela primeira vez. Escolha sua opção, mas veja.

>>

CENA – Minas Gerais revela o M O O N S, som plural de uma banda singular

>>

cena

* Para começar, a banda é tão singular que é de um cara só, o mineiro André Travassos, integrante do belo grupo de indie britânico de BH o Câmera, que saiu de férias. Nas férias do Câmera, Travassos resolveu trabalhar seu lado folk no M O O N S, que faz sua estreia aqui na Popload com o single da viajante “Golden Sun”. Viajante e cheio de camadas. Viagem de várias paradas.

O lance aqui é mesmo space rock. E a ideia é envolta em uma certa psicodelia mineira em princípio, pois André diz que o álbum de estreia, “Songs of Wood & Fire”, na qual “Golden Sun” está inserida e será lançado terça da semana que vem, é “convite para viajar, sem o peso da
gravidade, através das montanhas de Minas Gerais”.

MNS_Breno da Matta 02

“Antes do hiato do Câmera eu já havia decidido que gravaria essas músicas neste ano, buscando novos caminhos. E, mesmo sendo um trabalho solo, o processo de gravação trouxe novamente esse espírito de grupo que uma banda tem”, conta Andre, que convidou amigos da nova cena instrumental de BH para fazer os arranjos, quase todos compostos dentro do estúdio, minutos antes das gravações.

Você ouve abaixo, então, a bela e sensibilíssima “Golden Sun”, que parece encontrar de alguma forma o Nick Drake em uma dessas montanhas mineiras a que André Travassos se refere. Fechando o post, a capa de “Songs of Wood & Fire”, o aguardado disco solo do M O O N S, propriedade sonora do vocalista e guitarrista do Câmera, que vem à luz semana que vem, trazendo também a notícia de uma turnê dele pela Europa.

content_id

* A foto lá em cima, mais a da home da Popload, são de Breno da Matta.

>>