Em Anitta:

O Melhor do Twitter: “Anitta e o SUS, Anitta e o folk escocês. E o Nhonho!” Edition

>>

*****
Este momento é nosso! Se você não entendeu o título deste post, sentimos por você. Ou temos um pouco de inveja, sei lá, porque significa que você tem vida fora do Twitter. Na nossa bolha, o mundo caiu. CHUPA, 2020: é Anitta cantando com Belle & Sebastian, amigues! Nem que isso saia só em 2022, a gente leu, releu e torceu, é o que importa. Também teve o Nhonho. E a Anitta, ela de novo, mas agora salvando o SUS. Mais: o Ciro e o Lula tal qual Maria Eduarda e a irmã que apaga vela. E o dólar nas alturas.
*****

>>

Colisão de mundos. Belle & Sebastian implora para ser a banda da… Anitta

>>

* Que o mundo está muito loko, a gente tem visto diariamente, principalmente neste ano assustador. Mas a conversa no Twitter entre a banda fofolk escocesa Belle & Sebastian e a cantora pop(-funk) brasileira Anitta vem levar este final de 2020 para outras dimensões.

A introdução necessária é a seguinte.

Em julho deste ano, em entrevista ao site indie inglês de new músic The Line of Best Fit entrevistou a brasileira (oi!!!) sobre as bandas que ela ouvia, amava e a teria influenciado para chegar ao som que ela chegou. A ideia era fazer uma playlist com músicas desses artistas. Entre as canções escolhidas por Anitta, estava “Funny Little Frog”, da banda Belle & Sebastian (álbum “The Life Pursuit”, de 2006).

“Você não imaginaria que eu adoro uma música do Belle & Sebastian, né? Haha. Mas é verdade. Eu amo esta música e o disco inteiro. Ela é de um tempo em que eu estava aprendendo a escutar músicas às quais eu não estava acostumada. E essa foi uma grande descoberta para mim. E a lição de aprender e amar a diversidade musical foi essencial para mim e para a minha carreira de cantora. Revelou em mim um princípio de compreender outras linguagens sonoras e me livrar de preconceitos com um estilo de música especifico”, justificou Anitta, mostrando até uma fã da “fase retrô” boa do B&S.

Chegamos a esta tarde de sexta-feira chuvosa (em São Paulo) em que o Twitter revela uma conversa entre Stuart Murdoch, o líder da banda escocesa, e a brasileira.

Na thread, Murdoch aborda a Anitta se oferecendo para fazer uma música para ela. Na real, Murdoch nem se referia ao “Best Fit”, mas sim um post de Anitta de 2014, declarando seu amor por Belle & Sebastian. E ainda falou que se Anitta quisesse uma banda para tocar para ela ou para escrever uma música para ela cantar, sua banda estaria à disposição dela, quando ela quisesse.

Anitta responde Murdoch, algumas horas depois: “Isto é real?”

Veja com seus próprios olhos.

30c97047-2e81-4341-a98c-3435a8da963e

***

* A coisa não para por aí. Os indies gringos adoram mesmo Anitta (ou o agente dela é muito bem relacionado no underground). O site americano Pitchfork publicou ONTEM uma história da Anitta, em vídeo, escolhendo a trilha sonora da vida dela. Isso pode ter provocado a thread de hoje, talvez, até porque o Belle & Sebastian, para o Pitchfork, não foi mencionado.

>>

Anitta revela as músicas fundamentais de sua carreira. Tem uma do… Belle & Sebastian

>>

anitta

* OK, o negócio é o seguinte. A bomb-girl Anitta, fenômeno musical brasileiro sem necessidade de maiores apresentações, revelou ao site indie inglês The Line of the Best Fit suas músicas prediletas, segundo o site “as canções que estão na base de sua história como deusa pop”.

Estão lá canções “coerentes” com a carreira de Anitta, como “Baby Boy”, da Beyoncé com participação do Sean Paul, “Dreamlover”, da Mariah Carey, “No Me Platiques Más”, do Luis Miguel, e até “16 Toneladas”, do grupo brasileiro Funk Como Le Gusta, entre outras. Até aí beleza. São nove músicas escolhidas, no total.

Mas ali no meio aparece uma música da banda cult-fofura escocesa Belle & Sebastian. Oi?

