Em black pumas:

POPNOTAS – Lana Del Rey country e o papel higiênico, Black Pumas na TV dando calor ao Texas gelado, Green Day e a aeróbica punk e a DJ Grace Kelly fazendo homenagem à vulva

>>

* Se você ainda se importa com o Green Day, esta é para você. A banda californiana revelou neste final de semana uma música nova, “Here Comes the Shock”, que foi feita para um jogo de hóquei e é acompanhada por um vídeo de aeróbica punk. Calma. É assim. O Green Day tem uma parceria com a “NHL”, a federação americana de hóquei, e combinou de estrear a canção nova no intervalo de um jogo especial entre o Vegas Golden Knights e o Colorado Avalanche. Acontece que o jogo, que ia ser ao ar livre, foi adiado porque o gelo que serve de piso para a partida não tava “firme”, então liberaram a banda para lançar a música sem ter jogo mesmo. “Here Comes the Shock”, a primeira inédita desde o lançamento do último disco, “Father of All Motherfuckers”, de um ano atrás. O vídeo da música do Green Day é conduzido por uma série de exercícios bons para os pulmões da Hilken Mancini, dona da “Punk Rock Aerobics”, responsável por levar o punk à academia. Mais ou menos isso.

* A baby Lana Del Rey vai lançar seu álbum, “Chemtrails over the Country Club”, no dia 19 de março. É o sétimo disco da cinemática cantora hollywoodiana, que tanto nos alegra com sua melancolia chic. Deste disco Já ouvimos três singles, o último deles a faixa-título, que veio com um vídeo em que Lana era uma loba. Aquelas coisas lá. Mas, enquanto esperamos o novo álbum, ela vem e dá notícias de dois outros discos, um com cover de músicas country e outro de folk. O de country estaria pronto. Ela disse para a revista britânica “Mojo”, em entrevista, que quando escuta seus materiais antigos, vê muito de country music nele. “Eu dei umas escutadas recentes em ‘Ride’ e ‘Video Games’ e achei isso, que são meio country. Quero dizer, elas definitivamente não são pop”. Na mesma entrevista, Lana revelou que gravou uma música para um comercial de papel higiênico, usando um pseudônimo. E disse ainda que o próximo single do novo disco será a faixa “White Dress”. Lana a toda.

CENA: Brasileira nordestina, preta. macumbeira, lésbica e lançando disco na cena eletrônica de Berlim. A DJ baiana Grace Kelly, que vive na frenética cidade alemã, acaba de lançar o single “PPK”, uma “ode às sapatonas e bissexuais que vai muito além do que essas três letras podem significar”. A música, batidão funky dentro da house, é do EP “Dengo”, a ser lançado em breve, o primeiro disco de Grace Kelly, que já tocou pela Europa, Israel, Marrocos, Bali e, claro, Brasil, em seus 20 anos discotecando. Para Grace Kelly, “cantar e celebrar o orgulho LGBTQIA+ é revolucionário, empoderar o feminino para além da vulva é mais que subversivo, mas usar uma linguagem debochada é o tiro certo para convidar quem escuta”. “PPK”, gíria da gíria gay “pepeka”, o órgão sexual feminino, tem um vídeo… digamos… magnético.

* A dupla texana Black Pumas foi ao programa noturno do apresentador Jimmy Kimmel na semana passada mostrar a linda faixa “Know You Better”. A faixa pertence ao ainda primeiro disco do duo Eric Burdon e Adrian Quesada, de junho 2019, indie psicodélico típico de quem é de Austin. Aqui, pendendo ao soul. “Foi ao programa”, você sabe, é modo de dizer. Essa “Know You Better” ao vivo foi gravada e enviada ao Kimmel, que dedicou a atração musical aos “amigos do Texas”, desejando um calorzinho para eles. O Texas, um dos lugares mais quentes dos EUA, passa por um inverno sem precedentes nestes dias, com uma neve bizarra e falta de energia para aquecimento.

>>

POPNOTAS – Arca vira mãe, King Krule mexe com Lennon e Future Islands no Tiny Desk

>>

King Krule, o ruivo inglês de voz cavernosa, que já ganhou taaaaantos posts por aqui, soltou uma cover de “Imagine” de John Lennon que ficou bem ao seu estilo. Uma guitarra solitária (e por vezes bem torta) acompanha seu vozeirão que quase recita a música. Coisa mais linda.

– Sempre é bom ver uma apresentação do Future Islands. Afinal, Sam Herring, vocalista da banda, é uma atração a parte com seus movimentos dance, seus socos no coração e improvisações vocais que aumentam consideravelmente as versões ao vivo da banda perto das de estúdio. Por isso, o Tiny Desk Home deles, o programa clássico da NPR Music, agora gravado nas casas (ou outro lugar seguro), está imperdível. No repertório, canções do disco mais recente da banda, o ótimo “As Long As You Are”. Sam arrasa.

– A imparável Arca, artista pop e transgressora e futurista, DJ, cantora e compositora venezuelana radicada em Barcelona, fez nascer um outro projeto, deu à luz uma nova faceta de suas várias facetas, assumiu seu lado MADRE. E com a estampa Madre e com a ajuda do violoncelista, produtor e compositor londrino Oliver Coates lançou um EP com quatro faixas, puxadas por uma música que se chama exatamente “Madre feat. Oliver Coates”. A canção, meio “bíblica”, faz parte de uma trilha sonora que Arca compôs para o último episódio da falada série “Euphoria”, da HBO. E tem um vídeo conceitão. Tipo assim:

– Semana passada o espertíssimo duo texano psicodélico Black Pumas (foto na chamada da home) se apresentou no programa do Stephen Colbert, na TV americana. Eles tocaram a faixa “Colors”, um dos singles de seu auto-intitulado disco de estreia, lançado em 2019. Tá na hora do segundo disco, não? Para completar a parada, já que a dupla de Austin resolveu sair da toca, eles gravaram dois singles especiais para o Spotify. A própria “Colors”, desta vez com os jazzeiros da Hypnotic Brass Ensemble de Chicago participando, e a grande “Sugar Man”, do poeta e guitarrista Sixto Rodriguez, de Detroit. Sabe a história do Rodriguez com a África do Sul, né? Não?

>>

The Raconteurs mostra seu rock sem limites em programa de TV. O bom Black Pumas tocou também

>>

Fotos: Scott Newman

Fotos: Scott Newman

Maior banda de rock do mundo hoje, o querido The Raconteurs, que há mais ou menos dois meses fez apresentação histórica no Popload Festival, estrelou o novo episódio do tradicional programa de TV americano Austin City Limits.

Jack e seus amigos tocaram seis canções no mini-show, incluindo novas como a lindaça “Help Me Stranger” e antigas como “Top Yourself”.

A outra metade do programa foi dedicada ao Black Pumas, banda de rock e etc. de Austin, um dos grandes nomes da cena norte-americana hoje.

Ou seja, vale a pena ver o programa todo.

>>