Em biffy clyro:

Noel Gallagher, IDLES, Biffy Clyro… Um pouco do que rolou no Isle Of Wight Festival neste final de semana

>>

Foto: Dyan Roberts

Foto: Dyan Roberts

Neste final de semana, rolou na Inglaterra o tradicional Isle Of Wight Festival, evento que fez grande sucesso no fim dos anos 60, retornou em 2002 e acontece anualmente desde então nos arredores de Newport.

Mesclando música nova e especialmente música velha, o festival reuniu nomes consagrados da música britânica “recente”, como Noel Gallagher e Richard Ashcroft, nomes “novos” como Miles Kane e Biffy Clyro e muito novos como o Idles, berrando “I fucking love you” para um público majoritariamente acima dos 30 anos. Haha.

Abaixo, alguns vídeos disponibilizados pela própria organização do IOW, entre eles o James (lembra?), a Lilly Allen e até o Rick Astley.

>>

Ainda o Glastonbury, com os shows incríveis de Royal Blood, Temples e Biffy Clyro

>>
GLASTONVIN3PQ
270617_temples

Aos poucos estão aparecendo os registros completos dos shows do Glastonbury que foram transmitidos apenas em rede para o Reino Unido. A BBC andou vetando geral, mas a internet está aí para dar seus pulos.

Em uma breve zapeada pelo YouTube, é possível ver que apresentações de bandas legais como Royal Blood, Temples e Biffy Clyro estão disponíveis, mas só Deus sabe até quando.

O Royal Blood recém lançou o disco “How Did We Get So Dark?”, com 10 faixas inéditas e um leque de influências, incluindo Rolling Stones, The Hives e Daft Punk. Já o Temples, banda liderada pelo excêntrico James Bagshaw, está na estrada divulgando o ótimo álbum “Volcano”, que chegou ao mercado em março deste ano. Os escoceses descamisados do Biffy Clyro estão nos palcos mostrando, ainda, sons do disco “Ellipsis”, este lançado há mais tempo, tipo um ano atrás.

As três apresentações na íntegra podem ser conferidas abaixo.

>>

Melhores de 2016: os vários Top 10 de discos internacionais da POPLOAD

>>

melhores2016_internacional

* A turma da Popload, em sua pluralidade, solta agora sua lista de melhores do ano. E, como seeeeeeeeempre, é aquela coisa: falando sobre a minha lista particular myself própria, já estou arrependido um pouco. Deixei muita coisa de fora. Outras eu começo a me tocar que existiram e foram importantes assim que eu dei o “enter”. Outras ainda que simplesmente mudei de ideia. Sou daqueles capaz de pegar o primeiro lugar e botar em oitavo. E o segundo tirar da lista. Mas aí a nóia é minha. E o que está aqui foi o que saiu.

Achamos que hoje em dia é delicado falar “Melhores Discos”. Na verdade são “Discos Preferidos”. Ou “Discos Que Contêm Mais Músicas Legais”. Nesse “novo” jeito de ouvir um álbum dos últimos tempos, o conceito de “Melhores Discos” ficou diferente.

Whatever! Eis então as listas dos Melhores Discos de 2016 para quem, cada um a seu modo, faz a Popload. É tudo tão diverso, que não dá para pinçar qual seria o “Disco de 2016”. Para dar uma ideia do que é a Popload hoje e do que foi o ano em lançamentos de álbuns.

No caso desta, a lista dos discos internacionais. Amanhã, com galera selecionada, sai a lista dos nacionais.

* Top 10 – Lúcio Ribeiro

Captura de Tela 2016-12-22 às 8.09.48 PM

1. Slaves – “Take Control”
2. Underworld – “Barbara Barbara, We Face a Shining Future”
3. Parquet Courts – “Human Performance”
4. Frank Ocean – “Blonde”
5. Metronomy – “Summer 08”
6. Skepta – “Konnichiwa”
7. Fat White Family – “Songs for Our Mother”
8. Radiohead – “A Moon Shaped Pool”
9. Chance the Rapper – “Coloring Book”
10. Iggy Pop – “Post Pop Depression”

**

* Top 10 – Alisson Guimarães

Captura de Tela 2016-12-22 às 8.17.18 PM

1. Iggy Pop – “Post Pop Depression”
2. Thee Oh Sees – “A Weird Exits”
3. Underworld – “Barbara Barbara, We Face a Shining Future”
4. Solange – “A Seat at the Table”
5. DIIV – “Is the Is Are”
6. A Tribe Called Quest – “We Got It from Here… Thank You 4 Your Service”
7. Neil Young – “Peace Trail”
8. The Avalanches – “Wildflower”
9. David Bowie – “Blackstar”
10. Parquet Courts – “Human Performance”

