Em Arctic Monkeys:

Lá vem mais um show do Arctic Monkeys em um festival europeu. Porque sim!

>>

Foto: Lior Phillips

Foto: Lior Phillips

Talvez principal atração dos festivais de verão na Europa neste ano, o Arctic Monkeys segue seu rolê que já passou por países como Espanha, Escócia e Polônia.

Na semana passada, além de aparecer como uma das atrações principais do Mad Cool, em Madrid, a turma de Sheffield foi mostrar seu novo show classe em Portugal, no NOS Alive.

Um compacto do show está rodando por aí, com pouco mais de uma hora de duração. Incrível como o grupo britânico anda mesclando bem as canções novas e lentas com as mais pesadas, tipo “Brianstorm” que está cada vez mais hino.

Após um breve descanso, eles retomam a agenda na América do Norte, no próximo dia 24, no Forest Hills Stadium, no Queens, com uma parada no Lollapalooza em Chicago no começo do mês que vem. Também em agosto eles ainda tocam em alguns festivais europeus, como o sueco Way Out West e o húngaro Sziget.

Setlist
1. Four Out Of Five 01:10
2. Brianstorm 05:57
3. Don’t Sit Down ‘Cause I’ve Moved Your Chair 09:11
4. Crying Lightning 12:45
5. The View From The Afternoon 17:06
6. Teddy Picker 21:14
7. 505 24:11
8. Tranquility Base Hotel & Casino 29:32
9. Do Me A Favour 33:19
10. Cornerstone 37:39
11. Why’d You Only Call Me When You’re High? 41:35
12. Knee Socks 45:02
13. One Point Perspective 50:39
14. Do I Wanna Know? 54:42
15. She Looks Like Fun 59:55
16. Pretty Visitors 01:03:21

>>

Arctic Monkeys todinho no Mad Cool, com as músicas novas (ahhhh!) e cheio de hits (êêêêê!). Vai se acostumando com esse show, porque no ano que vem…

>>

* We’re going back to 505.

Untitled-1

* Já se acostumou com (engoliu) o disco novo do Arctic Monkeys? Pois acho bom. Primeiro porque aqui abaixo a gente tem eles tocando no festival mad e cool Mad Cool de Madrid, neste final de semana que passou, show inteiro, tirado da TV espanhola. Do “problemático”rec£em-lançado sexto álbum, “Tranquility Base Hotel & Casino” eles tocaram cinco músicas, que ao vivo ficam melhores do que no disco thanksgodalmighty. O resto é uma chapuletada de hits.

Se você não se importa em ver o nosso querido Alex Turner pentear a cabeleira no palco, vestido na estica com roupa da Savile Row e sapatos Hermès, você vai amar o show, como de costume.

Show este que a gente começa a saber, e esse assunto vai perdurar daqui para a frente neste espaço, vem ao Brasil em 2019. Há uma luta de bastidores para ver se essa nova turnê vem como solo pela América do Sul ou, até mais provável e isso está cada vez hot, como headliner dos próximos Lollapalooza latinos, como já têm jurado nossos jornalistas hermanos bem-informados.

Por enquanto, “só” mais um show f•da do Arctic Monkeys, aqui embaixo:

>>

Cover art. Arctic Monkeys fazendo Elvis Costello. Florence cantando Fleetwood Mac. First Aid Kit entoando Kate Bush. O pop é lindo!

>>

Foto: PA Images/Sipa USA

Foto: PA Images/Sipa USA

Uma das coisas mais legais que a gente vê por aí são bandas prestando homenagens a outras bandas/artistas, etc. E nos últimos dias apareceram ao menos três versões cover que ficaram de chorar.

O Arctic Monkeys, por exemplo, em recente show em Lyon, na França, prestou seu tributo a Elvis Costello ao cantar a clássica “Lipstick Vogue”, de 1978. O show todo, inclusive, foi dedicado ao cantor e compositor, que está se recuperando de uma operação na qual precisou extrair um “pequeno, porém agressivo” tumor.

