Em bananada:

CENA – Quem falou que ele não vinha? Festival Bananada confirma primeira leva de atrações, com Criolo mais 19

>>

1 - cenatopo19

* Toma Criolo, Jaloo, Felipe Cordeiro e mais 17 atrações. Agora em agosto, o festival goiano Bananada sai do primeiro semestre mas não perde a majestade de ser um dos principais festivais da cena independente brasileira. O evento do Brasilzão Central, que em 2019 faz sua 21ª edição, confirmou hoje os 20 primeiros nomes que se apresentarão em Goiânia dos dias 12 a 18 de agosto.

1 - 54522901_1276735565833169_9136889833807937536_n

Fora os já citados, o Bananada escala de início, ainda, Tulipa Ruiz & João Donato, Romero Ferro, Terno Rei, os lollapaloozas Brvnks e E a Terra Nunca me Pareceu Tão Distante, Tuyo, O Quadro, Raça, Demonia, Drik Barbosa, Jéssica Caitano, Saskia, Jadsa e a banda indie-ançiã Magüerbes, que nasceu em Americana (SP) no calor grunge e vai fazer no Bananada seu show de 25 anos.

Essa foi a parte brasileira. O Bananada põe para circular por aqui, também, grupos gringos, ao botar para tocar os colombianos Frente Cumbieiro e os portugueses Paus.

Os ingressos para o Bananada 2019 já estão disponíveis aqui. O local da edição 21 do Bananada ainda está em negociação.

Espere mais leva de bandas para breve.

2 - Festival Bananada [divulgacao]

***
* A foto do Criolo que ilustra o destaque da home para este post é de Gil Inoue.

>>

POPLOAD TV, EPISÓDIO 03 – OS FESTIVAIS BRASILEIROS

>>

* Depois de uma edição histórica do Bananada em Goiânia (dá para ler como foi tudo aqui no especial da CENA) o novo episódio da Popload TV discute os festivais brasileiros. Dos independentes como o próprio Bananada, Dosol e Coquetel Molotov até os gigantes Lollapalooza e Rock in Rio, fala-se das vantagens, pontos que precisam ser melhorados e como ainda caminhamos no jardim de infância dos festivais.

Para finalizar, claro, não poderíamos deixar de falar de como surgiu e (um pouco d)o que guarda o Popload Festival deste ano, que terá a sua quinta edição. Dá uma olhada:

Festivais brasileiro:

Melhores festivais do mundo:

Primeiro festival do Lúcio:

A Popload TV é o canal da Popload no Youtube que estará cheio de histórias, sessions exclusivas, entrevistas e muito mais. Se inscreva aqui para conteúdos novos toda terça-feira e nosso #TBT indie às – adivinha! – quintas.

>>

CENA – Bananada da quarta tem Ventre e E a Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante, juntos. Mais: chilenos, Justine e o poderoso Far From Alaska

>>

popload_cena_pq

* Popload em Goiânia. Bananada hoje fica internacional.

poploadbananada2017

Ainda nas casas, ainda engrenando para o fim de semana bombástico, o festival recebe no Rock, nesta quarta, os chilenos Magaly Fields e Perrosky, esse já mais conhecido no intercâmbio de cenas indies daqui e de lá.

No Sesc do Centro, a partir das 20h, tem um crossover de bandas: a carioca Ventre e a paulistana E a Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante tocam ao mesmo tempo, numa grande jam. Em alguns momentos, uma das bandas acompanha o repertório da outra. O show “diferente” faz parte da parceria do Bananada com o Dia da Música, festival que acontece por todo o país com centenas de shows. Como característica do festival, hoje no Sesc não vai ser cobrado ingresso.

A fervura da noite, na vibe e no volume, acontece na tradicional casa roqueira Diablo Pub: o sessentista Trem Fantasma, do Paraná, abre os trabalhos de uma programação que tem o grande Black Drawing Chalks, banda da casa, e o “ousado” Far From Alaska (foto na home da Popload), do Rio Grande do Norte, que gravou o disco novo, “Unlikely”, nos Estados Unidos, graças a um belo crowdfunding para a pré-venda do álbum.

