Em Arctic Monkeys:

Help! Arctic Monkeys rifa guitarra histórica para salvar as casas de shows da Inglaterra

>>

* O estrago que a pandemia fez em diversas áreas da música, o que inclui muito as necessárias casas de shows de médio e pequeno porte que, fechadas, não conseguem se manter, pagar funcionários, afeta essa importante roda econômica do mundo do entretenimento. Em qualquer lugar do planeta.

Na Inglaterra, a banda Arctic Monkeys resolveu lançar nesta semana uma campanha para ajudar a aliviar a situação de casas à beira da falência, do país inteiro e em especial o tradicional clube Leadmill, de Sheffield, a terra deles.

Alex Turner e amigos estão levantando um crowdfunding para arrumar algum dinheiro para não deixar fechar os clubes nos quais bandas e artistas hoje enormes como ele começaram a carreira. O quarteto ainda está promovendo uma rifa para aumentar o $$$, dando como prêmio a guitarra preta Fender Stratocaster que Turner usou tanto no Leadmill (900 pessoas na capacidade) quanto no Reading Festival de 2006, quando o AM estourou na turnê do primeiro disco, o histórico “Whatever People Say I Am, That’s What I’m Not”.

Quem comprar um número da rifa, automaticamente vai receber um acesso livre e exclusivo para assistir em streaming essa marcante apresentação do grupo no Reading.

Quem quiser fazer um lance pela guitarra de Alex Turner é só ir no crowndfunder.co.uk e tentar a sorte. O bilhete da rifa custa 5 libras, algo em torno de R$ 35.

Até o momento que este post está sendo escrito, quase 40 mil libras, perto de R$ 240 mil, foram arrecadados.

Abaixo, Alex, sua Fender preta e o Leadmill num trecho de show deles no começo da carreira.

>>

Sem poder acontecer real, Glastonbury virtual remonta o passado de quinta a segunda para comemorar seus 50 anos

>>

* Glastonbury x Coronavírus. Previsto para acontecer nesta semana entre os dias 24 a 28 de junho, mas cancelado pela pandemia, o gigantesco festival inglês anunciou um “line up virtual” para comemorar seu 50º aniversário. Se 205 mil pessoas compareceriam in loco para ver essa especialíssima edição cinquentenária do festival, a ideia agora é milhões de longe relembrando os grandes momentos do evento nesses anos todos.

Bom, talvez recriar a “experiência glasto” em casa não seja tão fácil. Sem aquele monte de barro, litros de cerveja quente, o (des)conforto dos banheiros químicos, a aglomeração de gente “alterada” (inclusive saudade do galerão)… Massss, sem outro jeito, dá para você recordar alguns dos shows icônicos do maior festival do mundo ao longo destes 50 anos.

A edição que agora em 2020 traria como headliners sir Paul McCartney, Kendrick Lamar e Taylor Swift, além de mais de outros MIL (!!!) shows na programação, resolveu proporcionar a seus fãs parte da experiência através de playlists (divididas por palcos), galeria de fotos, eventos, palestras e até uma exposição online com curadoria do ótimo museu britânico Victoria & Albert (V&A, de Londres). Tudo isso é o chamado Glastonbury Experience.

Na TV, a BBC, que transmite o Glasto desde 1997, também terá parte da sua programação dedicada ao festival a partir de quinta feira, só com pesos pesados e seus shows clássicos: Nick Cave & The Bad Seeds, Oasis, Radiohead, The Cure, Beyoncé, Jay-Z, LCD Soundsystem, Amy Winehouse, Lady Gaga, David Bowie (!), Arctic Monkeys, Blur, entre muitos outros. E, claro, as “novidades” quentinhas da música: Billie Eilish, Fontaines DC, Idles, Haim, Stormzy…

O gigantesco lineup de shows antigos do Glasto vai ser mostrado em streaming na plataforma BBC iPlayer, que não funciona fora do Reino Unido. Fiquemos de olho no canal da BBC Music no Youtube. Ou pensamos em outro jeito. Mas teremos que ver.

Captura de Tela 2020-06-23 às 7.35.29 AM

Por aqui a gente não consegue nem separar os favoritos da lista acima, mas enquanto isso vamos de playlists para ir entrando no clima, cada uma representando um dos principais palcos do festival:

(PYRAMIDE STAGE PLAYLIST)

***

(THE PARK STAGE)

***

(JOHN PEEL STAGE)

***

(WEST HOLTS)

***

(OTHER STAGE)

***

***

* A foto que chama este post na home da Popload é da primeira aparição do Oasis para show no Glastonbury, em 1994.

>>

Parece que muita gente acreditou no hype: Arctic Monkeys rompe a barreira do bilhão com o vídeo de “Do I Wanna Know?”

>>

arctic monkeys 5 K.C. Alfred

Se lá nos anos 90 o barato de se fazer um clipe era aparecer no Top 20 da MTV, nos anos modernos o que contam são os views no YouTube. E o Arctic Monkeys, banda que surgiu nesses anos modernos, acaba de realizar um grande feito, mesmo o Alex Turner avisando lá atrás que não era para a gente acreditar no hype.

