Em big moon:

O Palma Violets que a gente conhecia não existe mais. Agora a banda se chama Gently Tender e tem novos integrantes

>>

110718_palma2

Banda indie rock garagem inglesa, que surgiu como respiro sonoro bom nos últimos anos, o Palma Violets não existe mais do jeito que a gente conhecia. Agora reforçado por Celia Archer e Adam Brown, do The Big Moon, a banda resolveu mudar de nome e agora se chama Gently Tender.

Para abalizar o anúncio, eles soltaram hoje o primeiro single, “2 Chords Good”, que estará no disco de estreia deles, ainda em processo de gravação. Eles armaram um show em Londres, o de estreia, para o dia 26 de setembro.

Vamos continuar de olho nos passos do agora ex-Palma Violets.

>>

>>

Madonna indie. A desconstrução de “Beautiful Stranger” feita pelas Big Moon

>>

Fotos:  El Hunt

Fotos: El Hunt

Espécie de mistura de Palma Violets com Elastica, com pé fincado nos anos 90, mais uma banda de meninas aparece no indie britânico. O Big Moon é formado por quatro garotas de Londres – Jules, Cellia, Fern e Soph – e já começa a causar burburinho na cena inglesa.

Depois de assinar com o selo Fiction e gravando seu primeiro disco de estreia, as Big Moon vão lançar dia 25 de setembro o single “Silent Movie Susie” em vinil e em formato digital. Como lado-b tem uma cover de, atenção, Madonna. A canção escolhida foi “Beautiful Stranger”, lançada originalmente na trilha de “Austin Powers” em 1999, época da fase euro-disco da rainha do pop.

Na voz das Big Moon, a faixa ficou toda quebrada, ganhou certo clima psicodélico, guitarras e vocal distante. Cool as f*ck. A premiere foi no programa de Matt Wilkinson na Beats 1 Radio, da Apple.

>>

Popload no CMJ. Um monte de banda britânica nova tomou a Rough Trade. E a gente conta como foi

>>

* Ainda sobre a CMJ Marathon… Nosso último olhar sobre o que aconteceu com o recém-terminado importante festival de bandas novas que é realizado espalhando por clubes e casas de show de Manhattan e Brookyn.

Nossa enviada especial Isadora Almeida relata sobre o showcase da BBC, o “Introducing”, que ocupou a incrível loja de discos Rough Trade, no Brooklyn, com apresentação das bandas The Big Moon, The Jacques, Georgia, Clean Cut Kid e Vaults, tudo nome novo da cena inglesa. O mestre de cerimônia foi o figuraça Huw Stephens, galês que é cria da Radio One inglesa e anima as noites da rádio da BBC.

Era a primeira vez de quase todas as bandas ali em Nova York e claramente eles estavam se equilibrando entre a alegria e o nervosismo durante os concertos no palco cool dos fundos da grande loja.

The Jacques, banda de Bristol, abriu a noite para os poucos que estavam ali, no horário. Os moleques (são muito moleques mesmo; devem estar na casa dos 18 anos no máximo) é mais um filhote do britrock que a gente já conhece . A música “This Is England” é grudenta, fiquei com ela na cabeça dias depois do show. Se eles estavam nesse palco é porque são bons, selo BBC de qualidade que raramente erra. Vamos aguardar as novas andanças desse The Jacques.

Logo depois dos moleques foi a vez das molecas The Big Moon subiram ao palco. Ali a casa já contava com um público mais numeroso e bem mais animado. A felicidade em estar tocando pela primeira vez na Big Apple era visível, pois elas agradeciam constantemente a oportunidade. Quando venceram o nervosismo a custa de cervejinhas, pediram para o pessoal chegar mais perto do palco e se divertir com elas.