**

* Top 10 – Ana Carolina Monteiro

Captura de Tela 2016-12-22 às 8.22.00 PM

1. Michael Kiwanuka – “Love & Hate”
2. Whitney – “Light upon the Lake”
3. Leonard Cohen – “You Want It Darker”
4. Wilco – “Schmilco”
5. Parquet Courts – “Human Performance”
6. Radiohead – “A Moon Shaped Pool”
7. David Bowie – “Blackstar”
8. Car Seat Headrest – “Teens of Denial”
9. Savages – “Adore Life”
10. Warpaint – “Heads Up”

**

* Top 10 – Tallita Alves

Captura de Tela 2016-12-22 às 8.25.14 PM

1. David Bowie – “Black Star”
2. Blood Orange – “Freetown Sound”
3. Moderat – “III”
4. Solange – “A Seat at the Table”
5. Rihanna – “Anti”
6. Soft Hair – “Soft Hair”
7. Frank Ocean – “Blonde”
8. Whitney – “Light upon the Lake”
9. Lady Gaga – “Joanne”
10. Kaytranada – “99.9%”

**

* Top 10 – Alexandre Gliv Zampieri

gliv

1. Metallica – “Hardwired… To Self Destruct”
2. Korn – “The Serenity of Suffering”
3. Rob Zombie – “The Electric Warlock Acid Witch Satanic Orgy Celebration Dispenser”
4. Asylums – “Killer Brain Waves”
5. Biffy Clyro – “Ellipsis”
6. Alexisonfire – “Live at Copps”
7. Slaves – “Take Control”
8. Blossoms – “Blossoms”
9. Weezer – “Weezer (The White Album)”
10. Catfish and the Bottlemen – “The Ride”

**

* Top 10 – Isadora Almeida

isa

1. Koi Child – “Koi Child”
2. Anderson .Paak – “Malibu”
3. Whitney – “Light upon the Lake”
4. Sunflower Bean – “Human Ceremony”
5. Roosevelt – “Roosevelt”
6. The Last Shadow Puppets – “Everything That You’ve Come to Expect”
7. Skepta – “Konnichiwa”
8. Billie Marten – “Writing of Blues and Yellows”
9. Catfish and the Bottlemen – “The Ride”
10. The 1975 – “I Like It When You Sleep, For You Are So Beautiful Yet So Unaware of It”

**

* Top 10 – Fernando Scoczynski Filho

Captura de Tela 2016-12-22 às 8.25.14 PM

1. David Bowie – “Blackstar”
2. Radiohead – “A Moon Shaped Pool”
3. Savages – “Adore Life”
4. The Kills – “Ash & Ice”
5. Autolux – “Pussy’s Dead”
6. Iggy Pop – “Post Pop Depression”
7. Garbage – “Strange Little Birds”
8. Deftones – “Gore”
9. The Dillinger Escape Plan – “Dissociation”
10. The Black Queen – “Fever Daydream”

PLAYLIST MELHORES DE 2016

Biffy Clyro em ótima session na Radio One. E ousando fazer cover de Christine and the Queens

>>

Captura de Tela 2016-09-06 às 10.40.11 AM

* Foo Fighters britânico, a banda escocesa Biffy Clyro deu um pulo na Radio One, da BBC, para uma session do programa “Live Lounge”, sempre muito classe. O esquema é o mesmo das Popload Sessions. A banda vai e toca ao vivo uma música de trabalho, o single da hora, e depois manda um cover de algo (quase sempre) inusitado. Pois bem.

A banda do grande Simon Neil tocou, de autoria propria, a sua ótima “Howl”, single de seu mais recente disco, “Ellipsis”, lançado em julho.

A cover escolhida é que um brilho só. O Biffy Clyro desempenha uma performance toda deles para o hit atual da adorável artista francesa Christine and the Queens e sua linda e disfuncional “Tilted”, que tem versões em inglês e francês. Neil manda ver até um rap no meio da música. Sensa.

>>

O “vídeo Oasis” do Biffy Clyro

>>

Captura de Tela 2016-08-04 às 16.53.09

* Com um belo vídeo cheio de elementos que necessariamente não quer dizer muitas coisas, para variar, o grupo escocês Biffy Clyro, indie metal ou algo que o valha, bota imagens na música “Howl”, outro single, o terceiro, do mais recente disco do grupo, “Ellipsis”, lançado há menos de um mês.

Adorado pelos brits, o álbum entrou em primeiro lugar dos mais vendidos no Reino Unido, Escócia e Irlanda, além do topo também em países como Alemanha e Suíça.

“Howl” é boa, no sentido de ser daquelas músicas do Biffy Clyro com um ritmo que lembra os rocks rápidos e grandiosos do Foo Fighters, versão british.

Mas parece vídeo do Oasis, cheio de elementos e significados que ficam só na cabeça de quem dirige. Tem uma aura “David Lynch” também, meio estranhinha. Escolha sua referência. Pena não vir com bula.

Aqui eles falam sobre a música. Mas é com sotaque escocês. Então beleza. Aguardemos também eles falarem sobre o vídeo.

>>