A canção é “Funny Little Frog”, do álbum “The Life Pursuit”, de 2006. É até dançante e alegre para os padrões da banda escocesa. Mas nem tanto assim para a “pegada Anitta”.

Mas ela explica ao “Best Fit”:

“Você não imaginaria que eu adoro uma música do Belle & Sebastian, né? Haha. Mas é verdade. Eu amo esta música e o disco inteiro.

Ela é de um tempo em que eu estava aprendendo a escutar músicas às quais eu não estava acostumada. E essa foi uma grande descoberta para mim. E a lição de aprender e amar a diversidade musical foi essencial para mim e para a minha carreira de cantora. Revelou em mim um princípio de compreender outras linguagens sonoras e me livrar de preconceitos com um estilo de música especifico.

As letras de ‘Funny Little Frog’ são pensamentos que fazem sentidos a minha vida. Acho todas as músicas desse disco muito tranquilas e eu me sinto instantaneamente bem quando as estou escutando. Me levam para um lugar onde eu posso ficar bem comigo mesma, curtindo estar sozinha.”

Algumas vezes Anitta já revelou nas redes sociais sua paixão por outra banda indie, dessa vez mais “próxima”. Ela curte bem CSS e já apareceu no instagram cantando “Superafim”, da banda de Lovefoxxx.

Anitta é das nossas, haha.

>>

Coachella 2020 escala IDLES, Fontaines DC, black midi e… Pabllo Vittar e Anitta

>>

* Vai ter viado no Coachella 2020, anunciou em seu Instagram a artista mais explosiva brasileira dos últimos anos. O festival da Califórnia, que acontece em dois finais de semana de abril e é o o grande responsável pela volta do Rage Against the Machine aos palcos, soltou ontem à noite sua escalação para este ano novo, com a cantora e dançarina brasileira Pabllo Vitar. A hoje internacional Anitta está nesta também.

Talvez o melhor junta-tribos dos últimos anos, com uma escalação variada e representativa da nova música para o nosso humilde gostinho, deu até uma pequena vontade momentânea de pegar o carro alugado em Los Angeles e rumar para o deserto em direção ao mesmo tempo festival mais bonito do mundo e o maior exemplo de shopping center da música que virou. Mas beleza: a transmissão dos shows do Coachella pela internet é muito boa.

fontaines

Muitos dos britânicos (inclui-se aqui irlandeses, em licença geográfica) da hora estão lá no cartaz, no meio dos cerca de 160 atrações divulgadas. Os punks IDLES, Fontaines DC (foto) e The Murder Capital marcarão presença. Os suecos do Viagra Boys, da mesma turma, estarão a bordo. O incrível e multiarticulado rapper Dave (lembra o Glastonbury, né?), o parça fera Slowthai, os doidos não-convencionais black midi e The Comet Is Coming, os redivivos Disclosure, Friendly Fires e Fatboy Slim e os belezuras Hot Chip (oi, Popload Festival!), FKA Twigs, Anna Calvi e Yungblud também estão entre os que vão pegar o vôo da British rumo aos EUA em abril, para o Coachella.

Rage fecha o sexta. Travis Scott e 21 Savage sacodem o sábado e a dobradinha linda Frank Ocean e Lana Del Rey encerram no domingo. O Coachella Festival acontece nos dias 10, 11 e 12 de abril, depois tem repeteco em 17, 18 e 19.

Numa olhada rápida, tem ainda King Gizzard & The Lizard Wizard, Mura Masa, Charlie XCX, SebastiAn, Princess Nokia, Orville Peck, Carly Rae Jepsen, Peggy Gou, Lil Nas X, Pup, Floating Points, Snail Mail, Black Pumas. Pulei alguém muito relevante?

Olha, viu, Coachella? Sei não…

coachella1

>>

O Melhor do Twitter: The Malandra Edition

>>

***
Alguém aí ainda? Partiu Natal?

Mas, antes de pegar a estrada ou ir para a última confraternização do ano, ou então enquanto você espera a sua vez no amigo secreto ou enfrenta a fila do peru grátis da firma, temos ele, sim: o Melhor do Twitter! A semana foi bem agitada, principalmente se você investiu em bitcoins. Tivemos o Hillary Trump, o Matt Damon Chatiado, Star Wars x fãs de Star Wars, o Gilmar Solta e… a ANITTA feat. Meio Mundo. Vai, Malandra!
***

>>