No Rum (ex-República), estúdio-bar que tem um belo palco, dois shows legais e shoegazers dividem a atenção do Bananada da quarta: a sorocabana Justine Never Knew the Rules e a mineira Lava Divers.

A programação completa e quem arma os showcases em parceria com o Bananada é a seguinte:

Captura de Tela 2017-05-10 às 5.32.00 PM

>>

CENA – Bananada junta nesta terça Brvnks, Papisa, showcase dos Honey Bomb e as eletronices de Bruno Abdala

>>

popload_cena_pq

* Popload em Goiânia. A cidade que nem liga pela fama de sertaneja porque é a Goiânia Rock City, na real.

poploadbananada2017

* O Bananada 2017 daqui a pouco entra em seu segundo dia musical (porque o gastronômico já rolou bem no almoço thankyouverymuch), esquentando bem sua programação em relação a ontem, mas ainda nem perto das chamas que vão arder na cidade a partir de quinta-feira, até o encerramento no domingo.

Hoje, novamente se espalhando pela cidade, o festival ocupa seis endereços, com 16 apresentações. Alguns dos destaques da noite são Papisa, o projeto solo da multiinstrumentista Rita Oliva (Cabana Café); o pequeno grande grupo local Brvnks, que acha que vive em Newport nos anos 90; o showcase do ótimo selo gaúcho Honey Bomb Records, gaúcho mas de Caxias do Sul é bom dizer, com três bandas, entre elas o My Magical Glowing Lens; e Bruno Abdala, ou B.Abdala, reconhecido nacionalmente pelo vasto alcance de suas eletronices.

O Bananada 2017, ainda na terça-feira, começa a esquentar bem. Confira a programação abaixo.

Captura de Tela 2017-05-09 às 7.51.05 PM

>>

CENA – Live from Bananada. Banda Carne Doce dança em cima do progresso, em vídeo novo

>>

popload_cena_pq

* Popload em Goiânia. Respirando o Bananada 2017, festivalzão indie brazuca que começou ontem e vai até domingo misturando música, comida e arte em vários lugares da cidade do Centro Oestão.

poploadbananada2017

Fruto da incrível cena goiana de música independente atual, já de boa reputação nacional, o ótimo grupo Carne Doce é atração de sábado no Bananada, tocando no palco principal do principal dia do festival. A banda, ainda surfando a excelente onda do segundo disco, “Princesa”, um dos mais incensados álbuns da CENA brasileira do ano passado, resolveu fazer algo diferente na semana do maior evento indie goiano.

A banda do casal Mac e Salma foi buscar no primeiro álbum, de 2014, uma de suas principais faixas ao vivo para transformá-la em lindo vídeo novo. É “Sertão Urbano”, música que fala muito do sentimento que é viver em Goiânia e arredores. É uma reflexão sobre o intenso e desordenado desenvolvimento urbano de uma cidade que ao mesmo tempo está longe do eixo do país, portanto se sente no sertão. E contrasta forte com os lugares que a circundam.

still

O vídeo traz imagens de Goiânia e da Chapada dos Veadeiros, algumas feitas por drone e com efeitos de chroma key.
Sobreposto a isso tudo, essa coleção de imagens, a banda toca e Salma dança.

“Eu tinha receio com o regionalismo e hoje quero tanto olhar para cá, e com isso tentar conversar com mais pessoas daqui e de fora”, diz o goiano Larry Sullivan, o diretor do vídeo. Todos os demais créditos técnicos estão nos comentários do vídeo.

Veja o belo resultado de “Sertão Urbano”, o novo vídeo do Carne Doce, lançado ontem à noite.

* O Carne Doce se apresenta em São Paulo duas vezes no futuro próximo, uma em maio, outra em junho. A primeira na Virada Cultural, no dia 20/5. A banda tem ainda show marcado em 24/6, no Sesc Belenzinho.

>>