Em beck:

KCRW desova vídeos de sessions raras e incríveis de Beck, The National, Lykke Li e até da Adele, de quando ela tinha 20 anos e só um disco

>>

180520_beck2

Uma das rádios mais importantes do (nosso) mundo, a norte-americana KCRW, que fica sediada em Santa Monica, nos arredores de Los Angeles, Califórnia, tem recheado seu canal oficial no YouTube com registros raros e antigos de sessions incríveis, de mais ou menos 10 anos atrás, ou mais.

Só nos últimos dias, a emissora americana botou no ar uma session do Beck, de 2008, tocando até “Gamma Ray”, pensa.

Tem também uma apresentação da Adele, no mesmo ano, quando ela nem era a superestrela que o pop venera nos dias atuais.

180520_adele2

Também foram retiradas da gaveta apresentações da Lykke Li e do nosso amado The National, ambas de 2011. A do National, vale ressaltar, foi uma session de divulgação do discaço “High Violet”, que já vai completar uma década ano que vem.

O tempo está passando muito rápido…




>>

O Nirvana vive! Grohl, Novoselic e Smear se reúnem em show em Los Angeles e convidam a St. Vincent, o Beck e a filha do Dave

>>

060120_nirvana2

Antigos membros do Nirvana se reuniram na noite de sábado, no Art Of Elysium Gala, em Los Angeles, para celebrarem o legado deixado pela banda norte-americana, que chegou ao fim com a morte de seu mentor, Kurt Cobain, em 1994.

Dave Grohl, Krist Novoselic e Pat Smear tocaram cinco canções. Foi o primeiro encontro do trio desde 2018.

Para as performances vocais, eles receberam convidados especialíssimos. St. Vincent, a linda, cantou “Lithium”. Já o herói indie Beck emprestou sua voz para a clássica “In Bloom”. Violet, filha de Grohl, cantou “Heart-Shaped Box”.

Eles ainda tocaram “Been A Son” e a cover de David Bowie, “The Man Who Sold the World”, que ficou famosa também na versão do Unplugged MTV do Nirvana. St Vincent e Beck fizeram parte da banda o show todo.

060120_nirvanaslider

** Nostalgia do Beck

Um dos convidados, Beck Hansen relembrou em breve entrevista ao Los Angeles Times que foi ali mesmo no Hollywood Palladium, há exatos 30 anos, que ele encarou um dos shows mais brutais de sua carreira, justamente do Nirvana.

“Foi o mosh pit mais insano da minha vida”, disse o cantor. “Lembro de ter sido levantado do chão o show inteiro”.

Beck ainda falou que não parou por aí. “Saí do mosh pit e minhas mãos estavam sangrando. E eu não sabia qual era a razão”.

Detalhe: o Sonic Youth tocou na mesma noite.

O show insano que o Beck fala é este aqui:

** Esta é a Violet, filha do Dave, aquele cara que parece o baterista do Nirvana.

Foto: Kevin Mazur/Getty Images

Foto: Kevin Mazur/Getty Images

** Aqui, o show inteiro.

SETLIST
Lithium (St. Vincent)
In Bloom (Beck
Been A Son (Beck)
Heat Shaped Box (Violet Grohl)
Man Who Sold The World (Beck)

>>

Enfim, saiu um dos discos do ano. Ouça “Hyperspace”, o novo do Beck

>>

111119_beck2

Saiu nas primeiras horas desta sexta-feira o aguardado disco novo do grande Beck Hansen, um dos sujeitos mais cool da música alternativas das últimas décadas.

“Hyperspace” é o primeiro álbum do norte-americano em dois anos e o disco de número 14 de Beck. Sucessor de “Colors”, vencedor do Grammy 2017, o projeto tem produção de Pharrell Williams.

O disco tem ainda convidados especiais como o vocalista do Coldplay, Chris Martin, que faz backing vocals em “Stratosphere”, e ainda a cantora Sky Ferreira, em “Die Waiting”.

>>

Beck aguça ainda mais o povo indie com “Everlasting Nothing”, outra música do disco novo que sai semana que vem

>>

090719_beck2

Nosso herói indie Beck Hansen soltou mais um cartão de visitas de luxo de seu novo disco de estúdio, “Hyperspace”, que será lançado semana que vem, dia 22/11.

“Everlasting Nothing” é mais uma canção que conta com o envolvimento de Pharrell Williams, que além de co-produtor do disco também colaborou na composição e ainda tocou bateria e teclado.

“Hyperspace”, o disco, tem ainda convidados especiais como o vocalista do Coldplay, Chris Martin, que faz backing vocals em “Stratosphere”, e ainda a cantora Sky Ferreira, em “Die Waiting”.

O novo álbum é o 14º da carreira de Beck e sucede o incrível “Colors”, vencedor do Grammy 2017 na categoria Melhor Disco de Música Alternativa.

>>

Beck invade a casa do Prince e grava EP especial para a Amazon. Cantando Prince, inclusive

>>

111119_beck2

O grande Beck Hansen esteve recentemente no legendário Paisly Park, o estúdio do Prince, onde gravou uma session que rendeu um EP para a Amazon Original.

No reduto do eterno Prince, Beck gravou as suas originais “Where It’s At” e “Up All Night”. E finalizou a apresentação com um medley de canções do próprio Prince.

O norte-americano lança no próximo 22 de novembro seu novo disco, “Hyperspace”. O EP para a Amazon, junto com o making of, podem ser conferidos abaixo.

>>