Em Black Keys:

Patrick Carney, do Black Keys, forma nova banda, lança nova música, e bota até o J Mascis no disco de estreia do Sad Planets

>>

210219_sadplanets2

Depois de explodir mundialmente, o duo Black Keys está curtindo um afastamento estratégico dos holofotes. Mas isso não significa que seus integrantes estejam parados.

O baterista Patrick Carney formou um novo grupo com o músico John Petkovic (Sweet Apple, Death of Samantha). O nome do projeto é Sad Planets, e o disco de estreia é “Akron, Ohio”, que deve chegar ao mercado dia 19 de abril.

O primeiro single, “Not of This World”, já foi divulgado. Outra novidade envolvendo o projeto é que o distinto J Mascis faz uma participação especial no álbum. O último disco do Black Keys é “Turn Blue”, lançado há cinco anos.

>>

Dan Auerbach, do Black Keys, vai lançar uma carta de amor para Nashville em forma de disco

>>

300317_dan2

Um destes bons exemplos de músicos prolíficos, Dan Auerbach, do Black Keys, anunciou para 2 de junho o lançamento de seu novo álbum solo.

“Wainting on a Song” terá 10 faixas e participações de Mark Knoplfer, Duane Eddy, John Prine e dos Memphis Boys. A obra é uma espécie de “carta de amor a Nashville”, conforme informa Dan em comunicado.

O último disco solo de Dan até então era “Keep It Hid”, lançado em 2009. Deste novo, já tem um primeiro single com vídeo e tudo. “Shine on Me” tem pegada mais pop e pode ser ouvida abaixo.

Waiting on a Song – Tracklist
01 Waiting on A Song
02 Malibu Man
03 Livin’ in Sin
04 Shine on Me
05 King of a One Horse Town
06 Never in My Wildest Dreams
07 Cherrybomb
08 Stand by My Girl
09 Undertow
10 Show Me

>>

Esquadrão indie. A mistura dark do Action Bronson com o Dan Black Keys e o Mark Ronson

>>

020816_dan2

Não bastasse todo o hype, o filme “Esquadrão Suicida” tem como um de seus aperitivos sua trilha sonora recheada de bons nomes. Tem Skrillex com Rick Ross, Creedence Clearwater Revival, Eminem, Grimes, Lil Wayne e Wiz Khalifa.

Uma das 14 faixas que estão no disco é “Standing in the Rain”, gravação que uniu o rapper Action Bronson, o produtor Mark Ronson e o guitarrista/cantor Dan Auerbach, do Black Keys.

A canção estreou hoje no programa do bamba Zane Lowe, que também bateu um papo com Dan. Junto com a música, foram liberadas artes gráficas com os rostos dos envolvidos estilizados em desenhos de caveira. Ficou cool.

020816_danauerbach_slidr

>>

Dan Auerbach mostra seu potente e retrô The Arcs pela primeira vez na TV

>>

280915_arcs2

Nova viagem musical de Dan Auerbach, vocalista e guitarrista do bombado duo The Black Keys, o Arcs apareceu no programa do incrível Stephen Colbert para mostrar o single “Outta My Mind” e fazer sua estreia na TV americana.

O som está no álbum de estreia do grupo, “Yours, Dreamily”, lançado recentemente. A apresentação serviu para divulgar a primeira excursão da banda pela América do Norte nas próximas semanas.

Diferentemente do minimalismo do Black Keys, Dan mostrou ao vivo uma trupe bem maior, incluindo três backing vocals e dois bateristas. Oficialmente, Dan é acompanhado pelos músicos Leon Michels, Richard Swift, Homer Steinweiss, Nick Movshon, Kenny Vaughan e Mariachi Flor de Toloache.

“Yours, Dreamily”, o disco, tem 14 faixas e saiu no início do mês, com vendagem que incluiu 500 cópias autografadas em vinil.

>>

Treta indie, porém coxinha. Jack White, Patrick Carney e a não briga no bar

>>

140915_whitecarney

Uma das nuances que mais marcam o rock’n’roll em sua história são as tretas. Stones x Beatles, Guns N’ Roses x Nirvana, Oasis x Blur. As tretas sempre mantiveram acesa a chama da música além da música e muita gente reclama da falta disso em tempos recentes.

Daí que ano passado, o grande Jack White encasquetou para cima do duo Black Keys. Disse que, basicamente, o duo de Ohio chupinhava suas músicas. “Ouço comerciais de TV que roubam minhas canções até o ponto em que eu acho que são minhas. Metade das vezes é o Black Keys. A outra metade, é uma música que soa igual porque eles não conseguiram autorização pra usar uma minha”, disparou na época. Dois dias depois, pediu desculpas e desejou sucesso para o Black Keys. No popular, arregou.

Cortando para 2015. Patrick Carney, baterista do Black Keys, foi para o Twitter #xatiadu contar que pela primeira vez conheceu Jack White. Foi num bar em Nova York neste fim de semana. Diz o Carney que White tentou de todas as formas iniciar uma briga contra ele, “um idiota valentão de 40 anos tentou lutar com um nerd de 35”, mas, no fim das contas, não rolou.

“Eu não brigo e não entro em brigas, mas ele estava louco”. Foi uma das afirmações de Patrick. As tuitadas do baterista do Black Keys, óbvio, movimentaram o mundo indie, dividindo as coisas em #TeamBlackKeys x #TeamJackWhite. Mas também tem uma ala que que não está nem com um, nem com o outro. Tipo a gente. Haha.

Loooooonge de queremos que uma treta descambe para a violência. Mas voltando ao início do texto e relacionando às tretas históricas, não dá para classificar essa como “indie coxinha”?

Comportem-se, meninos. (Ou ao menos tretem direito, hihi).

>>