“The Road” é uma delícia ao vivo. Big Moon já apareceu algumas vezes aqui na Popload e elas são realmente boas. A vocalista Juliette domina bem o palco e sabe comandar a parada. Ponto alto do show foi um cover invocado de “Beautiful Stranger”, que mal dava para associar à original, da senhora Madonna…

Depois veio a Georgia, baixinha treta que lançou um dos melhores álbuns de 2015 (na minha humilde opinião). Foi uma surpresa ver a garota cantando e tocando bateria, só ela e uma parceira no palco… Vendo a Georgia ao vivo fica claro que ela não precisa de mais ninguém. Tinha um pessoal dançando todas as músicas, mesmo a vendo pela primeira vez em ação. Georgia parecia estar bem surpresa que sequer tinha gente assistindo o show dela (Não seja tão modesta, Georgia, seu álbum é incrível!). “Nothing Solutions”, single mais poderoso do disco, foi o escolhido para registro em vídeo.

Clean Cut Kid é daquelas bandas que nenhum integrante tem ligação com o outro na banda, entende? É uma fofura ver essa mistura maravilhosa! Foi o show que o pessoal mais se divertiu, e eu fiquei com um sorriso no rosto o show inteiro. Muito bom. Dá uma olhada nessa “Runaway”, que abriu o show deles.

The Jacques

THE JACQUES

Big Moon

THE BIG MOON

Georgia

GEORGIA

Clean Cut Kid

CLEAN

>>

Eba. Saiu mais uma música nova e boa das meninas do Big Moon

>>

021015_bigmoon2

Sabe o Big Moon, né? Falamos delas aqui dia desses. Quarteto londrino formado por meninas, fazendo um indie pop/rock delicioso, algo cada vez mais comum na cena, né? A banda, liderada pela vocalista Juliette Jackson, surgiu depois de um show do Palma Violets ano passado.

Ela queria montar um Palma Violets feminino, basicamente, com um conceito de gangue, o que implica dizer que são meninas que, além da música, fazem todas as outras coisas juntas, tipo sair, beber, bagunçar, etc. Resumindo: uma banda além da banda.

Daí que a Juliette e suas três amigas, Soph, Celia e Fern, ainda nem EP têm. Só algumas músicas soltas já suficientes para fazer certo barulho, entre elas “Sucker” e “The Road”. Agora tem mais uma para aumentar a atenção em cima do grupo: “Nothing Without You”, som que lembra um bocado o rock alternativo dos anos 90, com umas distorções básicas e um certo ar grunge. Não?

A banda está em turnê pelo Reino Unido e abre alguns shows do Vaccines por lá em breve.

>>

Já ouviu o Big Moon, grupo de mulheres de Londres?

>>

the big moon

* Indie pop/rock delícia feito por espertas garotas londrinas, quem não gosta? O quarteto The Big Moon tem apenas um ano e surgiu de uma vontade da vocalista Juliette Jackson (a primeira da esquerda para direita), que depois de ver um show do Palma Violets quis montar uma banda que fosse tipo uma gangue, na linha dos moleques do Palma Violets, entende? E começou a escrever músicas depois de um show do Fat White Family, outra gangue de moleques. Gangue aqui a gente entende como galera que anda junto para além da música: sai junto, apronta junto, bebe junto e não necessariamente estão compondo ou tocando ao vivo. Se pans, briga junto.

Nessas, a Juliette encontrou as outras três garotas: Soph, Celia e Fern. Pronto, a “quadrilha” estava montada.

Depois de um single que fez um barulho razoável, a cool “Sucker”, a Big Moon acabou de lançar o algo esquisito e bem bom vídeo da música “The Road” que é o novo single, da banda que ainda nem tem EP.

Em outubro elas fazem a primeira apresentação na América, mais especificamente em Nova York dentro do CMJ Festival. Ainda se preparam para abrir alguns shows da UK tour do The Vaccines que traz ainda a gangue Palma Violets e a banda Sunflower Bean. Já estamos de olho nelas, obviamente.

the vaccines tour

>>