Os britânicos entraram para um seleto grupo de artistas que ultrapassaram 1 bilhão de visualizações com um vídeo musical. A trilha do recorde é “Do I Wanna Know?”, música que representa a fase mais pesada da carreira da turma de Sheffield.

No momento exato desta publicação, 1.001.859.801 era o número de visualizações, mais de 5 milhões de joinhas e 165 mil dislikes.

Entre os vídeos musicais mais vistos de todos os tempos no YouTube estão o hit pop “Despacito”, com quase 7 bilhões de views, e “Uptown Funk”, com 3,8 bilhões de visualizações. Da turma do rock, o Guns N’ Roses rompeu a barreira bilionária ano passado com “November Rain”, hoje caminhando para 1,4 bilhões de visualizações.

Um fato interessante é que o vídeo de “Do I Wanna Know”, embora bem-feito em cima da animação assinada pela Blinkink e com direção de David Wilson, é bem simples, com formas baseadas em ondas sonoras que acompanham as batidas e a voz de Alex Turner. Luxo.

>>

Baú dos sonhos! Com Arctic Monkeys, Wilco, Sonic Youth e grande elenco, NPR libera áudios de mais de 100 shows realizados no clubinho 9:30, de Washington

>>

010620_monkeys1

Entre os anos de 2005 e 2017, a NPR, rede de rádios norte-americana, tinha em sua programação uma série de performances ao vivo, registradas no famoso 9:30 Club, um dos principais redutos indies de Washington.

Com essa história de pandemia toda, a rede resolveu liberar em áudio mais de 100 SHOWS destes 12 anos relatados. tudo de graça, também em celebração aos 40 anos de fundação do clubinho.

Entre os registros estão shows de bandas como Sonic Youth, Arctic Monkeys, The National, Wilco, The Raconteurs, the Black Keys, Yeah Yeah Yeahs, James Blake e muito mais.

A lista completa de shows pode ser conferida abaixo.

2005

Bright Eyes
Bloc Party
David Gray
Lucinda Williams
Secret Machines and Kings of Leon
My Morning Jacket
Son Volt
Death Cab For Cutie
Calexico and Iron and Wine

2006

Belle and Sebastian and The New Pornographers
Arctic Monkeys
Yeah Yeah Yeahs
Neko Case
Toots and the Maytals
Mogwai
The Walkmen
Sonic Youth
Gomez
Fiery Furnaces
Sleater-Kinney
Regina Spektor
Jenny Lewis
The Black Keys and Black Angels
OK Go and French Kicks
Cat Power
Ray LaMontagne

2007

Emily Haines and the Soft Skeleton
The Good, The Bad & The Queen
Explosions In The Sky
Ted Leo and the Pharmacists
Low with Loney, Dear
The Frames
Ben Gibbard
Andrew Bird
The National
Richard Thompson
The Polyphonic Spree
Femi Kuti
Travis
Glen Hansard and Marketa Irglova from the film Once
Gogol Bordello
The Apples in Stereo
Rilo Kiley
Animal Collective
Iron and Wine
Jose Gonzalez
Josh Ritter
Stars
Spoon
The New Pornographers
Nickel Creek
Broken Social Scene
The Hold Steady

2008

Wilco
Stephen Malkmus and the Jicks
Nada Surf
DeVotchKa
The Raconteurs
The Ting Tings
Spiritualized
Of Montreal
Conor Oberst And The Mystic Valley Band

2009

Andrew Bird
Animal Collective
Dan Deacon
Metric
The Dead Weather
M. Ward
Sunny Day Real Estate
The Gossip
Dinosaur Jr.
Benjamin Gibbard and Jay Farrar

2010

Shout Out Louds
Public Image Ltd.
The New Pornographers
Superchunk
The Tallest Man On Earth
Deerhunter
Jonsi

2011

Best Coast and Wavves
Bon Iver
Beirut

2012

The Kills
JEFF The Brotherhood
The Soul Rebels
Galactic
Kishi Bashi
Of Montreal
fun.
Spiritualized
M83
Best Coast
Wye Oak
Dirty Projectors
Patrick Watson
Grizzly Bear

2013

James Blake
Volcano Choir
Marijuana Deathsquads
Poliça

2014

Future Islands
tUnE-yArDs
Sylvan Esso

2015

Sleater-Kinney

2016

Glen Hansard, Sharon Van Etten, Kishi Bashi, Laura Gibson, The Suffers, and Dan Deacon
Savages
Explosions In The Sky
Lucius
Warpaint

2017

Gaby Moreno
Robert Glasper and Bilal
Kronos Quartet
Margo Price
Bon Iver
Jeff Tweedy
Tank and the Bangas

>>

De David Bowie a Oasis, Jools Holland oferece vídeos nostálgicos para amenizar a quarentena

>>

Seguindo o exemplo da rádio californiana KCRW, a turma do programa Later With… Jools Holland, programa essencial de música da BBC há décadas, tem colocado em seu canal do YouTube apresentações históricas nos últimos dias, para deixar a quarentena menos xarope.

De uma semana para cá, foram rebuscados vídeos de apresentações de Paul Weller (2000), Oasis (1995), Bjork (1996), Kanye West & Charlie Wilson (2013), Arctic Monkeys (2005).

O panorama de nostalgia disso tudo pode ser conferido abaixo.

>>