* Já a Florence Welch está em turnê com sua banda apresentando o novo disco “High As Hope”. Em uma recente parada na deliciosa SiriusXM, uma das melhores rádios do mundo, a britânica usou sua voz potente para uma versão de “Silver Springs”, do Fleetwood Mac, em versão bem intimista que incluiu um piano, um violão e um pandeirinho.

* Tão fofas quanto, as meninas irmãs do First Aid Kit – Klara e Johanna Söderberg – gravaram uma session para a série Spotify Singles. Uma das músicas escolhidas pelas suecas foi “Running Up That Hill”, som gravado originalmente pela cantora Kate Bush, em 1985, que elas dizem ter começado a ouvir a fundo recentemente. O resultado pode ser ouvido abaixo.

>>

Eba. O show do Arctic Monkeys na Escócia, em versão quase completa

>>

Fotos: Scotish Sun

Fotos: Scotish Sun

Falamos aqui ontem que Glasgow recebeu mais uma edição do TRNSMT Festival no último final de semana, com atrações puxadas pelos bambas Liam Gallagher e Arctic Monkeys. A BBC Scotland, patrocinadora do evento, transmitiu parte dele ao vivo e, no meio dessas transmissões, tem uma horinha cool com a banda de Sheffield.

Está incrível ver que o último álbum, “Tranquility Base Hotel & Casino”, acusado de ser um disco “lento” (tudo bem, é), tem funcionado bem ao vivo, com a galera cantando as canções a plenos pulmões.

No compacto da BBC, tem algumas novas tipo a de abertura “Four Out of Five” e “One Point Perspective”, e os petardos “Brianstorm”, “Do I Wanna Know?” e “R U Mine?”.

SETLIST
0:06 four out of five
4:44 brianstorm
8:01 don’t sit down
11:18 the view from the afternoon
15:05 arabella
18:34 do me a favour
22:55 cornerstone
26:45 why’d only call me when you’re high
29:47 one point perspective
33:29 do i wanna know
38:17 i bet you look good on the dancefloor
41:41 505
48:10 star treatment
53:45 from the ritz to the rubble
57:40 R U mine?

>>

Copa? Que Copa? Festival em Glasgow tem show do Liam interrompido por maluco, Arctic Monkeys com Miles Kane, e ainda Interpol, Blossoms e mais…

>>

Fotos: Scotish Sun

Fotos: Scotish Sun

Rolou no último final de semana o TRNSMT, festival que colocou no palco em Glasgow nomes como Stereophonics, Arctic Monkeys e Liam Gallagher. E como todo bom festival de verão que se preze na Europa, rolou muita coisa.

No sábado, Liam levou uma legião de fãs do Oasis e não fez feio, já que revisitou canções antigas da banda, tipo “Whatever”, que apareceu em seu setlist recentemente com set de metais e tudo. Teve também “D’Yer Wanna Be A Spaceman?”, lado-b obscuro de sua banda antiga, e que foi cantada por Liam um dia antes também no Finsbury Park, em Londres, após 22 anos (com ele).

Mas um dos pontos altos do show em Glasgow foi um fã malucão que resolveu subir até o topo de uma das torres de som, interrompendo o Liam, que mandou a real: “jump or come down”. Haha. E foi logo no meio de “Cigaretts & Alcohol”, pensa.

** Já o Arctic Monkeys tocou ontem e a boa novidade é que a BBC transmitiu parte do show. Bom para ver qual é a da nova fase da banda de Sheffield, trabalhando seu novo álbum que não tem cara de rock de arena, mas também tocando as antigas que são total rock de arena. Tipo “Brianstorm”, que vem sendo catarse coletiva brutal nessa turnê. O show ainda teve participação de Miles Kane, o bro do Alex Turner, na incrível “505”.

** Abaixo, alguns registros de outras atrações do evento, incluindo o próprio Miles Kane, Interpol, Stereophonics e Blossoms.


>>